Home » Games » Indústria » Robbie Bach fala sobre o Xbox 3, Xboy e o preço do PS3

Robbie Bach fala sobre o Xbox 3, Xboy e o preço do PS3

Ex-chefe da divisão Xbox revela detalhes sobre a sua passagem pelo cargo, como a ideia de chamar o Xbox 360 de Xbox 3, de lançar um console portátil e do susto com o preço definido para o lançamento do PlayStation 3.

4 anos atrás

xbox-360

A indústria de games está repleta de detalhes que demoram vários anos para serem revelados e graças a uma entrevista concedida recentemente por Robbie Bach ao portal IGN, alguns relacionados a família Xbox finalmente vieram à tona.

Num dos trechos, o ex-chefe da divisão dedicada ao videogame da Microsoft falou sobre o processo de batismo do Xbox 360, já que como a Sony estava desenvolvendo o PlayStation 3, eles não poderiam lançar um aparelho cujo nome desse a entender estar numa geração atrás. Isso fez com com que a companhia chegasse a cogitar o console da sétima geração como Xbox 3, o que seria bem estranho, afinal, onde estaria o Xbox 2?

O curioso é que a Gigante de Redmond parece ter gostado de bagunçar a numeração de seus produtos, com o sucessor do 360 tendo recebido o nome de Xbox One e depois do Windows 8 termos pulado direto para o 10.

Outro tema abordado por Bach foi a surpresa da Microsoft com o o anúncio do preço do PlayStation 3. Segundo ele, era sabido que o custo de produção do aparelho seria bem alto, mas o que os executivos imaginavam era que a Sony subsidiaria boa parte do valor. Porém, quando Kaz Hirai disse na E3 de 2006 que um PS3 custaria US$ 599, todos na sala em que estavam ficaram em silêncio e até mesmo incrédulos sobre o que tinham ouvido. Passado o baque, a sensação era de que a disputa seria divertida.

Ainda assim, Robbie Bach afirmou que em nenhum momento ele achou que a briga estava ganha, afinal a vantagem da Sony na geração anterior era muito grande, mas que o preço definido para o concorrente lhes daria uma grande vantagem, o que de fato ocorreu por muito tempo.

Por fim, o executivo ainda falou sobre a possibilidade da Microsoft lançar um console portátil, projeto que sempre foi especulado pela mídia especializada e que por uma série de fatores nunca evoluiu. De acordo com Bach, o que fez com que a empresa desistisse de lançar um “Xboy” foi uma mistura de falta de recursos com falta de foco, já que a naquele momento eles preferiram voltar sua atenção para o Xbox 360.

Hoje os jogadores podem lamentar o fato da Microsoft nunca ter lançado um portátil, o que provavelmente tornaria esse mercado bem mais interessantes, mas na opinião do executivo, a decisão acabou se mostrando acertada, já que os tablets e smartphones começaram a dominar essa área e provavelmente o tal Xboy não teria tido muita sorte. A Sony que o diga.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários