Home » Mobile » Meio Bit View #1 — Impressões sobre o LG G5 SE

Meio Bit View #1 — Impressões sobre o LG G5 SE

Na estreia do nosso novo programa, Nick Ellis conta suas primeiras impressões sobre o LG G5 SE, fala sobre a base destacável, os módulos e explica por qual motivo a versão lançada no Brasil não chega aos pés da internacional. Confira o vídeo e se inscreva no canal!

3 anos atrás

lg_g5_se_1

Estreia hoje o novo programa do nosso canal no YouTube, o Meio Bit View, onde nosso editor Nick Ellis vai fazer reviews rápidos dos produtos que recebemos aqui na redação. O MB View de estreia traz uma olhada no LG G5 SE, o novo smartphone topo de linha da LG no Brasil. Mas o que aconteceu com o G5 para ele ganhar estas duas letras no nome? Bem, o modelo que veio para o Brasil não tem o mesmo processador do que foi lançado lá fora, deixando de lado o Snapdragon 820 por um Snapdragon 625, e a memória também foi reduzida de 4 GB para 3 GB, o que é bem decepcionante. Nem a GPU é a mesma (Adreno 530 no G5 e Adreno 510 no G5 SE).

Quando faço um review, gosto de testar o aparelho durante alguns meses. Este não é o caso deste post e nem da maioria dos aparelhos que recebemos, que geralmente ficam na redação por no máximo uns 15 dias. É claro que se tivermos a oportunidade de ficar mais tempo com o aparelho, o MB View sairá mais completo, mas por hora, confira minhas impressões sobre o G5 SE.


Meio Bit View #1 — LG G5 SE

Tirando o processador, a GPU e a memória, o resto do G5 SE é idêntico ao modelo lançado lá fora. Ele tem um bom desempenho, mas é complicado você pensar que poderia ser muito melhor, até pelo preço que o aparelho custa. Apesar da base removível e dos módulos, o grande destaque do G5 é mesmo a sua câmera, a mesma do modelo original, ou melhor, as mesmas, pois são duas, uma de 16 megapixels e outra de 8 megapixels com lente grande angular. É muito interessante acompanhar a absurda mudança no ângulo da foto, e o G5 SE produz imagens de ótima qualidade.

lg_g5_se_2

A bateria removível na parte de baixo do aparelho causa uma certa estranheza e surpresa, mas é bem firme e não incomoda no uso do dia a dia, além de acumular bem menos poeira do que eu imaginava antes de testar o aparelho. Através dela, é possível instalar outros módulos, mas como eu falei no vídeo, não recebemos nenhum deles, assim não deu para testar pessoalmente. Gosto da proposta do Cam Plus, de dar um apoio para usar o smartphone como câmera e aumentar a duração da bateria.

A tela de 5,3 polegadas não é AMOLED, mas tem um bom brilho, e ótima resolução, assim como a densidade de pixels. O que eu não gostei foi o brilho da função always on, que mantém a parte superior da tela ligada, mas com um brilho pré-definido, que simplesmente não é o suficiente, especialmente se você for usar durante o dia.

E os módulos “friends” do G5 que a LG lançou aqui? São todos bem caros, o único realmente acessível é o Cam Plus, que custa R$ 649. Esqueça o que eu falei no vídeo, o preço da LG Hi-Fi Plus com caixas de som Bang & Olufsen é R$ 1.299 e R$ 1.399 é o fone de ouvido H3, ambos caríssimos, mas B&O é isso aí. Dos membros da família de “amigos” do G5, o único que tive algum contato foi a câmera 360 Cam, que conheci em Taipei na Computex, já que dois amigos meus compraram. Outros “friends” do G5 infelizmente nem vão chegar por aqui, como o Rolling Bot e o headset 360 VR (que também não é compatível com o G5 SE).

Como disse no vídeo, uma coisa que me agradou muito no G5 SE é o botão com o sensor biométrico, que fica na parte de trás, logo abaixo das câmeras. Ele não precisa ser pressionado para ligar o aparelho, como outros Androids, basta passar o dedo por ali que a tela será desbloqueada.

O LG G5 SE tem recursos interessantes, apesar dos problemas. O maior deles, no entanto, acaba sendo o seu preço, pois ele custa o valor de um topo de linha, mesmo sem o processador e a memória do aparelho original lançado lá fora. Se você quiser comprar o LG G5 SE por um valor mais baixo do que o salgadíssimo preço sugerido de R$ 3.499, no Submarino ele está custando R$ 2.999, mas já vi por aí por R$ 2.799.

Leia também aqui no MB:

relacionados


Comentários