Home » Fotografia » Pau de Selfie é líder de vendas nas compras de fim de ano

Pau de Selfie é líder de vendas nas compras de fim de ano

E o Pau de Selfie foi líder de vendas nos Estados Unidos nas festas de fim de ano. Nada mau para uma antena de Fusca adaptada para segurar o seu celular.

5 anos atrás

O selfie veio para ficar. Pelo menos por enquanto. A prática se tornou comum com a massificação dos dispositivos móveis com câmeras fotográficas, mas se engana quem acha isso uma novidade. O autorretrato é comum no mundo da pintura e da fotografia desde que estas formas de representação do mundo real foram criadas. O lance agora é que foi determinado um nome bonitinho que bombou nas mídias sociais. Aliás, falando em mídias sociais, o tal do selfie foi um rei absoluto na época do Orkut. A gente só não sabia como nomear isso. Por falta de um nome específico a maioria chamava apenas de fotografia tosca. Uma coisa para massagear o Ego.

pau_de_selfie

Porém, agora, a coisa explodiu e, invariavelmente, o sistema achou uma maneira de ganhar dinheiro com isso inventando acessórios e outras perfumarias que os usuários são levados a acreditar que são indispensáveis. Um deles é o chamado Pau de Selfie (que alguns jornais e meios de comunicação mais pudicos estão chamando de bastão ou vara de selfie), cuja existência eu comprovei em um evento que fotografei em novembro. Não sabia o que era aquilo, mas achei que fosse uma antena de Fusca adaptada para acoplar uma GoPro. Depois disso o acessório se tornou onipresente nas mídias sociais e sites de notícias.

A coisa pode ser classificada como fenômeno mundial quando temos a informação de que o pau de selfie foi líder de vendas nos Estados Unidos nas festas de fim de ano, chegando a zerar o estoque em algumas lojas. O Infomoney nos informa que várias lojas tiveram que repor os estoques duas ou três vezes antes do Natal. Existem diversos modelos do acessório, que é chamado oficialmente pelos fabricantes de monopé retrátil, que podem ser encontrados por uma faixa de preço que começa em US$ 10,00 e vai até US$ 30,00. Embora não exista uma estatística oficial, estima-se que foram comercializados centenas de milhares de acessórios e, no dia do Natal, a hashtag #selfiestick dominou o Twitter, visto que as pessoas que ganhavam o brinquedo já postavam uma foto feita com ele. Se você ficou tentado a comprar uma destas belezinhas, fique sabendo que já tem site brasileiro fazendo listas dos 5 melhores modelos para você comprar. Quem diria que uma antena de Fusca faria tanto sucesso.

Porém, se você acha que as coisas estão um pouco estranhas, fiquem sabendo que pode, e vai, piorar muito. A invenção mostrou que é possível ganhar muito dinheiro com um acessório ridículo ao explorar a vaidade das pessoas. Então, nada mais normal do que outras invenções irem surgindo até o ponto em que as próprias pessoas vão começar a ter vergonha alheia. A prova disso é que a Lenovo lançou na CES um flash exclusivo para selfie com a câmera frontal de sua câmera. O mais incrível é que as pessoas acharam isso muito legal (mais um acessório para carregar no bolso). Porém, o mais absurdo (e que estou torcendo para ser uma grande brincadeira) é o Belfie Stick, um Pau de Selfie específico para você tirar fotos do seu bumbum.

Essa aberração foi criada pelo pessoal do site ON.com, uma rede social especial para quem faz e gosta de selfies (e que possui uma versão em Português). Segundo os desenvolvedores da tecnologia, foi notado um crescimento nos últimos meses de usuários que fotografam o próprio bumbum (oh my God) então nada mais natural que fosse criado algo para facilitar a prática. Kevin Deegan, responsável pelo desenvolvimento da tecnologia, disse que foram entrevistados vários especialistas (??) em selfie para que o produto chegasse a sua forma final. O brinquedo custa US$ 79,99 e você pode encontrar o produto em pré venda nos Estados Unidos.

belfie_stick

E o que eu acho de tudo isso? Bem, as pessoas possuem o direito divino, garantido por Deus, de serem ridículas e se divertirem no processo. Vejo muita gente mau humorada criticando o pau de selfie, mas acho que isso é coisa da idade. Essas mesmas pessoas devem ter comprado os ioiôs que brilhavam, perdido horas com o vai e vem, com bambolês, e achado o máximo as molas malucas. Daqui uns anos os donos de pau de selfie vão se lembrar disso com nostalgia e perceber, finalmente, que fizeram parte de um grupo estranho, mas que não teve medo de se divertir.

Leia também:

relacionados


Comentários