NASA está literalmente inventando a roda

curiosity-1641mh0002640000602970e01_dxxx_e50sn40-780x650-z_fig1

A Curiosity é uma missão extremamente bem-sucedida. Pousando em Marte em 6 de agosto de 2012, o robô tinha uma missão primária estimada em 687 dias, mas seus sistemas continuam funcionando muito bem até hoje, 1.938 dias depois. Isso acarretou um problema que havia sido previsto: o solo marciano é implacável com as frágeis rodas de alumínio.

Outros robôs não tiveram o mesmo problema, mas é uma questão de peso. Mesmo com gravidade menor a Curiosity é um monstro, veja:

nasa-curiosity.jpg.838x0_q80
scarecrow_damage

As rodas têm 20 polegadas, e precisam sustentar 899 kg. Um Fusca pesa 840 kg.

O desgaste está destruindo as rodas: pedras afiadas furam o alumínio, e logo alguma vai parar de funcionar. Isso não é ideal, a NASA está percebendo que seus robôs duram muito mais do que o planejado: é preciso rodas mais eficientes, sem um pênalti muito grande de peso.

A solução começou com uma invenção da NASA e da Goodyear, o Pneu de Molas, uma estrutura sem ar onde molas metálicas formam o esqueleto do pneu:

moon2

Foi um bom começo, mas ainda era pesado demais e depois de uma certa força aplicada, o pneu se deformava. Mais pesquisa foi colocada em cima do problema, e resolveram usar Ligas com Memória, metais que depois de forjados em uma forma, podem ser esticados torcidos e deformados mas basta aplicar calor e voltam à forma original.

O mais conhecido é o nitinol, uma liga de níquel e titânio, veja em ação:


RambI3r — Shape Memory Alloy

Com molas feitas de nitinol, os pneus dos futuros robôs irão durar muito mais. No vídeo abaixo um desses novos pneus de molas de nitinol passa por um teste de compressão. Ele pode ser deformado até o aro, sem que isso cause qualquer dano.


nasaglenn — Shape Memory Allow Tires: Part 2

Até agora ele tem se saído muito bem nos testes.


nasaglenn — Shape Memory Alloy Tire Life Test

A parte chata é que a NASA é burocrática: o robô que lançarão para Marte em 2020 ainda usará pneus convencionais como a Curiosity. É capaz de o Tesla que Elon Musk eventualmente mandará para Marte tenha pneus de molas e a NASA ainda não tenha certificado a tecnologia.

Fonte: NASA.

Relacionados: , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar
  • Benedict Benedito

    Musk passará na frente da Nasa #certeza 26/11/17.

  • Já me ofereço desde já a trocar esses pneus rodas. Pode me mandar pra lá NASA.

  • Hemeterio

    A Tesla NUC vai levar seus jipes pra Marte, com eletricidade gerada nao pelo fraco sol marciano, mas… exatamente. Os ecochatos vao pirar, mas a biologia de Marte nao se importa muito. E claramente o Musk que ja tem seus ICBMs, vai ter uma ogiva pacifica. Por enquanto. Torçamos pra que ele, como todo supervilao, nao queira demais apenas o nosso bem.

    • Gaius Baltar

      A Six também queria um ogiva pacífica…

      • Cocainum

        “Não é a ogiva que mata, é a reação em cadeia”

    • Mirai Densetsu

      Mas nem sabem direito como é o ecossistema de marte. Aliás não sabem nem se existe um ecossistema marciano.

  • Quando o Musk cumprir a missão Marte, vai que ele cria algo que não precise de rodas (hovercraft?)

  • Samuel

    Uma mão na roda isso ae

  • Luiz Paulo Kenny

    se as rodas estão Ruins e o Robô Curiosity está lá em Marte como é que a foto mostra as Rodas Ruins com mãos Humanas Perto hein? kkkk alguém esta mentindo aí… ao que parece esse Robô com Rodas Ruins esta é aqui na Terra e não lá em Marte…

    • Idilberto Lopes

      A primeira foto é de Marte, as demais são de testes… na Terra.

    • Majin-boo

      Ele mandaram um estagiàrio buscar a roda.

      • Salles Magalhaes

        Devem ter usado o estagiario que foi mandado junto com o robo (para fazer manutencao)

    • Ivan

      vc descobriu o segredo, vivemos em uma terra plana, onde o céu é uma cupula(ta na biblia), não existem outros planetas, NASA mente para deixar a população sem saber da verdade.

    • Luiz

      Existem 2 robos identicos, um fica aqui para testes e desenvolvimento do software.

    • Rogerio

      Só você que não sabia que esse robozinho em Marte é uma farsa. O Stanley Kubrick deixou tudo filmado desde a época da Apolo 11.

    • PugOfWar

      é que eles são tão eficientes que mandaram uma equipe de reparo pra lá

  • Marco Antonio Soares

    Interessante realmente… Mas o bom e velho composto de borracha e agregados será mantido por muitas décadas aqui na terra…

  • EmuManíaco

    Essa roda aí pisca?

  • Gaius Baltar

    Nitinol é um velho conhecido dos ortodontistas, que o utilizam no alinhamento dentário. Aquilo parece bruxaria de tão perfeito.

  • Ivan

    Não se esqueçam abiguinhos burocracia é boa.

    • Gaius Baltar

      Protocolos, normativas e regras são sempre necessárias. O que pega é quando levam isso ao extremo, como no caso da NASA, ou quando a burocracia só existe para sustentar os burocratas, como no caso do estado brasileiro.

    • Jefferson Viana

      Vamos ver se depois que morrer 6 em uma explosão da space X se Elon musk não vai mandar revisar cada parafuso antes do vôo

      • Ivan

        Nem toda burocracia é procedimento de segurança….

        • Jefferson Viana

          concordo, masntua opinião se volta contra tudo e qualquer forma da presença do estado e da burocroacia, nunca vi dizendo que precisa ser aperfeiçoado e agilizado, apenas eliminado

          • Ivan

            Muita pode e tem que ser eliminada, no maximo vigilância sanitária

          • Jefferson Viana

            bom o governo ta fazendo tudo possivel pra eliminar, pelo menos a parte da fiscalização do trabalho, então …

          • Ivan

            kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Cocainum

    É sempre assim. A gente nunca acha um borracheiro quando precisa.

    • Lucas Timm

      Em Marte pode ser ainda mais problemático. O borracheiro pode ser um decepticon.

  • Lucas Martins Silva

    Desculpe a pergunta provavelmente idiota, mas … por que nao usam pneus de borracha mesmo?

    • Allan da Rosa

      Inflável? Tem borracheiro no espaço? Rígido? Nada aconselhável para terrenos como o de Marte, fora o peso.

    • Rodolfo

      Pode ser que a borracha não lide muito bem com a temperatura fria de Marte ou o modelo tradicional de pneu fique atolado na areia. Num terceiro palpite acredito que eles sejam mais pesados para mandar pra lá e deixem o rover mais pesado também. Tô só chutando.

    • 1 – muito pesado
      2 – borracha não sobrevive a 6 meses no vácuo, a -270C
      3 – pneus de borracha furam
      4 – você teria que incluir tanques de ar e o equipamento pra manter os pneus inflados

      • Cocainum

        Sem contar o estagiário para ficar remendando os furos…

        Essas rodas da Curiosity não parecem nada flexíveis. Se tivessem usado titânio elas não durariam mais?

        • Zaaboo

          Não era esperado que o restante da sonda durasse tanto. As rodas deveriam ser o menor dos problemas.

          • Cocainum

            Se tem uma coisa que a NASA sempre fez foi “esticar” a vida de seus equipamentos o máximo possível, bem além do previsto. O Hubble é o caso mais famoso. Então, se as rodas já deram problema aqui, na “Terra Plana”, estava claro que dariam em Marte, mesmo se o resto do veículo continuasse funcionando. Acho que seria um bom investimento se tivessem pensado em rodas mais resistentes, mesmo sendo o titânio bem mais caro que o alumínio.

          • Zaaboo

            Talvez rodas de titânio não fossem ser homologadas a tempo.

        • Jarbas Coqueiro

          Se fossem de titânio seriam ainda menos flexíveis, e mais pesadas. Uma roda de 0,75 mm de alumínio já me parece bem flexível :v

          • Marco Antonio

            Titanio mais pesado que aluminio forjado?

          • Jarbas Coqueiro

            Alumínio 2,7 g/cm³
            Titânio 4,5 g/cm³

    • Marcelo Luiz Correa

      Por causa das extremas variações de temperatura.

  • HiagoHenrique

    Vai começar a encher de pedras…

    • Filipe Pereira Andrade

      tbm pensei isso

  • Jorge Dondeo

    NASA SUA LINDA!

  • Alvaro Carneiro

    – “A parte chata é que a NASA é burocrática”

    – “A Curiosity é uma missão extremamente bem-sucedida”

    Quando a burocracia se justifica.

    • Bem-sucedida pros padrões da NASA. A missão custou US$2,5 bilhões, Elon Musk gastou menos pra começar do zero e chegar no Falcon 9 e a Dragon.

      • Vicente Neto

        Pergunta Tio Cardoso, quanto (mais ou menos) o Elon Musk gastou para chegar no Falcon 9?

        • Em 2012 a SpaceX completou 10 anos com um total de dinheiro investido de US$1 bilhão.

          • Nilton Pedrett Neto

            Quanto será que ele fatura de adworks com os vídeos e sites do grupo?

    • Jarbas Coqueiro

      Ignorando as que as missões que viraram lixo espacial

  • Marcogro®

    Ainda bem que é pra rodar em outro planeta…
    Aqui vagabundo não perdoa nem estepe de Fiat Uno, imagina um desses…

    • Grade, Tardigrade

      O bom de um desses é que pode ser soldado no carro, já que nunca vai trocar mesmo!
      O delinquente teria que carregar um maçarico pra tirar!

      • Marcogro®

        Eu não duvido… Nada mais me surpreende. d;°)

  • Deni Carson de Souza

    Pô Nasa, nos anos 90 a Estrela já tinha a roda ideal pronta. Era só
    pagar pra por as rodas do Elastikon. youtube .com/ watch?v=rHCq7Ysj3A0

    • Zaaboo

      youtube.com/watch?v=rHCq7Ysj3A0

    • Wagner Felix

      PQP, como tem gente que lembra disso? HAHAHA!

      • Deni Carson de Souza

        Tive infância! Não fui abduzido pela “descolada TV e seus pseudo-valores”.
        Sim, tive um Elastikon, um Bigtrem, todos comprados com muita dificuldades pelos meus pais (Época quem não tínhamos sequer vacas magras). Brincava com carrinho de rolimã e cascola…

        • Wagner Felix

          Não to criticando a lembrança. Só fiquei impressionado, porque apesar de propaganda na TV, pouca gente tinha. Igual aquele “Dragão”, da estrela, que tinha trocentas rodas, mas só andava pra frente. Deve ter vendido 3 unidades, porque era caro pra dedéu.

          • Deni Carson de Souza

            👍.

  • tryedge

    Quanto chupinha desse Elon Musk aqui nesse site ein! Esse fala bem mais do que faz ein!

    • Luiz

      Só que não. Elon Musk faz o que fala, ou pelo menos tenta.

    • Yeah, não é como se ele tivesse viabilizado comercialmente carros elétricos e construído um programa espacial do zero. Só garganta.

      • Gaius Baltar

        E ajudou a gente a ter pagamentos seguros na internet. Pouca coisa.

      • gfg2

        Esse ai é o resultado depois que os ex-gordos basicamente falaram que o Musk não passa de um papagaio propagador de falácias.

      • Grade, Tardigrade

        Conhece “hater modinha”?! Então!
        Nem sabe quem é, não se preocupa em pesquisar, mas insiste em hatear pra se aparecer!
        Típico usuário de Facebook!

  • Luiz

    Nunca vão certificar como seguro para as ruas, porque dai não mais vendera pneis descartaveis.

  • J_Eduardo

    O projeto do Rover chalenge da Nasa de 2017 para estudantes ficava exatamente no problema dos pneus…Tivemoa equipes brasileira lá. Este ano elea desejam retornar ao ROVER 2018….

  • Nilton Pedrett Neto

    Certo, mas onde vão recarregar os isqueiros em Marte?

  • Esses 900kg são em gravidade terrestre, certo? Isso quer dizer que pesa pouco mais de 300kg em solo marciano, o que explicaria o porquê das rodas ainda terem durado tanto tempo.

  • Salles Magalhaes

    Uau! Adorei a foto do Curiosity (nunca imaginei que fosse tao grande… pensava que fosse do tamanho de um forno de microondas)

  • Cássio Amaral

    Vou comprar 4 pneus desses pra andar nas ruas de Fortaleza.

  • Rolando

    É surpreendente ver que uma agência que tem alguns dos melhores cientistas do mundo e que pode contratar as melhores empresas do mundo ainda luta para ter rodas que suportem o tempo de vida de seus equipamentos caríssimos.

  • Grade, Tardigrade

    Literalmente inventando a roda?!
    Reinventando serial plausível, inventando está bem errado!

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis