Jump, o novo serviço de assinatura para jogos indie

Oferecer diversos jogos mediante o pagamento de uma mensalidade é algo que tem ganhado força na indústria. Microsoft, Electronic Arts e Sony já lançaram seus serviços com essa característica e a nova tentativa no setor atende pelo nome Jump.

Descrito pelos criadores como “o Netflix para os jogos indies” , a ideia é oferecer uma vasta seleção de premiados jogos independentes, enquanto os criadores desses títulos ganharão uma maior chance de ver suas obras serem descobertas por mais pessoas.

Com seu beta tendo iniciado esta semana, a empresa cobrará US$ 10 pela mensalidade, oferecendo inicialmente cerca de 60 títulos, mas com planos para que pelo menos outros 10 sejam adicionados todos os meses ao catálogo. Aos interessados, os testes acontecerão até o próximo dia 24 e já é possível testarmos o Jump gratuitamente por duas semanas.

Pense nele como o Netflix,” explicou Anthony Palma, cofundador do serviço. “Você vai lá e tem aquelas categorias específicas, como filmes de terror indies com fortes protagonistas femininas. Isso é o que queremos fazer. Então seremos capazes de oferecer não somente jogos que você particularmente gostará, mas também poderemos fazer jogos ressurgirem.  Então, só porque o seu jogo foi lançado no mês três e estamos no mês 12, ele não será enterrado e não deixará de ser encontrado.

Embora simples, essa ideia de classificação parece bastante interessante e se for bem executada, acredito que ela poderá nos apresentar a muitos jogos para os quais nunca demos atenção. Como isso poderá dar alguma visibilidade aos desenvolvedores, parece um caso em que todos sairão ganhando.

Segundo os criadores do Jump, o serviço não contará com qualquer tipo de propaganda, nem com a venda de DLCs, oferecendo assim a experiência mais pura possível e entregando jogos de qualidade que passaram por uma rigorosa seleção.

Como eu já tenho uma biblioteca grande demais, não deverei continuar assinando o Jump após esse período de testes. No entanto, acho a ideia bem interessante e quanto mais acesso tivermos aos games, melhor.

Fonte: GameInformer.

Relacionados: , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Germano

    Pessoalmente achei o preço bem pouco competitivo.

    • 10 doletas mensais é um pouquinho salgado, e poderia ter a opção de comprar individualmente

    • Alice Woodstock

      Sim, compro mais de um indie por mês por esse preço. E olha que adoro jogos indie. E ainda tem um monte de jogos dos quase 800 que eu tenho que ainda nem comecei a jogar. Tem uma lista de não zerados e uma lista de não jogados (lembrei que preciso de colocar Beyond Good and Evil na lista ainda por jogar, preguiça de instalar a uPlay)

      • Fabio Esteves

        O engano dessa plataforma é achar que nego consome jogo na mesma quantidade que séries e filmes.
        Também tenho uma porrada de jogo que compro em promoção e nunca olhei, mas como essas coisinhas são 5 ou 10 conto, de vez em quando, vale.

      • Urso Azul

        Isso sem contar Humble Bundles que não são tão bons como costumavam ser, mas ainda sim oferece jogos por um preço menor.

  • Marombert Einstein

    Essa loja eu pulo, next!

  • Yskar

    Se tivessem uns 3 mil indies BONS vá lá, por 30 temers nas sales você compra basicamente tudo que te interessa em se falando de indie, com raras exceções.

  • Rômulo Catão

    por 360 reais por ano, da pra comprar um absurdo de jogo indie, inclusive mais do que 60.

  • Clayton Carmo

    Achei bem interessante porque dá pra jogar direto pelo navegador. Testei um jogo aqui e abriu bem rápido e rodou sem nenhum problema. Mas tá caro.

  • Bruno Rosa // TaRuGo

    Fala da GameLyst, nacional que tem a mesma proposta, mais barato e ainda 2 jogos ficam com vc por mês.

    • Germano

      Legal. Unica critica aos caras: kd a informação de preço naquela pagina inicial? Tenho que me inscrever para saber? Eu achei o preço, mas em uma outra pagina que noticiava a iniciativa deles, não uma página deles, dai nem posso dizer se a informação esta correta.

  • Pingback: Jump, o novo serviço de assinatura para jogos indie | Notícias Legais()

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis