Ciência
Ciência
Digital Drops Blog de Brinquedo

SciCast #40 — Aquele com as pirâmides

Por em 1 de agosto de 2014

SciCast_MP3Cover

Uma civilização que teve início no continente africano, numa área de deserto, há 5 mil anos. Não parecia muito promissora e provavelmente não sobreviveria sem um importante fator: o maior rio do mundo, para suprir suas necessidades. O Rio Nilo, não sem motivos, tornou-se essencial (e sagrado) para o povo do Antigo Egito, essa relação entre eles transformou-se numa bela história, que pode ser refletida na frase “O Egito é a dádiva do Nilo”, do historiador grego chamado Heródoto.

Finalmente um SciCast sobre ciência de verdade, Ufologia. NÃO, MENTIRA! Hoje JorgeRonaldoBárbara, EstrelaMatheus (Prof. Barbado) e Marcelo (Guaxinim). vão falar sobre o Egito Antigo, com direto a muitas piadas infâmes (verdade), pirâmides voadoras (mentira), faraós (mentira), Iron Maiden (verdade), strip poker (mentira), gente fingindo ser deus (verdade), gatos de botas (mentira) e BINGO!

Assine o SciCast e visite o hotsite para mais informações e links relacionados.

continue lendo

emBrasil Destaque Geologia Podcast SciCast

Google Glass na sala de cirurgia? Sim, em Stanford

Por em 31 de julho de 2014
knee-surgery-google-glass-streaming

Dr. Christopher Kaeding, cirurgião ortopédico do Ohio State University Wexner Medical Center utiliza o Google Glass para fazer streaming para outros médicos de cirurgia no joelho em uma mulher de 47 anos, realizada em agosto de 2013

Enquanto alguns torcem o nariz para o Google Glass, outros vem as infinitas possibilidades que o gadget pode trazer não só para compartilhamento de informações, bem como auxílio em situações do dia-a-dia para profissionais de saúde e resgate. Nós já vimos o caso do bombeiro que está programando um app dedicado, bem como o hospital-escola de Boston que utiliza o gadget para acessar prontuários médicos sem ter que tirar os olhos do paciente.

Qual seria o próximo passo? Cirurgia assistida à distância, claro.

continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Destaque Google Hardware Medicina Planeta Sem Fio Software

Nova técnica pode quadruplicar capacidade das baterias de lítio

Por em 31 de julho de 2014

battery-001

Todos nós gostaríamos que nossas baterias durassem mais, isso é fato. A verdade é que nossos dispositivos evoluíram mais rápido do que elas podem dar conta, e sob meu ponto de vista o pessoal que reclama “mas meu Nokia tijolão durava dias longe da tomada” não sabe o que diz. Tudo bem, é verdade, mas ele basicamente não fazia nada além de realizar ligações. Snake, talvez.

Nós andamos com computadores portáteis cada vez mais potentes nos bolsos, é evidente que eles consumam mais energia. Não há muito espaço para onde elas possam crescer sem comprometer o design (a Apple que o diga, a bateria do iPhone 5s possui apenas 1.560 mAh), então o caminho é pesquisar novas formas de tornar as baterias mais energeticamente eficientes. Nisso uma equipe de pesquisadores de Stanford veio um uma técnica que se mostra promissora.

continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Energia Hardware Planeta Sem Fio

Da série “Estudante de Design acha que salvou o mundo” — Parte MMCXVIII

Por em 30 de julho de 2014
facepalmtree

Sim, uma árvore de facepalms. Tem a ver.

Eu sei, eu sei, vai soar como negativismo, mas a realidade é que se você tem um mínimo de pretensões profissionais, é preciso ter o pé no chão e fazer seu dever de casa. Estudantes de Design são especialistas em não fazer isso, e se saem com as idéias mais esdrúxulas, se refugiando na justificativa de que estão apenas “experimentando conceitos”. Isso é uma enorme perda de tempo, que resultam em bobagens como este BMW conceitual desenhado por um sujeito que não tem a mínima idéia das Leis que definem como um carro deve ser NEM tem qualquer apreço por outros seres humanos, visto que um atropelamento por essa belezinha resultaria em um esquartejamento traumático nível Darth Maul.

Ou então esta IMENSA bobagem abaixo, que fez milhares de retar-digo, comentaristas de portal se derreterem em elogios dizendo UAU, EU QUERO, etc, sem se preocupar em COMO a desgraça levitava. Imagino que seja por obra e graça de Nosso Senhor Jesus Cristo.
continue lendo

emBiologia Destaque Destaques Energia Espaço Hardware Miscelâneas

Assista o Padre Voador 2 — a Missão

Por em 28 de julho de 2014

Ariane_5_in_the_BAF_ready_for_transfer_to_the_launch_pad_fullwidth

Ok, pra ser justo dessa vez o padre não vai usar balões, vai voar em um foguete Ariane 5ES, um monstro do tamanho de um prédio de 15 andares, pesando 760 toneladas. Isso tudo colocará em órbita quase 7 mil kg de suprimentos para a Estação Espacial, entregue em mãos pelo sacerdote jesuíta Georges Lemaître. Ele é o 5º homenageado pela Agência Espacial Européia, batizando a nave cargueira ATV-5. Antes vieram Albert Einstein, Edoardo Amaldi, Johannes Kepler e o primeiro, o mui apropriadamente batizado ATV-1 Júlio Verne.

O Automated Transfer Vehicle é o equivalente europeu da russa Progress e da americana Cygnus, A Dragon como tem capacidade de pouso, está em outra categoria.

Georges Lemaître é uma excelente escolha. Padre e astrônomo, É considerado o Pai do Big Bang (sorry, Jeová) tendo proposto o conceito de “átomo primordial” em 1927. Pois é. No tempo de vovó mocinha um padre não só estava confortável com o conceito de um Universo com bilhões de anos, como foi o autor de um dos conceitos que explicava isso. É uma figura a ser respeitada, ao contrário dessa gente aqui.
continue lendo

emDestaques Espaço Hardware

Que tal um robô para torcer por você no estádio?

Por em 28 de julho de 2014

2014072820140727-231938-83978911.jpg

O Hanwha Eagles, um time de baseball da Coreia do Sul está se valendo de um stunt bem curioso para chamar a atenção para si e ao mesmo tempo permitir que torcedores possam apoiar seu time à distância de forma mais dinâmica: ela introduziu uma série de robôs-acatares, chamados de “fanbots”.

continue lendo

emComunicação Digital Destaques Entretenimento Hardware Internet Miscelâneas Propaganda & Marketing Robótica Web 2.0

Cientistas russos sem-querer dão início à raça dos Reptilianos

Por em 26 de julho de 2014

repteis

Você acha que o Satélite do Amor era só coisa do Lou Reed ou do Mystery Science Theater 3000? Se enganou. Tem a ver com a Rússia, mas calma, não é uma garçoniere (perguntem a seus pais) orbital do Putin, mas um experimento científico válido. No caso é um satélite Foton-M4, último de uma longa série criada pelos russos para estudos de médio prazo dos efeitos da gravidade em materiais terrestres.

Esse em especial leva 850 kg de experimentos, incluindo 5 geckos, um lagartinho da família das lagartixas. A idéia era estudar durante alguns meses como a ausência de gravidade afetava a reprodução dos geckos, mas antes que você se anime com a idéia de uma orgia de répteis no espaço, aviso que a proporção era meio sacanagem: 4 machos e uma fêmea. Pelo visto os russos não viram Dr Strangelove.
continue lendo

emBiologia Destaques Espaço Hardware