Home » Games » Cultura Gamer » Mortal Kombat podia ter sido um jogo do Van Damme

Mortal Kombat podia ter sido um jogo do Van Damme

Ed Boon revela que o primeiro Mortal Kombat poderia ter se tornado um jogo licenciado do ator Jean-Claude Van Damme e nos faz imaginar como a história poderia ter sido bem diferente.

4 anos atrás

O-Grande-Dragão-Branco

Se tem algo de que nunca me cansarei, é conhecer histórias dos bastidores da criação de games, principalmente aquelas que levam vários anos para serem reveladas, como por exemplo esta envolvendo Ed Boon, o primeiro Mortal Kombat e Jean-Claude Van Damme.

Ao ser questionado em uma entrevista sobre como foi o primeiro dia de trabalho com o lendário jogo de luta, o game designer disse que um dos filmes do ator foi utilizado como forma de improviso e que a intenção era convencer o ator a emprestar seu nome para a produção.

O primeiro dia fomos nós brincando um pouco com uma demo usando imagens de Jean-Claude Van Damme no [filme] O Grande Dragão Branco. Não tínhamos ninguém que tivesse vindo ao estúdio fazer a gravação, então tentamos convencer o Van Damme a nos deixar fazer um jogo licenciado. Fomos ao filme e encontramos uma imagem dele em uma posição, removemos o fundo e colocamos no jogo misturando as coisas. Nós meio que estávamos nos acostumando a utilizar tecnologia digitalizada, também, então isso é o que me lembro, de tentar criar uma demo para tentar convencer Jean-Claude Van Damme a nos deixar fazer um jogo baseado nele.

Tal revelação é curiosa, pois sempre soube que o Raiden havia sido inspirado em um dos servos de Lo Pan, no filme Os Aventureiros do Bairro Proibido, e quando era moleque, costumávamos dizer que o jogo do Van Damme era o Pit Fighter, já que ele tinha um personagem muito parecido com o ator belga. Porém, não sabia que o Mortal Kombat poderia ter se tornado um título licenciado e se isso tivesse acontecido, acho que a história teria sido muito diferente.

O problema é que se por um lado o jogo teria feito algum sucesso por contar com a imagem do ator, por outro tenho quase certeza que ele não contaria com os Fatalities, que convenhamos, foi o que mais chamou a atenção dos jogadores quando o game chegou aos fliperamas.

E mudando um pouco de assunto, mas continuando a falar dos golpes fatais que acontecem nos finais das lutas, Boon disse na mesma entrevista que existem certos limites que sua equipe não ultrapassa e que sempre que estão criando um novo capítulo, muitas ideias para Fatalities são deixadas de lado, simplesmente porque elas vão além do que eles consideram aceitável. Bom, a julgar pelo vídeo abaixo que reúne várias finalizações que estarão presente no Mortal Kombat X, a linha de corte deles parece ser bem alta.

Fonte: Gamespot.

relacionados


Comentários