Home » Internet » WhatsApp libera chamadas de voz para usuários de iPhone

WhatsApp libera chamadas de voz para usuários de iPhone

Com a atualização, usuários de iPhone passarão a poder fazer chamadas de áudio aos contatos do WhatsApp, assim como a função já disponibilizada para Android

5 anos atrás

Ricardo_WhatsApp

A rivalidade entre usuários de diferentes sistemas operacionais móveis vai muito além da “liberdade” ou da “beleza” de cada um dos sistemas. Algo recorrente é a briga do tipo o meu é maior #ChupaApple e #ChupaGoogle porque a empresa A ou B lançou um novo app ou uma atualização de um já existente, primeiramente, para a maçã mordida ou robozinho verde.

Pegando exclusivamente o caso do WhatsApp, tivemos, recentemente, duas novidades que saíram para um OS e deixaram os usuários do outro chupando o dedo. A primeira foi, no começo de janeiro, o lançamento do WhatsApp web que, até hoje, só pode ser utilizado por usuários de Android. Já a segunda, que chegou no final de março, foi a opção de chamadas de voz entre os usuários do robozinho verde, deixando, mais uma vez, os usuários do iOS de fora.

Na tarde desta terça-feira, o Markinho resolveu diminuir as diferenças entre as versões e liberou, aos usuários do iOS, a possibilidade de realizarem chamadas de áudio com os amigos. Na verdade, mais ou menos, porque a novidade será disponibilizada “gradualmente no decorrer das próximas semanas” a todos os usuários. Como diz um amigo, “a rapadura é doce, mas não é mole não”.

whatsapp_voice_call_iphone

Além das chamadas de áudio, a versão 2.12.1 também ganhou compatibilidade com a extensão de compartilhamento do iOS 8, que permitirá que os usuários de outros aplicativos compartilhem, via WhatsApp, fotos, vídeos e links. Também ganhou um botão de acesso rápido à câmera, opção de editar os contatos por dentro do próprio app, e envio de múltiplos vídeos.

Agora é esperar que o WhatsApp arrume aquela gambiarra horrível que é a versão web do serviço e passe a permitir que os usuários de iOS também possam utilizá-la. Além disso, resta saber se haverá, no futuro, integração com o Google Drive, da mesma forma que a versão para Android ganhou.

relacionados


Comentários