Outro rival do Raspberry Pi: Rock64 (teoricamente) traz 4K e HDR10 por US$ 25

O Raspberry Pi é uma ferramenta e tanto. Embora não seja o mais indicado para quem quer brincar com microcontroladores (não deixe de acompanhar o nosso cursinho de Arduino), o diminuto microcomputador é flexível a ponto de permitir que usuários com pouco conhecimento o utilizem das mais diversas formas, de desktops simples a plataformas de desenvolvimento flexíveis, máquinas de emulação e estações multimídia a projetos sérios de gente muito grande.

Claro que a concorrência não ficaria quieta por muito tempo: a ASUS introduziu o Tinker Board, um produto similar que apesar de mais caro é compatível com 4K; já o HiKey 960 da Huawei perdeu o foco e passou longe, com uma plaquinha de smartphone de ponta com preço altíssimo; a desculpa da fabricante (e do Google, sua parceira no projeto) é de “oferecer uma plataforma para desenvolvedores Android” mas convenhamos, nem mesmo eles vão gastar US$ 239.

No entanto é a praticamente desconhecida Pine64, uma montadora chinesa que está trazendo um produto que tem potencial para tirar o sono da Raspberry Pi Foundation se o Rock64 Media Board Computer for de fato o que diz ser: um computadorzinho com 4K e HDR10 mais barato que seu rival.

Em alguns aspectos o Rock64 é similar ao Raspberry Pi 3, mas com mais recursos: ele conta com um SoC Rockchip RK3288, quad-core Cortex-A53 com clock de 1,5 GHz e GPU Mali-450MP2 (chip geralmente usado em dispositivos Android TV e não é o mesmo presente no Tinker Board, que é quad-core um Cortex-A17 de 1,8 GHz), 1, 2 ou 4 GB de RAM (a gosto do freguês), duas portas GPIO de 40 pinos e 22 pinos (o Pi 3 tem apenas a de 40), entrada para cartão Micro-SD de até 128 GB, slot para memória eMMC e saída de 3,5 mm para áudio de vídeo composto.

As principais características do Rock64 repousam em suas portas: duas USB 2.0, uma 3.0, uma HDMI 2.0 que o fabricante JURA ser capaz de transmitir imagens em 4K a 60 fps e HDR10 compatível com HLG e uma Ethernet Gigabit, para conexões velozes. Infelizmente ele não conta com Bluetooth ou Wi-Fi, diferente do Pi 3. Outro ponto negativo é que a conexão de energia utiliza o plug clássico coaxial e não uma porta Micro-USB, portanto nada de usar fontes de smartphones embora a alimentação seja a mesma (5 V/3 A).

Codecs compatíveis? 4K VP9, H.265, H.264, 1080p VC-1, MPEG-1/2/4 e VP6/8.

A princípio é difícil acreditar que um computador desse tipo possa entregar tanta coisa, ainda mais com a promessa da Pine64 de que o Rock64 é compatível com Android 7.1 Nougat, Debian e Yocto e poderá suportar mais SOs no futuro. A comunidade em geral está bastante cética, mas como ele começará a ser despachado a partir do dia 31/07 não demorará muito para sabermos do que ele realmente é capaz.

Mais impressionante ainda é um dispositivo supostamente 4K e HDR10 custar tão pouco: o modelo com 1 GB de RAM, o mesmo tanto disponível no Raspberry Pi 3 custa apenas US$ 25, ou 10 dólares a menos. Pelo mesmo valor do concorrente você pode levar o modelo com 2 GB para casa, ou adicionar mais US$ 10 e fechar com o de 4 GB.

Caso o Rock64 venha a entregar tudo o que promete será ótimo para o mercado: a Raspberry Pi Foundation será forçada a melhorar ainda mais seu carro-chefe, e no futuro poderemos ter não só um Pi mais potente pelo mesmo preço como a linha Pi Zero será muito beneficiada, contando com melhores configurações por valores irrisórios. No fim nós sairemos ganhando.

Fonte: TechRepublic.

Relacionados: , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples