Home » Microsoft » Microsoft poderá deixar de oferecer amostra do Office 365

Microsoft poderá deixar de oferecer amostra do Office 365

Microsoft pode deixar de oferecer um ano do Office 365 de graça em novos computadores de baixo custo com Windows 10; empresa nega os rumores

4 anos atrás

office-365

A Microsoft fez o que podia para atrair os fabricantes para a plataforma Windows, cercando-os de carinhos e acordos suculentos. Um dos mais interessantes foi derrubar a taxa de licenciamento do Windows em dispositivos de até 9 polegadas, o que ajudou a proliferar diversos tablets rodando o sistema operacional com performance decente e mais importante, preços atraentes.

Outra coisa que Redmond fez e que muita gente gostou foi introduzir em computadores de baixo custo um ano do Office 365 totalmente digrátis, num movimento de fidelizar o usuário e convencê-lo a assinar o serviço passado o tempo de cortesia. Só que o Windows 10 chegou e com a mudança do SO de produto para serviço, a Microsoft se lembrou de que a missão de qualquer empresa é dar lucro.

Eu considero o Office 365 um bom negócio em geral. A assinatura Home dá direito a instalar o pacote em cinco computadores (PC ou Mac), 60 minutos de ligações via Skype, acesso dos programas na nuvem via Office Web Apps e espaço ilimitado no OneDrive. Há também a versão Personal que restringe a licença para apenas um computador, mas com os mesmos benefícios acima citados. O valor da assinatura é de R$ 259,00 e R$ 209,00 por um ano respectivamente, ou R$ 26,00 e R$ 21,00 mensais. Para donos de máquinas recentes de baixo custo, no entanto é possível levar um ano do pacote Home para casa como cortesia, mas isso valia até então com o Windows 8.1.

Não mais. A chegada do Windows 10 representa uma mudança nos planos, principalmente devido a chegada dos apps universais do Office disponíveis na loja do SO. Como eles são de uso gratuito (porém com funcionalidades limitadas), não fazia sentido manter a oferta em novos dispositivos. E segundo fontes internas é exatamente o que irão fazer: com exceção do Surface 3, todos os novos computadores com a nova versão do sistema deixarão de contar com a oferta do Office 365 gratuito. Contatada, um representante da Microsoft declarou o seguinte:

Como parte de estratégia, nós queremos fornecer produtividade a usuários de quaisquer dispositivos, sejam Windows, Android ou iOS. Portanto disponibilizamos o Office para todas essas plataformas através de PCs, tablets e smartphones. Assim, diversos dispositivos Windows com telas de até 10,1 polegadas virão com o Office Mobile instalado. Assinantes do Office 365 poderão utilizar todos os recursos dos aplicativos móveis e para desktop, bem como terão acesso ao Office 2016 e às mais recentes atualizações conforme se tornarem disponíveis.

Ao afirmar que novos computadores e tablets com Windows 10 virão somente com a versão móvel da suíte de escritório, é certo pressupor que o Office 365 não mais será distribuído gratuitamente (ainda assim Redmond fez questão de frisar que quaisquer conclusões além do declarado acima não passam de especulações). Faz sentido, a oferta só foi introduzida porque a Microsoft demorou para lançar os apps universais.

Não demorará muito para que os parceiros da Microsoft soltem os primeiros computadores com o Windows 10 no mercado. Agora, ainda há como degustar o Office 365 por um ano sem pagar: basta comprar uma máquina atual com o Windows 8.1 instalado que venha com a oferta, já que tais dispositivos têm direito ao update gratuito do sistema operacional.

Fonte: Neowin.

relacionados


Comentários