Home » Games » Faça você mesmo um Game Boy que emula vários videogames com Raspberry Pi

Faça você mesmo um Game Boy que emula vários videogames com Raspberry Pi

Gosta de eletrônica e videogames portáteis? Que tal aprender a montar um emulador de vários consoles clássicos, num case do Game Boy, utilizando um computador Raspberry Pi e um pouco de solda?

6 anos atrás

super-John-Hassl670

Tem aí uma impressora 3D ou um case de Game Boy disponível? Que tal exercitar seus conhecimentos de eletrônica e fazer um emulador de diversos consoles com Raspberry Pi e Retropie?

Exatamente. Esse computador do tamanho de um cartão de crédito é poderoso o suficiente para rodar emuladores de videogames clássicos.

Estamos falando aqui de poder jogar desde títulos de diversos Game Boy, Nintendinho, Master System, Game Gear, mas também jogos portados para o Linux, como Doom e Duke Nukem.

Certa vez eu disse que esta é de fato a era dos videogames feitos em casa. E as coisas parecem que não mudaram muito desde então.

Já podemos encontrar online facilmente algumas ideias que se baseiam no Raspberry Pi, como um console portátil, um arcade miniatura e até mesmo um Game Boy gigante.

Falando nisso, recentemente o portátil clássico da Nintendo completou 25 anos! E eu lembro quando esse produto foi lançado, o que me faz me sentir velho. Mas cabelos brancos à parte, a verdade é que esse era o sonho de boa parte das crianças e adolescentes da época e presente certo para os mais abastados.

O que me faz pensar como as crianças de hoje reagiriam à ele. Vale, portanto, a menção então deste vídeo:

TheFineBros — Kids react to Game Boy

Bom, já que é ano de festa para os fãs desta plataforma, nada mais esperado que surjam projetos “faça-você-mesmo” de fãs desmontando e montando o Game Boy.

Se você quiser entrar na brincadeira, vou listar aqui algumas ideias que vão te ajudar.

Primeiramente, é preciso decidir se você vai imprimir o case do videogame ou utilizar um Game Boy usado.

Se você escolher a primeira opção, este site tem o link para os arquivos STL que você vai utilizar para imprimir.

Ele ainda conta com um passo-a-passo bem bacana, com os diagramas dos circuitos, conexões dos cabos e ainda mostra como usar um controle do SNES para montar os botões do portátil DIY:

gaming_3d-parts

gaming_circuit-diagram

gaming_controller-board-parts

gaming_controller-board-inside

gaming_wire-_7-DOWN-tweezer

Agora, se você tem aí um Game Boy parado em casa, que não esteja funcionando, ressuscitá-lo pode ser um passa-tempo divertido. Claro, depende de quão geek de tecnologia você é.

A real é que se você chegou até este parágrafo, possivelmente você seja. E entenda isso como um elogio.

Bom, um entusiasta de tecnologia chamado John Hassl mostrou como montar o que ele chamou carinhosamente de “Raspberry Pi Super Game Boy 64 Extreme whatever!”, renomado posteriormente para “Super Mega Ultra Pi Boy 64 Thingy Build”.

O que me deu uma ideia como como vou chamar meu filho se um dia eu tiver um. Mentira.

Por comodidade, vamos apelidar o projeto de “Super Pi Boy”.

Só o fato do nosso amigo John milagrosamente fazer caber o Raspberry Pi e a nova tela dentro do case original do Game Boy já é motivo de palmas. Considerando as limitações, ele fez um excelente trabalho.

Pra “achar” esse espaço, ele teve se livrar do compartimento da bateria, o que não impactou a ideia original, uma vez que ele já pretendia usar uma bateria USB externa. Pessoalmente acho uma escolha duvidosa, mas o videogame ainda assim pode ser considerado portátil e fica simples recarregar a bateria.

wp_20140718_0021

wp_20140713_0041

wp_20140713_003-copy1

O geek também usou o sistema customizado Retropie para executar os emuladores. Além disso, ele adicionou dois botões na parte traseira que funcionam como page up page down do menu.

Veja como ficou o Super Pi Boy em funcionamento:

Claro que a graça destes projetos, muito mais do que simplesmente se entreter com os jogos destes videogames, é se divertir montando um console portátil customizado.

Se você montar um, ou possui algum projeto parecido, deixe um comentário aqui pra gente.

Se não possui, a hora é agora. Mãos à obra!

Fontes: TechCrunch e XT.

relacionados


Comentários