Home » Meio Bit » Hardware » Mapa mundial do comércio de armas. Mas somos da paz…

Mapa mundial do comércio de armas. Mas somos da paz…

Um dos negócios mais rentáveis do mundo é a indústria armamentista. O mais impressionante é que através dessa ferramenta de visualização, descobrimos que mesmo quem adora pagar de bonzinho, lucra com ela.

5 anos atrás

senhordaguerra

“Há mais de 550 milhões de armas de fogo em circulação no mundo. É uma arma para cada 12 pessoas no planeta. A única questão é: como armamos as outras 11?”

Yuri Orlov, em “O Senhor da Guerra”, 2005.

Nesse excelente documentário de 2005, o personagem de Nicholas Cage fala que seu maior concorrente são os governos. Os EUA movimentam em um dia mais armas do que ele em um ano. E é verdade. As vendas de armamento legal são muito superiores a tudo que os traficantes se esforçam em colocar no mercado.

Mesmo países ditos pacifistas lucram com armas. A Suíça em 2011 exportou 198 milhões de dólares. O Canadá, 83 milhões, Japão, 58 milhões.

O Peace Research Institute, de Oslo tabulou esses dados em um visualizador muito legal, que permite identificar as transações por ano, se são militares ou civis, se são de armas ou munições, e que países elas envolvem. Com isso percebemos que nosso discurso de país pacífico também não se sustenta:

somosdapaz

Pois é. O pacífico Brasil exportou em 2011 US$ 330 milhões, importando apenas US$ 15,9 milhões.

Os EUA, que são “os” vilões para todo comunista de butique, importaram US$ 1,19 bilhões, e exportaram meros US$ 807 milhões. Isso mesmo. Eles colocaram 2,4 vezes mais armas em circulação do que o Brasil. Nosso discurso pacifista é uma piada.

Para acessar o serviço, basta visitar o link oficial. É bem legal e uma forma bonita e eficiente de explorar uma grande massa de dados.

Ah sim. A Federação Russa só exportou US$ 137 milhões. O AK-47 pode ser a arma preferida do inimigo mas a quem vende mesmo é a Taurus.

Fonte: TFAB.


Leia mais sobre: , , .


relacionados


Comentários