Home » Games » Indústria » Para Miyamoto, pirataria é pior que comércio de usados

Para Miyamoto, pirataria é pior que comércio de usados

Shigeru Miyamoto diz que a discussão sobre jogos usados preocupa menos a Nintendo do que a pirataria.

6 anos e meio atrás

miyamoto_13.06.13

Nos últimos dias muito tem sido discutido sobre o comércio de usados e enquanto Microsoft e Sony ocuparam o centro desta arena, a Nintendo preferiu se manter observando de longe, provavelmente esperando para ver quem sairá viva desta disputa.

Shigeru Miyamoto porém resolveu dar sua opinião sobre o assunto e se muitas pessoas defendem a ideia de que os jogos usados são tão nocivos para a indústria quanto aqueles obtidos ilegalmente, o game designer mostrou uma posição contrária e na minha opinião bastante interessante:

Para nós é menos sobre os usados e mais sobre as cópias ilegais o que nos preocupa… Na verdade, na nossa visão, queremos criar jogos que o manterá jogando por muito tempo. Essa é a abordagem que sempre quisemos tomar e a melhor maneira de evitar o comércio de usados.

Eu concordo com essa linha de raciocínio de Miyamoto. É verdade que o número de pessoas que não gostam de se desfazer de seus jogos não deve ser muito grande, mas desde que a desenvolvedora se empenhe em entregar o melhor jogo possível, acredito que exista uma boa parcela de consumidores que irão querer ficar com o jogo guardado e neste sentido talvez não exista nenhuma empresa que consiga superar a BigN, afinal, quem aí de vez em quando não sente uma baita vontade de jogar um pouco do Super Mario World ou disputar uma corridinha em algum Mario Kart?

[via CVG]

relacionados


Comentários