Paypal no Brasil? Ainda não

Há uma certa histeria entre os usuários e admiradores do PayPal em torno da atenção dada ao país nos últimos tempos. Existe até quem afirme que o site veio para o Brasil ou está vindo, o que é verdade apenas em parte.

Desde que eu comecei a entrar no mercado de comércio eletrônico (sou um desenvolvedor semi-aposentado, em um sabático indefinido), ouço a história dos esforços feitos pelo PayPal para entrar em nosso país. Uma das iniciativas todo mundo acompanhou, com a parceria do eBay (dona do PayPal) com o MercadoLivre e lançamento do serviço MercadoPago, restrito ao site. A parceria acabou em 2006 e o serviço de pagamentos não deslanchou.

Nesse meio tempo surgiram algumas iniciativas de gateway e de pagamento online, entre eles o BRPay que virou PagSeguro ao ser comprado pelo UOL e o MoIP, um projeto acadêmico que virou produto para o iG e IdeasNet, só para citar os mais conhecidos e atuantes. Esses produtos estão crescendo, englobando mais serviços e clientes, estão presentes cada vez mais no e-commerce tupiniquim. E o PayPal?

O PayPal está presente em quase todo país civilizado, integra diversas formas de pagamento em várias moedas diferentes, tem uma base de clientes invejável sem falar nas lojas que o aceitam. Já extrapolaram para o mundo físico, com cartões de débito e crédito, aceito normalmente em lojas físicas e interagindo diretamente com sua conta online. E no Brasil? Nada disso está disponível, infelizmente. Aqui só podemos sacar dinheiro para nossa conta bancária ou cartão de crédito internacional, fazer pagamentos e transferências entre contas PayPal, além de todo o resto que já estava disponível.

O fato de o PayPal estar com o site (quase) todo traduzido para o português, ter atendimento telefônico 0800 em português, trabalhar com a moeda brasileira (não como principal, que continua sendo o dólar) e poder fazer transferências (só saque por enquanto) para contas brasileiras, não significa que a empresa tenha entrado no país, sequer que irá entrar tão cedo.

Sobre o site .BR

O domínio PayPal.com.br está registrado em nome da empresa TRITUKA UNIPESSOAL LDA, que está registrada sob o CNPJ 08.720.991/0001-99, empresa criada em 2007, segundo a Receita Federal, que tem como natureza jurídica “empresa domiciliada no exterior” (endereço de Lisboa / Portugal), atividade principal “Agente de propriedade industrial” e secundária “Atividades de consultoria em gestão empresarial, exceto consultoria técnica específica”.

Resumindo, a PayPal contratou uma consultoria portuguesa com representação no Brasil para ajudá-los nos mecanismos legais ou simplesmente alugou o redirecionamento de domínio que a tal Trituka comprou primeiro? Procurando no Google, encontrei referências para a Trituka em moda (?), representando a marcar Lycra e uma referência sobre empresas virtuais (taí, pode ser essa a charada). Lembrando que o domínio foi registrado em 2004 e na época estava em modo “parking”, além disso a tal empresa portuguesa possui diversos domínios .com.br de sites famosos, como LastFM e BestBuy.

Pessoalmente, acho ótimo que o PayPal esteja vendo o mercado brasileiro com bons olhos e fazendo esforços para atendê-lo, mas não tenho esperanças de que a presença real da empresa no Brasil, com opções competitivas, facilidades de recebimento e pagamento, além da extrapolação para o real com os cartões, se dê tão cedo. O mercado financeiro sistema bancário brasileiro é extremamente complexo e fechado, provavelmente o motivo pelo qual o PayPal ainda não tenha colocado os dois pés em solo brasileiro.

Autor: Manoel Netto

Baiano, morando em São Paulo, casado, começou a escrever em blogs por conta de sua paixão por tecnologia, em 2006. Atualmente já tem uns 6, escreve em mais uns 3 e não sabe como encontra tempo para outras coisas.

Compartilhar
  • Diavolul

    Manoel eu só discordo da parte final em que voce enumera, como razão para o Paypal não aportar aqui, termos um sistema financeiro complexo e fechado.

    A complexidade do nosso sistema financeiro não se compara ao que há na Europa, por exemplo, que mesmo sob moeda única ainda tem as peculiaridades pertinentes a cada país e quem quiser entrar nesse mercado tem que observálas, seja em questões de tributação, burocracia, saúde financeira dos mercados, etc. Acaba sendo muito mais complexo para uma empresa desse porte atuar na Europa do que no Brasil.

    E fechado nosso sistema não é faz tempo, se fôssemos uma economia fechada não teríamos investimento estrangeiro recorde mesmo em tempos de crise econômica mundial. Lógico que há muita burrocracia (sim, com dois ‘r’), mas o fator que mais assusta as empresas e investidores estrangeiros é a tal da ‘insegurança jurídica’, ou seja, a mudança de regras no meio do jogo, e nesse ponto o Brasil está bem mais maduro do que há alguns anos.

    Se eu fosse chutar uma motivação que emperrasse a vinda do Paypal para o Brasil eu apontaria a incipiência do nosso mercado on line, que tem crescido muito mas ainda é pequeno. Segundo o Comitê Gestor da Internet no Brasil só 16% dos que têm acesso à internet fazem compras online. Até 2008 61% dos brasileiros sequer tinham entrato em contato com a internet. Isso mostra que é sim um mercado promissor mas que ainda está engatinhando, talvez isso explique a prudência do Paypal em registrar através de terceiros o domínio paypal.com.br sabendo que mais cedo ou mais tarde eles aportarão em terra brasilis (quem sabe até comprando o Pag Seguro?) mas que consideram ainda prematuro entrar de sola em nosso mercado.

    abcs

    • thE Masterkey Blaster

      Por falar em 61% dos brasileiros não terem acesso a internet (em 2008), vc viu que o governo deu uma recuada naquele negócio da banda larga? 🙁

      Eu acho que o pessoal do Paypal tem mais é medo de não valer a pena os esforços e gastos. Não se pode esquecer que os bancos brasileiros são considerados tão seguros quanto (ou talvez até mais que) os do exterior, mas ainda assim, são campeões de problemas on-line por culpa do BIOS.

      ____________________

    • Diavolul,

      Quando falo do mercado “fechado”, me refiro ao sistema bancário. Nos EUA, por exemplo, qualquer esquina tem um banco, independente e atuando no mercado. Existem sistemas de transferências bancárias que custam US$ 0.30 por transação (Os DOCs e TEDs daqui chegam a custar R$ 15,00 ou mais) que são contratados facilmente por esses mini-bancos.

      Aqui no Brasil, para atuar bem nesse mercado, você precisa ser uma empresa financeira. Para usar o sistema bancário que possibilita essas transações inter-bancos, é preciso desembolsar mais de R$ 100.000,00 de prima e mais uma grana de mensalidade. Por isso não temos por essas bandas um sistema bancário mais aberto, onde empresas pequenas possam concorrer oferecendo certos tipos de transações apenas.

      Ok que a cultura de compras online no Brasil ainda é pequena comparada aos EUA e alguns países da Europa, mas o nosso país é um dos que mais acessa Internet banking, tem potencial e mercado suficiente para justificar um escritório local. Não creio que isso seja limitante, se fosse, não teríamos tantos países minúsculos, com o mercado menor que o Brasil e presença do PayPal há muitos anos.

      Será que os bancos brasileiros não estão mexendo pauzinhos para impedir essa entrada?

      Abraço

      • Diavolul

        eu não diria que nosso mercado bancário (que é diferente de dizer ‘mercado financeiro’) seja fechado. Pra mim ele é concentrado, e existem diferenças. Se ele fosse fechado, não teríamos bancos espanhóis, holandeses e ingleses disputando pau a pau o consumidor com bancos nacionais. Mas ele é muito concentrado no sentido de que há pouca oferta e se há demanda e pouca oferta então os preços tendem a ser mais altos, claro. Para o Paypal e qq outra empresa que queira atuar na área financeira de maneira geral acredito que não haveria grandes problemas em firmar parcerias com o sistema bancário, não vejo o Paypal como concorrente direto desse sistema, então não vejo porque haveria um boicote do sistema contra o Paypal.

        E com certeza nosso mercado é promissor, mas para ser um mercado maduro e robusto ainda vai legar alguns anos. Poucos anos.

        abcs

    • [quote]Segundo o Comitê Gestor da Internet no Brasil só 16% dos que têm acesso à internet fazem compras online. Até 2008 61% dos brasileiros sequer tinham entrato em contato com a internet.[/quote]

      Eu conheço gente que compra com cartão em banca de camelô da Uruguaiana, mas não compra pela Internet, pois é inseguro. 😕

  • Saint-Clair Stockler

    O PayPal está presente em quase todo país civilizado” – isso diz tudo. Sem contar que em nenhum outro lugar do mundo os bancos têm o poder que têm aqui. Não sei, mas será que interessa a eles que uma empresa como o PayPal passe a atuar no Brasil?

    • Eu também acho que é mais por aí, Saint-Clair. O sistema bancário daqui é de um grupinho que detem o poder e as regras do jogo. A entrada de um player como o PayPal pode ser visto por eles como uma ameaça.

      Exemplo: Nós dois temos conta no PP. Eu deposito uma grana pelo Banco do Brasil em minha conta PP, transfiro pra sua conta PP e você solicita o saque em sua conta Unibanco. Acabamos de fazer um DOC e você só pagou R$ 3,00 por isso (em um banco, pode ser de 8 a 15 reais). Se as regras fossem as mesmas dos EUA, a transação sairia “de grátis”.

      Abraço

      • Saint-Clair Stockler

        É verdade, Manoel. No Brasil, os bancos – que são o único tipo de organização que sempre dá lucros, e lucros altíssimos! – agem como uma única família de mafiosos (politicamente correto: cartel). É claro que não vão querer mais ninguém entrando nesse jogo pra dividir a bolada, né?  😉

  • Sebastiao coelho

    a única coisa que queria era abastecer minha conta paypal com boleto bancário ou cartão nacional.

  • Wallacy

    O Arruda foi preso, é o que importa! 😛 }:)

     

    Bem, acho que hoje em dia o PagSeguro agüenta as pontas por essas bandas. O que mais falta nesses sistemas para nós Brasileiro é uma forma transparente para fazer parcelamentos. Me lembro da época que o Sendep ainda funcionava eu fiz um parcelamento em 36x por lá, funcionou direitinho. Lembro-me que isso foi possível com um simples contrato com a visanet (agora Cielo), tanto que o processo de parcelamento era feito direto pelo site do visanet.

     

    Uso e gosto muito do PayPal, porém não me importo nem um pouco em usar também o PagSeguro ou similar (no mercado nacional é claro), porém o acho essencial é a opção de parcelamento.

    • Saint-Clair Stockler

      Arruda solto com habeas corpus do STF em 3… 2…  }:)

    • Diavolul

      Arruda foi preso?

      Não tema, com Gilmar Mendes não problema!!!!

      Gilmar Mende$, e$$e é me$mo um amante da$ liberdade$ individuai$.

       

      • Saint-Clair Stockler

        Foi. Mas não por muito tempo, se é que me entende… 😉

    • Wallacy,

      Um dos grandes problemas que o Sendep enfrentou quando estava ativo, foi a resistência do sistema bancário. O exemplo que citei do DOC num comentário acima foi exatamente o que um gerente do Banco do Brasil falou para o responsável pela parte financeira do Sendep, ao recusar o contrato de pagamento digital (a solução foi mudar de agência).

      Eu fui o principal desenvolvedor responsável pelo Sendep, essa é uma “inside information”. Saí de lá mais ou menos 1 ano antes de quebrar totalmente e encerrar suas atividades. Não resistiu às altas taxas bancárias e falta de investimento do proprietário.

      Abs

    • Tasouza

      eu uso o pagseguro e gosto muito dele para compras nacionais ele e otimo, para as internacionais eu utilizo meu cartão de credito santander com anuidade gratis 🙂

  • Acho que eles vao colocar os dois pés no Brasil sim! Mas vai demorar alguns anos ainda..

  • Não é dificil, todo mundo que conheço que importa produtos procura o selo do PayPal para ter certeza de estar comprando um produto e poder recebr em casa sem problemas.

  • Pode ser que o paypal não tenha vindo totalmente,mais só de poder fazer transferencia para contas bancarias no brasil já foi quase que um milagre :O

    Agora quando recebi o email dizendo que tinha suporte em Português fiquei feliz,apesar de demorarem muito para acontecer só falta agora o alertpay também fazer o mesmo.

  • erro

  • BAXAR CD BANDA MURUNDU  AO VIVO CAVALO DE FERRO musica  brasileira da mpb , pop

     

    Download link megauploud  <link> http://www.megaupload.com/?d=A12FRRNH