Home » Cultura » Surgem mais informações do serviço de streaming do Google

Surgem mais informações do serviço de streaming do Google

YouTube Music Key, serviço de streaming do Google pode aparecer em breve fornecendo músicas, vídeos e conteúdo extra para assinantes sem propaganda

5 anos atrás

youtube-music-key

E o suposto serviço de streaming de músicas do YouTube começa a tomar forma definida. Chamado de YouTube Music Key, o serviço vai englobar o antigo Google Play Music All Access (que passará a se chamar Google Play Music Key) e fornecerá aos usuários vídeos e músicas sem propaganda e offline, ao custo de uma assinatura mensal.

Segundo as informações apuradas, o serviço assemelhar-se-á aos seus concorrentes diretos Spotify, Rdio e Deezer, entretanto ele não teria uma modalidade gratuita já que para isso o YouTube já existe. Ao custo de US$ 9,99 ao mês, o Music Key permitirá que o usuário possa ouvir áudio de vídeos com a tela desligada ou em background, bem como vai disponibilizar streaming de músicas e vídeos sem propagandas e a possibilidade de curtir ambos em modo offline.

youtube-music-key-001

Claro, não para por aí: como forma de oferecer um conteúdo de streaming aceitável e ao mesmo tempo com diferenciais, o Music Key permitirá que você tenha acesso não só a discografias completas, como também shows, remixes e covers de seus artistas favoritos. Além disso, o YouTube Music Key fará sugestões do que ouvir baseado em seu histórico, como todo bom serviço de streaming que se preze.

A assinatura dará direito a tanto o YouTube Music Key quanto ao Google Play Music Key, e cogita-se que os atuais assinantes do Music All Access terão acesso ao novo serviço automaticamente. Já para quem vem de fora, o Google oferecerá a chance do usuário experimentar as funcionalidades por 30 dias na faixa.

O grande problema dessa questão é que como o YouTube detém a faca, o queijo, o gato e o rato ela manda e desmanda, propondo acordos gordos com grandes produtores de conteúdo e vilipendiando os pequenos. A última diz respeito aos artistas indies, que ainda estão ameaçados de serem banidos do YouTube, mesmo do serviço gratuito caso não queiram aderir ao Music Key. A razão é simples: artistas menores estão recebendo ofertas menos favoráveis do Google, que está trabalhando com a carta da pressão unilateral: ou assine ou caia fora.

O grande problema é que artistas como Jack White, Artic Monkeys e monstros da música como Radiohead e Adele estariam ameaçados. Claro que isso não é bom para a imagem do Google e do Music Key, tanto que negociações estariam sendo feitas para evitar a fuga de artistas; entretanto tudo indica que o Google não quer ceder, e está trabalhando apenas para convencer os artistas a baixarem a bola e assinarem de uma vez, com o argumento “melhor pouco dinheiro do que nenhum”.

Dados esses problemas, ainda não há previsão de quando o Music Key entrará no ar, mas acredito que não vai demorar muito.

Fonte: AP.

relacionados


Comentários