Home » Games » Cultura Gamer » Twitch passa por mudanças e você não vai gostar delas

Twitch passa por mudanças e você não vai gostar delas

Twitch passa por mudanças nada legais: armazenamento de streamings é limitado, áudios protegidos por copyright serão mutados e Justin.tv é encerrado

5 anos atrás

twitch

Por um bom tempo o Twitch foi um serviço perfeito para os gamers que gostam de compartilhar suas jogatinas online de forma simples e descomplicada. Par consoles da sétima geração e anteriores você só precisa de uma placa de captura, mas para computadores há ferramentas inclusive gratuitas que permitem você realizar uma transmissão. Microsoft e Sony viram o crescimento da plataforma e fizeram do Twitch uma opção nativa tanto no Xbox One quanto no PS4.

Só que o Google chegou e aparentemente o adquiriu através do YouTube, o que despertou todos os alarmes na cabeça dos usuários do Twitch. Conhecida por adquirir e derrubar serviços como se estivesse passeando pelo parque (mesmo os dela própria não são poupados) ou mudar drasticamente seus termos e funcionalidades para adequá-los a suas necessidades, todos temiam que políticas que foram submetidas ao YouTube fossem estendidas a ele. Pois bem, as mudanças começaram a aparecer, embora não queira dizer que o Google esteja envolvido.

No mesmo dia o Twitch mudou seus termos de serviço duas vezes e não foi para melhor: em primeiro lugar o serviço não mais armazenará os streamings realizados por um período indeterminado: até então você poderia transmitir uma jogatina e manter o vídeo salvo para todo o sempre. Isso não mais irá ocorrer em hipótese nenhuma. Usuários do serviço gratuito só poderão manter seus vídeos por uma semana. Planos de 14 ou 60 dias serão disponibilizados abrindo a carteira. De qualquer forma, suas transmissões não mais serão eternas e mesmo as antigas serão removidas dentro de até três semanas.

A segunda mudança diz respeito ao maior temos dos usuários, a verificação atrás de material com copyright. A partir de agora ela vai escanear vídeos em busca de áudio protegido, seja de trilha sonora ou vindo do microfone. Isso é compreensível já que o Twitch pode ser utilizado para transmissão de videocasts, como era originalmente o The Spartan Show ou num exemplo local, é realizado o Vértice do pessoal do Jogabilidade. Caso trilhas protegidas sejam encontradas será dado o tratamento YouTube: o áudio será mutado.

O Twitch avisa que a funcionalidade só diz respeito a vídeos armazenados e não transmissões ao vivo, portanto streamings não serão derrubados por infração de copyright. Ainda assim isso é um baita problema e começa a render frutos. Como podemos ver abaixo o algoritmo é eficiente até demais, já que mutou um vídeo do próprio Twitch:

Por um lado isso pode significar que Google e Twitch realmente fecharam a negociação e as mudanças são para adequar o serviço sob o guarda-chuva de Mountain View, mas também não quer dizer que o negócio foi de fato concluído. De qualquer forma, isso pode ser o sinal de que o Twitch não mais será a maravilha que costumava ser.

Em tempo: o Justin.tv, o serviço-mãe do Twitch foi encerrado, talvez por fazer algo que o Google já realiza com os Hangouts.

Fonte: GS.

relacionados


Comentários