Home » Ciência » Outro dia, outro avanço. Mão robótica com SENTIDO DE TATO

Outro dia, outro avanço. Mão robótica com SENTIDO DE TATO

Outro dia, outro avanço, mas dessa vez capricharam. Pesquisadores criaram a primeira prótese de mão com sensores de tato, transmitindo direto para nervos no braço do paciente.

6 anos atrás

LukeHand

No final de Something Something Something Dark Side, a paródia d'O Império Contra-Ataca feita pelo pessoal de Family Guy, “Luke” está recebendo sua mão robótica. Ele pergunta se está tudo ok. O dróide médico 2-1B responde: “Sim, mas pratique com um cachorro-quente antes, ou vai arrancar seu pinto”.

Por incrível que pareça, faz sentido. Algo que passa despercebido de todo mundo com número de membros acima da média é que próteses não transmitem sensações. Os usuários compensam utilizando dicas visuais e memória, mas mesmo a prótese mais avançada do mundo falharia quase 100% das vezes se o usuário tentasse pegar um ovo debaixo da mesa.

Até agora. Uma pesquisa desenvolvida pelo Cleveland Veterans Affairs Medical Center e pela Case Western Reserve University decidiu que bom não era o suficiente. Podiam fazer melhor. Com ajuda de voluntários, desenvolveram uma técnica onde implantes de longa duração foram inseridos no antebraço de Igor Spetic, um cidadão que três anos atrás perdeu a mão em um acidente com um martelete industrial.

20 eletrodos interagem com os nervos do braço de Igor. Estes recebem sinais de sensores nos dedos da mão mecânica, que ele movimenta flexionando os músculos do antebraço. O resultado? Em um experimento, com olhos vendados e ouvidos tapados para não deduzir a posição da prótese, ele tem a tarefa de arrancar o cabinho de uma cereja. Ele esmaga 9 das 15 frutinhas. Com o sistema de sensores ligados?

Assista abaixo:

Isso, meus caros, é ciência. Sem milagres, mas paradoxalmente fazendo o impossível de ontem ser a promessa de hoje e a realidade de amanhã. E mais: não é uma caixa preta, não prega conhecimentos arcanos e secretos. Todo mundo é bem-vindo para entrar, aprender, questionar, repetir e fazer melhor.

Fonte: N.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários