YouTube vai jogar vídeos controversos que não infrinjam suas regras no Limbo

O YouTube continua com a faxina. As novas restrições do serviço impostas miram principalmente em conteúdos de vídeo violentos, com discursos de ódio ou outros que infrinjam seus Termos de Serviço, e em todos esses casos os vídeos ou serão removidos ou perderão sumariamente a monetização.

Só que a plataforma definitivamente não quer dar colher de chá, e mesmo os que não se enquadrarem como infratores mas forem considerados nocivos também serão fortemente reprimidos.

Através de uma postagem oficial em seu blog, o YouTube esclareceu que vídeos considerados violentos e extremistas, com discursos de ódio ou que façam apologia ao terrorismo mas que não forem considerados ilegais também não serão tolerados, mas eles não serão a princípio removidos. Tais vídeos serão identificados principalmente através de denúncias de usuários, e uma vez comprovada a infração o YouTube tomará medidas bem duras.

Tais conteúdos serão colocados em um “modo limitado”, que basicamente é o Limbo da plataforma: esses vídeos perderão a monetização, não suportarão comentários, vídeos sugeridos ou curtidas e não serão recomendados. Eles basicamente só se tornarão acessíveis através do link direto ou de uma busca bem específica, considerando que provavelmente o YouTube os jogará bem para baixo nos resultados de busca.

Outras novidades que o Google vai inserir vão desde redirecionar potenciais homens-bomba a assistir vídeos antiterrorismo a investir em novos algorimos de aprendizado de máquina para identificar vídeos infratores e uma equipe de moderadores melhor e mais rápida. Essas novas medidas entrarão em ação primeiro no YouTube para desktop e depois migrarão para dispositivos móveis e demais plataformas.

A intenção do Google aqui não é privar os usuários da liberdade de expressão, uma vez que seu conteúdo não seja considerado infrator; no entanto, se identificado como contendo discurso de ódio, de violência ou supremacistas eles deixarão de ser privilegiados e principalmente, não renderão um centavo sequer aos criadores.

No fim, o YouTube está fazendo de tudo para se tornar uma plataforma mais amigável para os anunciantes e parceiros comerciais, e quem não rezar pela sua cartilha vai perder grana e alcance, sem exceções.

Fonte: YouTube Official Blog.

Relacionados: , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Gaius Baltar

    O penúltimo parágrafo será ignorado por aqueles que acham que o You Tube é uma dádiva divina e não um serviço privado que tem diretrizes.

  • ricms

    Vi que documentários isentos sobre guerra e terrorismo também estão perdendo monetização. Vamos acabar só com lives de minecraft e banheiras com nutella.
    Pelo menos idiotas incentivadores de ódio como o dando boura vão entrar nessa lista.

    • I Report You

      Isso é uma m* total. A maior arma pra lidar com esse tipo de problema é justamente educação.

    • Meu canal perdeu monetização, por motivo “problema teu, não tenho que lhe dar satisfações”, isso quando muitos vídeos tomaram strike por violar direitos autorais de ninguém, mas vagabundo denuncia, YouTube não averigua e cancela o vídeo, e vc não tem como questionar. Tubo manda vc se resolver com o cara.

    • Gaius Baltar

      Esse tem público cativo, que espalha “a palavra do Salvador”, não precisa ter destaque no You Tube nem de monetização. Vai acabar é com canais que vivem só do You Tube, inclusive alguns bem inócuos.

    • Flávio Pedroza

      Sim, canais como o “Hoje na Segunda Guerra Mundial” e “Hoje no Mundo Militar” já estão sofrendo.

      • Inquisidor

        o hoje no mundo militar é um dos melhores canais que eu acesso .

  • Agora é hora do metacafe bombar e abrigar todos esses haters.

  • Luis

    Antes tarde do que nunca, caia na besteira de assistir um video do Bolsokid falando merda (pleonasmo) e se prepare para receber indicação do puro lixo da internet.

    • EmuManíaco

      Temos Nando moura sendo permitido de falar. ta tudo errado.
      esse tipo de gente so deveria ser permitido escolher aonde vai tomar o tiro… na cara ou coração.

      • Rodrigo M

        Esse cara é um cancer, sem monetização vamos ver se ele vai ter tanto tempo livre pra falar merda.

        Gostei da resposta que o ex baixista do Angra deu pra ele: https://whiplash.net/materias/news_792/241360-nandomoura.html

        • Felipe Lino

          Depois dessa eu entrava em um buraco se fosse ele.

        • Goemon

          Caramba, que patada!

        • Mas, como já citei aqui no Meio Bit uma vez, ele não monetiza seus vídeos.
          Sim, ele balbucia todas aquelas merdas de graça, pois se acha o paladino da moral e se acha no dever de influenciar os outros sobre o que é “correto”. Tenso isso.

      • Gaius Baltar

        O problema não é ele falar, é um direito dele, desde que arque com as consequências. O problema é a quantidade de retardados que o apoia. “Ah, são moleques de 11 anos”. Sim, moleques que irão crescer e votar.

        • Uriel Dos Santos Souza

          E pior o cara manda dar rage em “quem pensa diferente”.

          Se só ficasse nas merdas dele tudo ok. Mas não!

          • Gaius Baltar

            É algo muito perigoso.

    • Gaius Baltar

      Né isso? Eu gosto de estar aberto a todas as opiniões, mas não quero ser supliciado com indicações de vídeos dessa turma só porque vi um.

  • Jorge Dondeo

    Eita, agora quem decide o que é nocivo, e qual régua se utiliza para medir? Youtube cada dia mais parecido com a TV comum.

    • Andre Kittler

      INTERNET cada dia mais parecido com a TV comum.
      Pronto, arrumei para você.

    • Zalla

      e está certo…pessoal ainda tem a noção que é terra de ninguem

    • I Report You

      É uma empresa privada, ué. Ninguém é obrigado a postar nada lá, e o Youtube pode fazer as regras que ele bem entende.

      • Jorge Dondeo

        Não é bem assim que o mundo funciona…

        • André Melo

          Pelo contrário, é exatamente assim que o mundo funciona. O Youtube é uma empresa privada e como tal visa o lucro. O lucro vem dos anunciantes. Os anunciantes estavam deixando o Youtube por causa dos vídeos considerados nocivos, então o Youtube remove esses vídeos. E, em resposta à sua primeira pergunta, quem decide o que é nocivo são os próprios anunciantes, já que são eles que estão financiando a plataforma. Provavelmente vão perguntar a eles que tipo de vídeo impede de eles anunciarem e com isso vão elimina-los. Claro que não é o que os usuários gostariam, mas é o que ocorre no mundo real.

          • Leonam Ramos Folí

            a unica resposta “a atura” talvez e digo TALVEZ por mera especulação é os prórpios usuarios abandonarem a plataforma em busca de outras mais “livres” algo que acho bem dificil de acontecer!

          • André Melo

            Plataformas que iriam sofrer do mesmo problema. Um aumento de usuários significa um maior investimento em servidores, segurança, etc. Para isso precisariam de recursos. Os recursos só poderiam vir de duas fontes, ou de anunciantes ou pagamento pelo uso da plataforma. Pagar, a maioria não vai querer. Sobram os anunciantes. E com isso voltamos à mesma situação do Youtube.

          • Leonam Ramos Folí

            sim, por isso é bem dificil acontecer, mas ao menos esse hiato entre migrar de plataforma -> censura, daria tempo de disseminar mais informações “livremente”, meio que aproveitando as brechas e com certeza esse espaço de tempo iria diminuir a cada salto de plataforma, mas talvez assim estimulando o usuário em um certo momento a migrar pra algo pago, muito provavelmente um “youtube esquerda” e um “youtube direita”.
            lembrando que eu estou especulando mas nem eu acredito nessa possibilidade completamente, só estou sendo bem otimista, o contrário dos que fazem sucesso atualmente como representante do apocalipse e do caos.

          • Jorge Dondeo

            Países tem leis, normas e regras, não é por que é empresa privada, que acha que pode fazer tudo. Jornais, seguem regras, tvs seguem regras, rádios seguem regras e são todas empresas privadas.

          • André Melo

            Nenhuma regra irá obrigar empresas a anunciarem onde não querem. Sem anúncios o YouTube dá prejuízo. Então só restam duas opções: cobrar dos usuários, que não vão querer pagar, ou fechar. O Google já mostrou que não tem nenhum problema em encerrar serviços que dão prejuízo, não importa o quanto os usuários reclamem.

          • Jorge Dondeo

            Realmente, as pessoas não pagam por conteúdo. Nem sei como netflix, amazon e HBO sobrevivem…

          • Uriel Dos Santos Souza

            A única que tem lucros é a HBO. Por ser uma TV comum.

          • Não é dando lucro, tudo especulação

          • André Melo

            O próprio Youtube tem sua plataforma paga, o YouTube Red. Sim, sendo paga ele gera lucro e sobrevive, mas com um número muito menor de usuário. O Netflix possui cerca de 100 milhões de usuários no mundo todo. O YouTube tem a mesma quantidade só no Brasil. Se todo o conteúdo for pago, somente uma pequena fração dos usuários atuais iriam continuar utilizando a plataforma.

          • Dou uma e se for bom dou mais

            E é esse o motivo pelo qual vemos tanto lixo e fake news na TV. Se fossem OBRIGADOS a ter responsabilidade ANTES de ter lucro seria bem diferente. Só que sempre vai ter gente para apoiar a irresponsabilidade em favor de lucro e advogar com toda eloquência sobre a liberdade das empresas privadas.

    • Gaius Baltar

      Resposta A: O You Tube.
      Resposta B: A régua que os anunciantes impuserem ao You Tube.
      Quem aceitar continua, quem não gostar tem o Facebook ou Vimeo para publicar seus vídeos.

    • Othermind

      Ele decide.. é um empresa particular.. e tb esta escrito que ele decide.. na hora que vc criar um canal e aceita os termos de serviço.. (que ninguem le)

  • major505

    A questão é… quem decide o que é discurso de ódio?

    • Jorge Dondeo

      O pessoal de sempre, esquerda caviar em geral, esse pessoal do beatiful people, “formadores de opinião”.

      • Uriel Dos Santos Souza

        Ou a direita loca.
        Que vê um vídeo e acha que deve denunciar, porque um certo cabeludo mandou!

        • Maximus_Gambiarra

          O cabeludo é aquele da marca de baterias?

          • Flávio Pedroza

            Fernando Ac Delco Freedom?

        • Não invoque o Embú Dwarf

    • Gink Labrev

      O Google, ué.
      Assim como o governo, ele sabe o que é bom ou não para vc assistir.

      • I Report You

        Claro, como pode o Governo impedir que eu faça vídeos dizendo que todos com característica X devem morrer? /s

      • Dou uma e se for bom dou mais

        Por isso que no interior da melhor Coréia só se liga a energia elétrica uma vez por ano para o pessoal poder assistir o vídeo de fim de ano do Querido Presidente?

    • Zalla

      eles…próximoooo

    • Jorge Orella

      Dica: politicamente correto. Pelo que se tem visto até agora.

      • Dou uma e se for bom dou mais

        Por politicamente correto entenda-se qualquer vídeo que não ofenda floquinhos.

    • Gaius Baltar

      O Google. Aquele do “Don’t be evil”, que nos deu maravilhas como o Android, o Gmail, o Chrome e, claro, o Google Search. É uma empresa do bem. 😇

    • Cássio Amaral

      As empresas anunciantes.

    • Othermind

      O youtube/google… e vc aceita isso quando cria um canal e aceita os termos de serviço…

  • Gink Labrev

    Discurso de ódio, neste caso, é aquilo em que vc discorda das opiniões políticas do Google.

    Já está na hora de o Youtube ter um concorrente …

    • Zalla

      isso seria saudável, mas enquanto isso, tem que se enquadrar

    • Mas tem um monte ué. Dailymotion, Vimeo, Liveleak, Metacafe, Twitch, e por ai vai…

      • Não adianta. Nem os que querem concorrentes pro Tubo sabe desses repositórios. Por que? Eles mesmos não assistem lá. Tubo continuará fazendo o que quer e fim.

    • Jorge Orella

      O ideal seria se pudessemos compartilhar dados, ou mesmo uma rede peer-to-peer que rodasse nos smartphones sem precisar passar por servidores centralizados. Existem algujns esforços nesse sentido mas ainda não apareceu nada que funcione como as redes tradicionais.

    • E. Bicalho

      O bom e velho… “Don’t be evil” pra quem?

    • EmuManíaco

      nao use o google. concorrente tem.

    • Gaius Baltar

      O You Tube tem concorrentes (Vimeo, Facebook ou Daily Motion), mas nós preferimos ver no serviço da Google. É o mercado funcionando. A alternativa a isso é o fatiamento do serviço pelos governos.

    • Narciso

      Crie sua própria plataforma de vídeos com black Jack and hookers

  • Felipe Lino

    Já prevejo a merda. SJW são mt bons em se organizar pra boicote na internet. Msm que não tenha nada demais em um video, caso sintam-se ofendidos (o que é bem fácil por sinal) vão se juntar pra jogar o vídeo no limbo. Adeus liberdade de expressão no YT.

    • I Report You

      Embora esse papinho de “muh freeze peaches/conspiração SJW” seja beeem tosco, o ponto levantado é interessante: o que acontece se rolar um mass report? Porque, pelo que deu pra entender do comunicado, as ações são automatizadas, tendo pouca ou nenhuma interferência de alguém do Google no processo.

      Provavelmente, se a coisa degringolar, o Google corrige a metodologia – até porque não são burros de arriscar perder dinheiro. Até lá, o potencial pra flame wars é grande.

      Edit: tem sim uma verificação no processo, li com mais calma o comunicado.

      • Felipe Lino

        “Conspiração”. Acho que n acessamos a mesma internet.

    • Uriel Dos Santos Souza

      Panelinha da direita já derrubou alguns.
      Os cara derrubam mesmo!

    • danielrt1

      4chan,não salvo e afins tabém vão adorar a ferramenta…

  • Sassá

    Ah, mas tambem, depender unicamente do youtoba pra ganhar grana….. tem um monte de “influencers” (ahahahaha) do seu tubo que tem dominios própios…….

    • Gaius Baltar

      A turma alimentou o You Tube e agora chora. Como você falou tem que criar algo por fora, para não depender só de uma plataforma.

  • Na boa, demorou para isso acontecer. Mas dado o histórico do YouTube, e a quantidade quase incontável de vídeos, isso ainda vai demorar para acontecer.

  • Carlos KapKav

    ih! Adeus Giro de Quinta do Cauê Moura…

    • Ivan

      Ainda bem.

      • André Luiz

        O psicopata do Nando Moura corre risco de perder dinheiro também

        • Que aconteça com ele e com o amante dele, o otário asnonymous.

        • Ivan

          100% de certeza.

    • Inquisidor

      gloria, o caue , o felipe neto, o irmao dele e o pc siqueira tinham que ser proibidos de ter acesso a internet.

  • Inquisidor

    pqp, vai ter só demente tomando banho em banheira de nutela , tudo é ofensivo hoje.
    tudo deboa, mas “não suportar comentarios” é sacanagem

  • Seja esquerdista, ou esqueça.

  • Edmilson_Junior

    O problema é que isso cria aberrações, um cara que acompanho comentou que se usar as palavras “skin” e “color” no título do vídeo ele é automaticamente desmonetizado, não importa o contexto. O vídeo era sobre o pq da pele da mão dele estar mudando de cor. Ele estava mexendo com produtos químicos e este era um efeito colateral.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis