Até o filho do Gabe Newell quer que a Valve faça coisas novas

Acho que todos que viram o crescimento da Valve — e se encantaram com os jogos espetaculares que essa empresa nos deu —  devem ficar tristes com a situação em que ela está em se tratando do desenvolvimento de games. Aparentemente focados apenas em lucrar o máximo que puderem com o Steam, há muito tempo não vemos nada ser produzido na companhia, o que sempre me pareceu um enorme desperdício de talento.

Pois quem também parece lamentar essa falta de lançamentos dos criadores do Half-Life é Gray Newell, filho do fundador da Valve e que durante uma entrevista disse o que gostaria que acontecesse com o estúdio:

Se tem algo que eu gostaria de ver a Valve fazendo, seria impulsionar novas ideias. As pessoas por lá são as mais inteligentes que já encontrei, mais trabalhadoras, mais inspiradoras. A cultura na Valve é muito boa, mas eles meio que encontraram um ponto em que se tornaram máquinas de trabalho. E isso é bom, mas acho que precisam chegar e fazer algo assustador. Fazer algo que eles não saibam qual será o resultado.

 

Eles tomam decisões incrivelmente inteligentes, mas as vezes você precisa fazer algo estúpido. As vezes você precisa ter ideias loucas e dizer ‘fod***’, vamos com isso. A Valve possui uma enorme quantidade de recursos por trás e espero que eles encontrem coragem para colocar isso em algo novo. Quero vê-los testar seus limites novamente.

E antes que alguém pergunte porque ele mesmo não toma as rédeas da situação, acontece que Gray não trabalha na Valve, tendo o seu próprio estúdio, o Naetyr.  Por lá o rapaz e seus amigos estão criando o Fury, jogo que funcionará como um MMO em primeira pessoa e que girará em torno do conteúdo criado pelos jogadores. Segundo ele, será algo como uma mistura de Gary’s Mod, Spore e Star Citizen, o que me parece bem interessante.

Mas voltando a falta de jogos criados pela Valve, fico pensando como será quando eles anunciarem um título de grande parte. Provavelmente teremos gente de um lado extremamente empolgada e do outro alguns que se manterão céticos, desconfiados de que tamanha espera não valeu a pena. Isso é, se um dia o estúdio parar de contar a fortuna que entre diariamente nos cofres por causa do Steam e resolver criar algo.

Fonte: PCGamer.

Relacionados: ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples