Home » Engenharia » Embraer E195-E2 — um dock de iPad de US$ 60 milhões

Embraer E195-E2 — um dock de iPad de US$ 60 milhões

Essa é pra mostrar que o Brasil não serve só pra praticar tiro-ao-alvo de pinguins usando satélites. Os novos aviões da família E2 da Embraer vão vir com um espaço interno lindo e conectado, digno de Steve Jobs. Clique e veja como até a área de bagagens melhorou. Sorte da Azul.

5 anos atrás

embdomal,jpg

Cockpit dos aviões da família E2 da Embraer.

Para desgosto das viúvas do Paulo Freire nem todo mundo no Brasil tem como foco tornar o país Referência Mundial em Sandália de Pneu (nota: a meta era 2014, ainda há tempo!). Algumas empresas demitem os datilógrafos, contratam engenheiros e decidem concorrer de igual pra igual. A Embraer é uma delas. Fundada em 1969, a empresa é tão boa que nem sendo uma estatal, reduto de marmotagens de sucessivos governos foi o suficiente para que ela desse errado.

Em 2013 a Embraer teve receita de US$ 5,7 bilhões e concorre com as grandes empresas de aviação. Do humilde Bandeirantes, do minúsculo Ipanema, hoje a Embraer produz aviões que batem de frente até com os da Boeing (too soon?). Quem já voou de Azul no Brasil ou em um monte de empresas de aviação regional nos EUA sabe que os pássaros dela funcionam direitinho. A nova linha E2 vai funcionar mais ainda.

embraer-splash-E195

A projeção é que comecem a ser entregues em 2018, mas já há 250 unidades vendidas, e o bicho está danado de bonito. O interior foi todo redesenhado pelo pessoal do Priestmangoode, um escritório de design de Londres, onde os estagiários ficam na coleira então não há assentos flutuantes, cúpulas  de observação e tanque de carpas no chão transparente para passar o conceito de fluidez do tempo, ou algo assim.

vlcsnap-00001

vlcsnap-00003

A nova cabine utiliza tablets no lugar daquelas telas projetadas por gente que odeia usabilidade E videogames. Todo o sistema de entretenimento de bordo passa a funcionar via Wi-Fi, para horror de quem achava que isso derrubava avião.

Os bagageiros também aumentaram, mas não pelo uso de mágica. O segredo foi redesenhar as PSUs, que como todo mundo sabe (mentira, aprendi hoje também) são as Passenger Service Units, aqueles módulos que contém luz, ar-condicionado, botão pra aporrinhar aeromoça, máscara de oxigênio e botão de ejeção (não aperte). Veja como vai ficar legal:

Embraer E2 cabin from Priestmangoode on Vimeo.

Isso é o que a gente consegue quando uma empresa de tecnologia de ponta não têm um datilógrafo em seus quadros.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários