Digital Drops Blog de Brinquedo

Conheça Westeros e detalhes de Game of Thrones como se você estivesse no Google Maps

Por em 21 de abril de 2014

westeros1670

Nós já mostramos pra vocês como visitar virtualmente a TARDIS, a nave espacial/máquina do tempo/torradeira/limpa chifre/facas Ginsu do seriado Doctor Who, através do Google Street View. Para quem não conhece, basta acessar este link.

Depois de uma semana turbulenta e cheia de discussões sobre Game of Thrones, nada melhor que um passeio por terras distantes para ficar longe de spoilers, certo? Ou não, se é pra saber, melhor saber tudo de uma vez.

Bem, de qualquer forma, aqui está uma mapa interativo de Westeros, Sothoryos e Essos, continentes fictícios criados por George R.R. Martin em sua obra As Crônicas de Gelo e Fogo (A Song of Ice and Fire) e fantasticamente retratados na série de TV Game of Thrones.

continue lendo

emDestaques Entretenimento Google Web 2.0

Entenda o que é esse tal de Heartbleed e saiba quais senhas você deve trocar

Por em 10 de abril de 2014

Heartbleed_N670

A essa altura do campeonato você já deve ter ouvido falar do bug chamado Heartbleed, certo? Ele é um bug de computador que, com ondas magnéticas, causa hemorragia em seres humanos. Mentira.

O negócio é muito sério e eu, como um dos autores mais sérios do Meio Bit, vou explicar aqui porque é que essa porcaria é de fato um dos piores pesadelos que a internet já passou — e está passando.

Long story short: o Heartbleed é como ficou conhecida uma vulnerabilidade do OpenSSL que atinge, portanto, milhares de servidores do mundo todo, inclusive de serviços que você usa todos os dias, como Facebook, Instagram, Pinterest, Tumblr e Google.
continue lendo

emComunicação Digital Destaques Dicas Internet Linux Open-Source Produtividade Segurança

Game developer teria faturado mais de US$ 100 mil criando objetos para jogos com o Player Studio

Por em 10 de abril de 2014

concept_render_zpsd178f0d0

Para quem não conhece, o Player Studio é uma plataforma lançada em 2012 que permite que os próprios jogadores façam downloads de modelos 3D e várias formas geométricas, aprendam como eles são construídos e consigam desenvolver seus próprios objetos e assets para os jogos da Sony Online Entertainment, como o EverQuest, Everquest 2 e PlanetSide 2.

Se você tem habilidades pra desenhar e modelar em três dimensões, e quer se aventurar pelo mundo do desenvolvimento de games, recomendo dar uma olhada na ferramenta, além de ler as guidelines e o roteiro de cada um dos jogos, não é muito complicado.

Mas é importante saber logo de cara que não adianta querer criar uma bazuca de raios laser pra um personagem de um universo medieval, ou um estilingue para um personagem futurista, certo?

continue lendo

emCultura Gamer Destaques Indústria Software

Cortana: o Google Now do Windows Phone, só que melhor!

Por em 2 de abril de 2014

cortana670

Hoje a Microsoft apresentou seu serviço de assistência pessoal da futura versão do Windows Phone. Trata-se de um software que reconhece comandos de voz e ajuda o usuário com diversos recursos personalizáveis.

Para delírio de muitos fãs de Halo, sim, o computador por trás desta inteligência artificial será a Cortana.

Para quem não está familiarizado com a moça, trata-se de um personagem fictício, presente nos jogos Halo: Combat Evolved e suas sequências Halo 2, Halo 3 e Halo 4.

Quem dá a voz à Cortana é a atriz Jen Taylor, que já participou também de Left 4 Dead e interpretou os diálogos da Princesa Peach, Toad e a Toadette em vários jogos do Mario, além de papéis de Puck, Lina, Windranger e Medusa em Dota 2.

continue lendo

emComputação móvel Destaques Google Microsoft Software

[1º de abril] Depois do Android Wear, vem aí o Android Underwear

Por em 1 de abril de 2014

androiduw

Há algumas semanas, publiquei um texto aqui falando que o Google tinha apresentado o Android Wear, um sistema operacional para gadgets vestíveis, vocês se lembram?

Logo em seguida, a Motorola apresentou seu promissor Moto 360, um relógio que utilizará a nova tecnologia do Google.

E hoje os engenheiros de Mountain View apresentam ao mundo o fantástico Android Underwear!!!

Trata-se de um conjunto hightech de peças de roupa de baixo, como cuecas e calcinhas, que trazem embutido o novo sistema operacional para gadgets vestíveis.

continue lendo

emComputação móvel Google Mundo Estranho

Google deixa você capturar Pokémons no Google Maps

Por em 31 de março de 2014

Para contextualizar, assista o vídeo acima e depois continue lendo.

Pois é, minha primeira reação foi: “Ah, primeiro de abril, certo?” – Então… mas aí o curioso que habita este ser que vos escreve resolveu abrir o Google Maps no smartphone para ver do que se tratava a brincadeira.

continue lendo

emCelulares Computação móvel Destaques Google Internet Nintendo Web 2.0

Mãe e filha aprendem juntas que não existe controle sobre o compartilhamento de fotos na Internet

Por em 26 de março de 2014

1-iwOMZvGByQN9649O99WGXg

Ah, a Internet. Essa entidade/ambiente/universo no qual pessoas podem manter contato a quilômetros de distância, podem evitar contato a metros de distância, ideias e informação podem circular livremente – às vezes – e no qual pessoas de opiniões opostas debatem por horas e horas sem chegar a lugar algum.

É também um espaço para idolatrar gatos, para bradar que ateus são adoradores do demônho, que tal partido político é o responsável por algo grotesco, sem ler à respeito de quem é de fato o culpado, nem se existe culpado, nem se algo errado foi feito e sequer saber o que significa a palavra “grotesco“. O importante é compartilhar, dar like. Aprender e adquirir algum tipo de cultura de fato é algo secundário.

Mesmo com a aprovação do Marco Civil, que lista direitos e deveres de pessoas físicas e jurídicas que utilizam a Internet no Brasil, podemos dizer que a Web, de forma geral, é terra de ninguém. De certa forma. Ok, nem tanto, mas uma coisa é certa: ninguém tem controle do que é postado na Internet.

Uma foto pode passar a ser compartilhada centenas de milhares de vezes, e a pessoa que publicou a imagem original não vai conseguir impedir essa corrente digital na base do “não gostei, apaga“. Tem gente que apela pro “Foi Ráquer”, mas fica a critério de cada um ponderar a respeito.

Dona Hudson, uma mãe do Colorado, nos Estados Unidos, resolveu explicar isso pra filha, Amia, que tem apenas 12 anos. A garota queria criar contas no Instagram e Facebook. A mãe disse que ela não poderia ainda ter perfis nestas redes sociais, pois sua imagem poderia ser exposta e utilizada indiscriminadamente.

continue lendo

emComunicação Digital Destaques Internet Notícias Web 2.0