Outro rival do Raspberry Pi: Rock64 (teoricamente) traz 4K e HDR10 por US$ 25

O Raspberry Pi é uma ferramenta e tanto. Embora não seja o mais indicado para quem quer brincar com microcontroladores (não deixe de acompanhar o nosso cursinho de Arduino), o diminuto microcomputador é flexível a ponto de permitir que usuários com pouco conhecimento o utilizem das mais diversas formas, de desktops simples a plataformas de desenvolvimento flexíveis, máquinas de emulação e estações multimídia a projetos sérios de gente muito grande.

Claro que a concorrência não ficaria quieta por muito tempo: a ASUS introduziu o Tinker Board, um produto similar que apesar de mais caro é compatível com 4K; já o HiKey 960 da Huawei perdeu o foco e passou longe, com uma plaquinha de smartphone de ponta com preço altíssimo; a desculpa da fabricante (e do Google, sua parceira no projeto) é de “oferecer uma plataforma para desenvolvedores Android” mas convenhamos, nem mesmo eles vão gastar US$ 239.

No entanto é a praticamente desconhecida Pine64, uma montadora chinesa que está trazendo um produto que tem potencial para tirar o sono da Raspberry Pi Foundation se o Rock64 Media Board Computer for de fato o que diz ser: um computadorzinho com 4K e HDR10 mais barato que seu rival.

Em alguns aspectos o Rock64 é similar ao Raspberry Pi 3, mas com mais recursos: ele conta com um SoC Rockchip RK3288, quad-core Cortex-A53 com clock de 1,5 GHz e GPU Mali-450MP2 (chip geralmente usado em dispositivos Android TV e não é o mesmo presente no Tinker Board, que é quad-core um Cortex-A17 de 1,8 GHz), 1, 2 ou 4 GB de RAM (a gosto do freguês), duas portas GPIO de 40 pinos e 22 pinos (o Pi 3 tem apenas a de 40), entrada para cartão Micro-SD de até 128 GB, slot para memória eMMC e saída de 3,5 mm para áudio de vídeo composto.

As principais características do Rock64 repousam em suas portas: duas USB 2.0, uma 3.0, uma HDMI 2.0 que o fabricante JURA ser capaz de transmitir imagens em 4K a 60 fps e HDR10 compatível com HLG e uma Ethernet Gigabit, para conexões velozes. Infelizmente ele não conta com Bluetooth ou Wi-Fi, diferente do Pi 3. Outro ponto negativo é que a conexão de energia utiliza o plug clássico coaxial e não uma porta Micro-USB, portanto nada de usar fontes de smartphones embora a alimentação seja a mesma (5 V/3 A).

Codecs compatíveis? 4K VP9, H.265, H.264, 1080p VC-1, MPEG-1/2/4 e VP6/8.

A princípio é difícil acreditar que um computador desse tipo possa entregar tanta coisa, ainda mais com a promessa da Pine64 de que o Rock64 é compatível com Android 7.1 Nougat, Debian e Yocto e poderá suportar mais SOs no futuro. A comunidade em geral está bastante cética, mas como ele começará a ser despachado a partir do dia 31/07 não demorará muito para sabermos do que ele realmente é capaz.

Mais impressionante ainda é um dispositivo supostamente 4K e HDR10 custar tão pouco: o modelo com 1 GB de RAM, o mesmo tanto disponível no Raspberry Pi 3 custa apenas US$ 25, ou 10 dólares a menos. Pelo mesmo valor do concorrente você pode levar o modelo com 2 GB para casa, ou adicionar mais US$ 10 e fechar com o de 4 GB.

Caso o Rock64 venha a entregar tudo o que promete será ótimo para o mercado: a Raspberry Pi Foundation será forçada a melhorar ainda mais seu carro-chefe, e no futuro poderemos ter não só um Pi mais potente pelo mesmo preço como a linha Pi Zero será muito beneficiada, contando com melhores configurações por valores irrisórios. No fim nós sairemos ganhando.

Fonte: TechRepublic.

Relacionados: , , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis