Home » Hardware e periféricos » Samsung insiste no Tizen em smartphones e lança o Z4 na África do Sul

Samsung insiste no Tizen em smartphones e lança o Z4 na África do Sul

Samsung Z4 chega à África do Sul com preço atraente e configurações de entrada, e é mais um smartphone da companhia sul-coreana a rodar Tizen.

2 anos e meio atrás

O Tizen, o sistema móvel da Samsung possui uma vida saudável nos smartwatches e Smart TVs da companhia, principalmente por ser mais leve que o Android Wear e consumir menos energia que o robozinho nos relógios espertos. Já no que tange aos televisores, abraçar o Tizen foi a resposta que a Samsung foi obrigada a dar para fazer frente ao webOS da LG.

Ainda assim o sistema não é perfeito, possui uma série de bugs causados por más práticas e por causa disso ele não é viável no momento como uma alternativa ao Android em larga escala nos smartphones. Só que isso não impede a companhia de continuar experimentando com a linha Z, já que o recente Samsung Z4 acaba de chegar à África do Sul.

O aparelhinho foi introduzido em maio e como de praxe é voltado para mercados emergentes e consumidores de entrada. Suas especificações são bem modestas: SoC Spreadtrum SC9830A, quad-core Cortex-A7 com clock de 1,8 GHz e GPU Mali-400 MP2, display de 4,5 polegadas com resolução de 480 x 800 pixels (207 ppi), 1 GB de RAM, 8 GB de espaço interno expansível até 128 GB via Micro-SD, câmera principal de 5 megapixels com abertura f/2,2, Flash Dual-LED, HDR e que filma em HD, câmera selfie também com 5 MP, abertura f/2,2 e Flash LED, 4G/LTE, Bluetooth 4.0, BLE, A-GPS, GLONASS, bateria removível de 2.050 mAh e conector Micro-USB, além da versão 3.0 do Tizen.

A Samsung mantém a linha Z desde 2014, só que naquele ano a estratégia mudou e de um aparelho mais intermediário o foco se concentrou em dispositivos totalmente de entrada, voltados para mercados como Índia e Bangladesh. Por isso não surpreende ele também chegar à África do Sul, país-membro do BRICS.

Mesmo sendo oferecido de forma bastante limitada, a Samsung conseguiu fazer com que o Tizen tivesse tração suficiente para que os aparelhos da linha Z dominassem o mercado indiano, onde ele é o segundo SO móvel mais usado perdendo apenas para o Android, obviamente. No fim de 2015 ele já era o quarto sistema mais utilizado no mundo, deixando o então na corda-bamba BlackBerry para trás.

A Samsung vai vendê-lo através da operadora local MTN ou da rede varejista Vodacom (neste caso o comprador terá direito a 100 MB de dados por mês de graça, por um ano) por 1.299 rands ou R$ 312,18, um valor muito atraente, mas muito provavelmente o Z4 não será lançado no Brasil, onde seus smartphones das linhas J (entrada) e A (mid e mid-high) atendem bem o mercado consumidor

Esperamos apenas que os coreanos tenham feito a lição de casa e consertado todas as falhas no sistema descobertas recentemente, porque todo mundo merece ter um aparelho decente, barato e seguro.

Fonte: Sam Mobile.

relacionados


Comentários