Home » Games » A influência de Tom Clancy no mundo dos games

A influência de Tom Clancy no mundo dos games

Morre aos 66 anos Tom Clancy , mas sua contribuição para os games será sempre lembrada por todos que gostam de um bom jogo militar.

6 anos atrás

tom-clancy

Ontem o mundo do entretenimento foi atingido com a notícia de que, aos 66 anos, Tom Clancy havia morrido. Antes de falar sobre o autor preciso revelar algo, eu nunca li um dos seus livros, mas com tantas de suas obras tendo sido adaptadas para o cinema e para os games, acho que posso me considerar um dos seus fãs.

Tendo sua carreira marcada pela criação de detalhadas histórias militares e de espionagem, Clancy vendeu mais de 100 milhões de livros e após conquistar fama, decidiu se aventurar no mundo dos games, fundado em 1996 a Red Storm Entertainment, hoje uma subsidiária da Ubisoft.

Com o primeiro jogo desenvolvido pelo estúdio sendo o pouco conhecido Politika, uma espécie de RISK/War onde terroristas atacam os Estados Unidos, a desenvolvedora só começou a chamar a atenção para valer em 1998, quando lançou o Rainbow Six, jogo tático de tiro onde controlávamos equipes de elite de todo o mundo que deveriam se arriscar em missões perigosíssimas, como resgatar reféns ou eliminar terroristas. Usando o nome de Clancy no título e possuindo uma desafiadora jogabilidade, ele logo conquistou muitos fãs, ganhando continuações e se tornando uma das franquias mais conhecidas da indústria, mas o escritor ainda tinha mais a dar aos games.

Seguindo o mesmo estilo dos Rainbow Six, veio a franquia Ghost Recon, esta mais voltada para combates em locais abertos e que consegui ainda mais sucesso, até que em novembro de 2002 o Xbox recebeu aquela que se tornaria uma das principais marcas da Ubisoft, o Splinter Cell. Apontado como o grande concorrente do Metal Gear, o jogo tinha gráficos incríveis um personagem carismático e uma jogabilidade que trazia uma série de inovações interessantes, o que gerou várias sequências e fez com que ele se mantivesse relevante até hoje.

Além desses ainda tivemos outras séries recentes que levaram o nome de Clancy, como H.A.W.X e EndWar, mas a verdade é que essa seria apenas uma maneira de levar alguma credibilidade às recriações militares que tais jogos propunham, já que o autor não estava mais tão envolvido em suas criações.

Mesmo assim, é inegável a contribuição que Tom Clancy deu aos games e todos que se interessam por intrigas internacionais ou tramas militares devem agradecer ao americano por um dia ter visto nos games uma nova maneira de contar suas histórias.

relacionados


Comentários