Home » Áudio e vídeo » GoPro Hero 8 Black é mais estabilizada e resistente do que a anterior

GoPro Hero 8 Black é mais estabilizada e resistente do que a anterior

Câmeras abrem mão do case tradicional e introduzem acessórios modulares

34 semanas atrás

A GoPro anunciou hoje (01) duas novas câmeras de ação que são muito semelhantes aos modelos anteriores, mas que entregam melhorias internas bastante interessantes e o nome delas é sugestivo: GoPro Hero 8 Black e a GoPro Max, que tenta trazer o mundo de câmeras 360 pra algo além das reportagens do Fantástico.

GoPro Hero 8 Black, o suprassumo melhorado

Quando a GoPro anunciou a Hero 7 Black no ano passado, que eu já falei bastante sobre ela por aqui, mostrou que o caminho para o fim da breve vida dos gimbals mecânicos estava marcado. O trunfo é de uma estabilização eletrônica generosa e com nome marketeiro de HyperSmooth, mas que está limitada em alguns pontos, já que ela não funciona em vídeos com mais do que 60 fps e no 4K com proporção de 4:3.

GOPro Hero 8 Black mod tela

Na Hero 8 Black o HyperSmooth ganhou o sufixo de 2.0, é ainda mais estável e oferece mais controle. Agora, além de funcionar em qualquer resolução e taxa de quadros por segundo, você pode selecionar a intensidade da estabilização. Ela pode ser tão intensa que, no modo Boost, deixa a já estabilizada filmagem da Hero 7 Black parecer estar sem o recurso ativado, ou com algum defeito - ao menos é o que está nos vídeos promocionais da nova câmera.

Além disso, o novo HyperSmooth trabalha em conjunto com o TimeWarp 2.0, que é para utilizar este estabilizador com filmagem longa e criar uma espécie de timelapse. Na Hero 7 Black dava pra fazer isso andando, com a filmagem estável como em uma hoverboard de McFly. Agora a velocidade do timelapse pode ser alterada e ajustada para a sua velocidade, tudo sozinho.

Em outras palavras, é algo como fazer a filmagem voltar pra perto da velocidade normal quando você diminuir a passada e em um toque este recurso “desacelera” por um tempo, de forma manual.

Mais acessórios e menos cases

Por fora tudo é muito semelhante, mas a case tradicional e que vem em toda GoPro deixa de existir. Ela funciona basicamente como apoio pro parafuso que prende em praticamente todo acessório existente pra esta câmera. Agora este apoio é inserido dentro do próprio corpo, abrindo mão do case e que é menos parte pra ser fabricada, manja?

Câmera tem apoio de parafuso embutido

 

Por outro lado, há um novo case e que permite conexões novas e que entram em conjunto com os vloggers. Ele entrega uma porta USB-C, uma saída HDMI e uma entrada pra microfone externo com cabo de 3,5 milímetros (aquele que está sumindo dos smartphones), além de microfone tipo shotgun apontado para frente e duas sapatas para outros acessórios.

Nestas sapatas podem ser inseridas duas opções iniciais: uma tela que pode ficar pra frente e um conjunto de LEDs pra cenas noturnas. Ambos utilizam suas próprias baterias, então isso não será um problema para das GoPros - UFA! Sem este case a Hero 8 Black continua sendo uma GoPro que pode mergulhar em até 10 metros de profundidade (até de água salgada) e que resiste aos murros do cotidiano, mas agora com uma lente que promete ser duas vezes mais resistente.

Ah, as resoluções possível ficam em 4K com até 60 fps e em birate de 100 Mbps e Full HD ou 720p em até 240 fps. As fotos podem ser feitas com 12 megapixels e que agora, segundo a fabricante, utilizam um HDR mais inteligente e que foi desenvolvido pela própria GoPro. Então tá.

GoPro MAX retrabalha a câmera 360

Câmeras 360 já tiveram seu momento e hoje pouca gente utiliza este recurso, mesmo assim a GoPro resolveu anunciar uma nova geração deste tipo de produto e ele tem o nome de GoPro MAX. Ela pode ser utilizada como uma GoPro com só uma das lentes, ou uma câmera 360 graus tradicional.

GoPro MAX hero

A ideia nem é focar tanto na imersão deste tipo de filmagem, mas sim utilizar o HyperSmooth pra ajudar na hora de editar. Funciona assim: você vai sim filmar em 360 graus com as lentes de 16 megapixels que ficam dos dois lados, mas na edição pelo app da própria GoPro você vai selecionar os ângulos que quer o vídeo e pode girar livremente por eles.

O resultado final é bastante impressionante e o corte que separa o que vem de uma lente e o que vem de outra, parece muito bem colado - não fica visível, ao menos eu não vi. A captura de áudio também seguirá o local escolhido, com ajuda de seis microfones espalhados pelo corpo da câmera.

Pensando nestes pontos, a GoPro MAX é uma boa pedida, mas ela tem alguns pontos a menos e o principal deles é que a proteção contra água segura até cinco metros de profundidade, a metade da Hero 8 Black.

Quando e quanto?

A pré-venda das duas câmeras começa hoje e a GoPro Hero 8 Black custa US$ 399, a MAX fica em US$ 499 e os módulos custam entre US$ 79,99 e US$ 49,99, sendo que o maior preço é para a caixa completa ou para a tela extra, enquanto que o menor é para o conjunto de LEDs. A Hero 8 Black começa a ser entregue para os compradores a partir do dia 15 deste mês e chega ao varejo no dia 20.

A GoPro MAX chega aos compradores no dia 24 de outubro e em algumas lojas dos Estados Unidos no dia seguinte. Os módulos entram em pré-venda somente em dezembro.

O Meio Bit solicitou mais informações sobre o lançamento no Brasil e este texto será atualizado com a resposta.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários