Home » Internet » Firefox desvia da bala–fecha mais 3 anos de Paitrocínio com Google

Firefox desvia da bala–fecha mais 3 anos de Paitrocínio com Google

8 anos atrás

neo

Não tá fácil pra ninguém. Depois de achar que o mundo seria maravilhoso pra sempre, colocar todos os ovos numa única cesta e descobrir que o Google –a empresa responsável por 85% de sua renda- estava desenvolvendo browser próprio, a Mozilla viu o mundo desabar.

Depois de anos de uma lucrativa parceria, com direito a publicidade gratuita no AdSense, pacotes e propaganda junto aos serviços Google tudo começou a minguar. No final de Novembro o acordo entre as empresas acabou e não parecia que seria renovado. Isso significaria o fim do Firefox.

Atirando pra todos os lados chegaram até a lançar uma versão de Firefox com o Bing como buscador principal. Provavelmente esse foi um dos catalisadores que fez o Google reagir, chamar o Firefox pra um papo, explicar que não era bem assim, que tinha entendido tudo errado.

O acordo foi renovado por mais três anos. O Google continuará sendo o buscador-padrão do Firefox, que por sua vez poderá morrer aos poucos em paz, recebendo seu dindim, enquanto o Chrome e o IE assumem sua antiga fatia de mercado.

A princípio não faz sentido. Qual a lógica do Google pagar para continuar aparecendo em um navegador em franca decadência cujo extermínio seria a princípio benéfico?

firefox

Bem, primeiro o Google vive de busca, não de browser. O Firefox, com 25% de share direciona um horror de tráfego para o Google. Cancelar o acordo poderia fazer com que –mesmo por vingança- o Firefox passasse a usar o Bing. O buscador da Microsoft já empatou com o Yahoo, hoje tem 3,61% do mercado, comparado com 91% do Google.

Dar de bandeja 25% dos navegadores para o Bing é tudo que o Google não quer. Isso colocaria na mão da Microsoft 66% das buscas via browser. Fora que os fãs do Firefox provavelmente reagiriam a um golpe mortal do Google migrando para o Bing, na estratégia “O inimigo de meu inimigo é meu amigo”.

Fonte: AT

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários