Home » Games » Miscelâneas » Aliens: Crucible, o RPG que a Obsidian teve que cancelar

Aliens: Crucible, o RPG que a Obsidian teve que cancelar

Diretor do Pillars of Eternity II: Deadfire fala sobre a criação do Aliens: Crucible, um RPG em que a Obsidian Entertainment estava trabalhando, mas que infelizmente acabou sendo cancelado.

1 ano atrás

Talvez você nem saiba disso, mas houve uma época em que a Obsidian Entertainment estava trabalhando no criação de um jogo da franquia Alien. Conhecidos pelos ótimos RPGs que lançaram ao longo dos anos, o estúdio tinha adotado este gênero para o projeto, mas para a tristeza dos que tinham esperança de um lançamento, em 2009 a SEGA decidiu acabar com a produção do Aliens: Crucible (ou como era conhecido internamente, Project Connecticut).

A frustração dos fãs se tornou ainda maior quando um ano depois o responsável pelo estúdio afirmou que o trabalho estava muito perto de ser concluído, mas de acordo com o diretor do Fallout: New Vegas e do Pillars of Eternity II: Deadfire, não foi bem assim. Tendo entrado para o projeto quando este já estava num estágio bem avançado, Josh Sawyer afirmou que existia muitos problemas com o desenvolvimento, como por exemplo na parte das animações.

Ainda assim, o game designer lamentou não ter podido entregar um produto final, mas disse entender o motivo do cancelamento. Ele também explicou um pouco como seria o jogo:

Quando foi anunciado que estávamos trabalhando em um RPG do Alien, pensei que muitas pessoas poderiam não compreendê-lo, o que me parecia louco. Eu não lembro quando começamos a trabalhar nele em relação ao Mass Effect, mas tirando o Mass Effect, jogos de ficção científica de RPG não necessariamente são uma grande coisa.  

Ele era mais sobre do que apenas a Ripley. Era sobre a Ripley no meio de um grupo de pessoas e ela emergindo como um líder de fato, aquela pessoa que tem que ajudá-los a sair de lá. Era sobre como as pessoas desmoronam ou se erguem. Aqueles eram belos arcos de personagens. Para mim, em RPGs esses são os grandes relacionamentos chave que você pode construir. Era isso o que queria enfatizar no jogo Aliens que estávamos fazendo.

Um detalhe que chama a atenção nos comentários de Sawyer é a revelação de que o projeto não possuía um diretor. Esse cargo só foi ocupado por ele mesmo perto do fim do desenvolvimento e na opinião do sujeito, faltou alguém para ditar as regras e tomar decisões difíceis.

Portanto, hoje só nos resta lamentar e tentar imaginar o que poderia ter saído daí. Mesmo tendo alguma dificuldade em pensar como seria um Alien RPG, acho que seria legal algo assim feito pela Obsidian, mas se o jogo não conseguisse entregar toda a tensão que a franquia merece, talvez o melhor mesmo foi ele não ter sido terminado.

Fonte: IGN.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários