Google Currents: quase, mas não totalmente, inteiramente diferente do Flipboard

 
A reação Macfag normal é desconsiderar o Google Currents como mais uma das versões kibadas do Flipboard, ignorando-o e mantendo a pureza racial do iPad, mas o que parecem imperfeições são na verdade diferenças de filosofia, e o Currents tem tudo para se tornar uma excelente aplicação nos tablets da vida, lado-a-lado com o Flipboard.
 
O Currents ainda está numa versão preliminar, então é preciso perdoar alguns erros básicos, como a falha na integração com o Google Reader, mas mesmo assim ele já atendem bem a necessidade que se propõe suprir.
 
A idéia aqui é um agregador de informação voltado para conteúdo, não quantidade. As fontes de informação são poucas mas de qualidade. O foco também difere do Flipboard, que essencialmente é um agregador de twitter com recursos para lidar com RSS. O Currents é um agregador de blogs e sites.

 
 
 

Ao contrário da maioria dos agregadores semelhantes há um cuidado na apresentação do conteúdo, mesmo que não haja uma fofoletização da interface como no Flipboard. Só isso já elimina viúvas e órfãs, as grandes vilãs dos layouts automáticos.
 
O Google está pensando alto, a ferramenta já está pronta para lidar com assinaturas e outras formas de venda de conteúdo, embora tudo no momento seja gratuito. 
 

O Currents, claro, é altamente social. O destaque é pro Google+ mas é possível compartilhar o conteúdo nas redes principais, enviar por email, Twitter, etc.
 
Se você é usuário do Flipboard e começar a usa o Currents sem ler este aviso provavelmente irá odiar. É a diferença de filosofia que falei; o Currents é feito para leitura offline. A idéia é que todo dia ele atualize a sua biblioteca de fontes de informação e então, independente de ter 3G ou WIFI, poder acessar aquele conteúdo.
 
O Flipboard dá a ilusão de ter esse recurso, mas ele só cacheia uma pequena parte do conteúdo. o Currents irá baixar tudo. 
 
O preço a pagar é que isso demora, ainda mais se você tiver um link vagaba como o meu. A espera compensa, ainda mais quando você está em um aeroporto sem WIFI e com seu vôo pra lá da ilha de Lost.
 

Por falar em preço, o Currents é gratuito, existe pra IPad e pra tablets Android e há toda uma boa-vontade do Google para quem quiser publicar conteúdo pra ele. Idéia aliás muito recomendada.
 

Links úteis:

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar
  • Walter Andrade

    Cardoso, vale comentar que por algum motivo estranho qualquer, o Currents ainda não está oficialmente disponível no Brasil… para testar temos que baixar o apk de outras fontes, que não o Market.

  • Anônimo

    Eu instalei o Currents com o Apk disponibilizado por alguns sites mas tinha alguns problemas. No meu Milestone com Android 2.2 ele não remove posttagens de fontes deletadas, não sincroniza automaticamente mesmo configurando e o principal problema foi que ao abrir uma “noticia” ele abre com um zoom em cima do texto e sem poder fazer o scroll que ele volta pro mesmo lugar e ao diminuir o zoom com um toque duplo a fonte fica pequena demais, mesmo estando configurada como grande. Parece que abre como se eu tivesse un tablet pois é bem diferente do vídeo divulgado.

    Como tinha vários MB eu deletei e uso o Feedly que funciona razoavelmente aqui, embora no PC eu ache horrível.

    • A Versão pro iPad funciona perfeitamente. Bom ver que o Google tem prioridades.

      • Ei rapaz, a versão do Market está sem esses bugs relatados e funciona muito bem!
        Bom, com certeza não é prioridade do Google garantir que Apks clandestinos funcionem…

        • Anônimo

          A versão do Market não está disponível pra aparelhos fora dos EUA. Tentei usar o Market Enable mas não consegui mesmo com o reggae and root. Quem dera o Android Market tivesse a liberdade da App Store. Arranjei 2 apks de versões diferentes 1.0 e 1.01 (que eu me lembre) e ficou a mesma coisa.
          Procurei e não achei ninguém com esses problemas com a versão disponibilizada no XDA developers que eu peguei.

  • Vale lembrar que apesar de não integrar com o Reader, o Currents consegue puxar os feeds pra sua Library, bastando clicar em Add More > Google Reader.

  • Louise Costa

    Gostei do título, me lembrou O Guia do Mochileiro das Galáxias. 😀

  • Harlley Sathler

    Estou usando no meu nook color desde o dia em que li a respeito dele (acho que no dia do lançamento). Está funcionando perfeitamente, com todas as minhas fontes do Reader importadas nele. Mas a questão das prioridades do Google é mesmo algo curioso. Alguém consegue explicar por que o GMail no iOS tem a interface tão mais polida do que no Android? Não consigo entender. O sistema do robozinho está bem difundido (mesmo rodando até na torradeira) e compete pau a pau com a Apple e mesmo assim alguns produtos do Google funcionam melhor na concorrência que em seu próprio sistema?

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Walmart, Cupom de desconto Ricardo Eletro, Cupom de desconto Extra, Cupom de desconto Adidas, Cupom de desconto Submarino, Cupom de desconto Americanas, Cupom de desconto Casas Bahia