Home » Mobile » Celulares com suporte aos dois padrões de carregamento sem fio? Bom, mas…

Celulares com suporte aos dois padrões de carregamento sem fio? Bom, mas…

Temos não um, mas dois padrões de carregador wireless e mal surgiram aparelhos capazes de suportar os dois

4 anos e meio atrás

Um dos recursos que menos me chamou a atenção nos Lumias é o carregador do celular wireless. É legal, mas as vantagens são pequenas demais e, de qualquer jeito, a base de carga está conectada a um cabo USB. Ou seja, você troca 6 por meia dúzia.

De uns tempos para cá tenho mudado de ideia, quanto menos espetarmos conectores na porta USB, mais tempo de vida antes do inevitável mau contato, ele terá. Os 0,03 segundos ganhos ao não desconectar o celular, na hora de sair, acumulam para alguma coisa. O grande problema, o desperdício causado pelas perdas do carregador sem fio? Sendo realista, vamos nos explodir bem antes disso prejudicar o planeta.

carregador wireless / unsplash

Carregamento sem fio é uma comodidade, não é essencial, mas e daí? Se fôssemos viver apenas do essencial ainda estaríamos em cavernas. Só que, provando que não podemos ter coisas legais, a indústria não colabora. Você precisa comprar uma base de carga compatível com seu aparelho. Como? Claro que há um padrão, padrões são coisas legais, por isso, sempre que dá criam um novo, e foi o que aconteceu.

Existem dois padrões de carregamento sem fio, o PMA e o Qi, incompatíveis entre si. Note, não há legado, não houve necessidade de suportar recursos e padrões antigos. Foram criados, do zero, como incompatíveis.

Para facilitar nossa vida, aparelhos como o Lumia 830 e o Samsung Galaxy S6 já saíram de fábrica, na época, com suporte aos dois padrões, excelente. É o que todo fabricante deve fazer, certo? Lamento, a indústria foi mais rápida e agora surgiu o Qi Resonance: outro padrão, que promete funcionar a uma distância de vários centímetros e não precisa de alinhamento exato.

Yay! Outro padrão, exigência de novo hardware, até uma versão atualizada, mais capas carregadoras compatíveis, ou dongles, e por aí vai. Outra corrida armamentista em cima de um recurso que ninguém dá bola, que existe há pelo menos 4 anos.

Carregamento sem fio fará sentido quando for disseminado. Algo assim:

PowerbyProxi charging box-970-80

Muitas tralhas, um único cabo de força. Aí sim vi vantagem. Chato é que vamos passar por uns 4 ou 5 padrões até chegar nisso.

com informações: Android Authority

relacionados


Comentários