Home » Internet » Um mês depois, Facebook Home não está muito bem das pernas

Um mês depois, Facebook Home não está muito bem das pernas

Após um mês do lançamento, Facebook Home reporta poucos downloads e AT&T já teria decidido descontinuar o HTC First

6 anos atrás

gogoni-facebook-home

Há pouco mais de um mês, Mark Zuckerberg revelou o Facebook Home, um aplicativo que altera profundamente a experiência da rede social, tornando-o um launcher completo em substituição ao normal que smartphones Android já possuem, Na época eu disse que era uma aposta arriscada, achando que seria uma camada a mais que o fabricante teria de se adaptar para seus produtos conversarem com ela.

Fui um tanto ingênuo nessa. Na verdade a repulsa veio por parte do público mesmo, e em avaliações recentes o Home está literalmente descendo a ladeira.

Segundo dados divulgados pela Google Play, o aplicativo vem enfrentando uma queda de downloads desde seu lançamento, que na última quinta-feira mal havia atingido o número de um milhão de downloads. Para todo buzz que gerou, esse número é desastroso.

Mas quem está em maus lençóis mesmo é a AT&T, que pagou para ver e fechou parceria com Zuck, a fim de lançar o primeiro aparelho com o Home de fábrica, o HTC First. Numa clara atitude de desencalhar o estoque, ela derrubou o preço do aparelho para apenas um dólar, mediante aquisição de um plano de dois anos. Considerando que ele possui conectividade 4G, é uma pechincha e tanto.

E caso tenha se interessado, é melhor correr: segundo fontes internas, a AT&T já deciciu descontinuar o aparelho e pior, vai mandar o estoque restante de volta para a HTC. Para se ter uma ideia, a operadora só vendeu cerca de 15 mil aparelhos depois do corte de preço.

Mas pode haver outro motivo: há quem diga que a AT&T não está fazendo nenhum esforço vender o aparelho, já que o iPhone 5 e o Galaxy S4 são atualmente seus carros-chefe. Há informes de que os executivos simplesmente não gostaram do Home e muito menos do HTC First, e o estariam sabotando.

Enfim, é uma situação complicada que pode levar Zuckerberg, que lançou o Facebook em sistemas mobile praticamente obrigado, odiar ainda mais a plataforma.

Fonte: TC, aqui e aqui.

relacionados


Comentários