CEO da Square Enix está empolgado com o Switch

Na semana passada começou a circular pela internet uma entrevista dada por Yosuke Matsuda ao jornal Nikkei e o que chamou a atenção foi um suporto trecho onde o CEO da Square Enix dizia que a empresa daria prioridade ao Switch em detrimento do Project Scorpio.

A informação rapidamente acendeu um sinal de alerta naqueles que estão de olho no poderoso novo console da Microsoft, mas de acordo com o site Nintendo Everything, na verdade tudo não passou de um erro de tradução. Segundo eles, o que o executivo fez foi declarar todo o seu entusiasmo pelo videogame da Nintendo, mas nada de falar sobre o apoio a um ou menosprezo ao outro. Confira:

Nosso desenvolvedores com forte interesse no Switch estão ansiosos para se desafiarem a encontrar novas maneiras das pessoas jogarem nossos games. Ter mais plataformas disponíveis é algo bom para nós. Eu realmente quero que o Switch tenha sucesso. Nós desenvolveremos novos títulos e sempre que pudermos gostaríamos de adaptar títulos que o Switch possa suportar.

 

A Nintendo criou uma variedade de novas possibilidades de jogabilidade. Penso que outras companhias surgirão com alguns truques surpreendentes  que usem as capacidades do Switch. Temos nossas próprias maneiras de fazer as coisas, então vamos casar as características únicas do Switch com os tipos de jogos pelos quais somos conhecidos.

Como o lançamento de um Final Fantasy XIV ou XV para o Switch parece pouco provável, estou curioso para ver quais jogos a Square conseguirá levar para o console/portátil e a minhas expectativa é de que não se resuma a apenas adaptações de títulos mais antigos.

O que sabemos por enquanto é que eles já possuem alguns projetos no forno, como por exemplo os Dragon Quest X e XI, o Project Octopath Traveler e o Seiken Densetsu Collection, além de alguns jogos que já foram lançados para o Switch, como o Dragon Quest Heroes I & II e o I Am Setsuna.

Porém, levando-se em consideração as características do Switch, não estranharei se a Square Enix começar a relançar para ele vários jogos que chegaram inicialmente aos antigos portáteis da Nintendo ou mesmo aproveite as adaptações de clássicos que foram lançadas para dispositivos mobiles. Espero estar enganado, mas acho que dificilmente veremos versões de grandes produções modernas chegarem ao videogame.

Relacionados: ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Wallacy

    Custo x Benefício. Se a espectativa de venda for alta, qualquer coisa pode ser adaptada de uma forma ou outra.

    Tirando títulos que já rodam na UE4 ou outra engine já portada dificilmente vai valer a pena portar jogos já consolidados em outras plataformas.

    Até fim do ano vai ser esse papo, todo mundo vai falar de tudo, mas até o pessoal ver como vai ser as vendas de fim de ano e as ferramentas serem portadas tudo vai ficar no “potencial”.

  • Cocainum

    Deveriam mesmo estar empolgados. Podem converter jogos leves/antigos que não rendem mais dinheiro, para uma base nova de consumidores e que, por enquanto, tem poucas opções de games concorrentes.

  • Sejamos realistas: o Switch é fraco no nível de um smartphone. Ainda que a Nintendo pareça ter tirado leite de pedra com o novo Zelda (ou não tanto assim, já que acontecem quedas de frame o tempo todo, quando no dock), não dá para esperar os títulos mais recentes vindos da Square. Acho que vão ficar no seguro mesmo, lançando velharia até dizer chega e, eventualmente, um ou outro exclusivo.

  • Petrus Augusto

    Já ouvi isso, com o Wii e o WiiU…
    É só prometer e/ou saltar um $$, que todo mundo fica empolgado! ^^

  • abraaocaldas

    Só compro quando sair mario kart ahahha… mas sério, R$2500 no BR tá dificil de pagar :/

    • Vi hoje por 1.500 e o Mario Kart sai dia 28, então é bom que já esteja com a grana guardada.

      • Maom

        1500????

        • 1.500 e pouco sem jogo e 1.700 e pouco com um jogo. Só não lembro onde vi.

          • Maom

            Conta o milagre mas não fala o nome do santo??? Sacanagem! kkk O máximo que vi até hj era nego mandando dos eua pelo mercado livre por uns 1800 a 1900 sem o jogo. Se for pra importar e se virar com a receita, eu compro lá fora e mando por esses sites de remessa.
            Agora, 1700 com o zelda a pronta entrega é um excelente preço sendo que se vc for lá comprar e trouxer na mala vai custar uns 1200. Ou seja, 500 reais de passagem aérea pro link. Ta justo.

          • Thomaz de Oliveira dos Reis

            Bagda Games tem por 1599 sem jogo. Endereço: Shopping Mundo Oriental – 2º Andar, Loja 212 – Centro – São Paulo. Tel: (11) 3227-9944 Rua: barão de duprat vende pela net tb, mas nunca comprei nada com eles não…

          • Maom

            Bom saber…. Pelo visto a euforia dos que pagam quanto for pra ter antes está passando. O preço desse console por aqui tem que ficar nesse patamar mesmo de 1400 a 1500 na mão dos contrabandistas do mercado livre, afinal são míseros 300 dólares com o dólar custando pouco mais de 3 reais.
            Os preços acima de 2 mil reais eram ridículos, e mais absurdo ainda foi numa loja de shop aqui em são paulo onde unidades foram vendidas e esgotadas ao custo de 3599 reais!!!!

          • Foi um anúncio num grupo do facebook, nem lembro qual.

  • RôShrek

    Pegar seus jogos mobiles e velhos que não vendem e lançar num console hypado e sem jogo. Quem não quer?

  • Sergio Rainor

    Logo serão lançados as versões remasterizadas de Galaga, Pac-man, Zaxxon e Defender para o Switch. Rodarão a 30 fps, lisinho…..

  • Mariano Santos

    Olha, vejo mais futuro no Switch que no monstro da microsoft

    • Vinícius

      Também acho. O Switch tenta ser o segundo console de todo mundo, enquanto o Scorpio vai bater de frente com a Sony e os PCs.

  • Bruno Costa

    Acho que se a Nintendo matasse o 3ds e lançasse 100% pro Switch (jogos de console de mesa e jogos de portátil) ele iria decolar fácil.

  • Renato Targino

    Obviamente que eles darão prioridade ao Switch, já que Xbox não vende no Japão.
    No momento a única coisa que espero da Square é o Bravely Third.

    • O Xbox One não vender no Japão não quer dizer nada, afinal os jogos são distribuídos no
      mundo inteiro. Se fosse assim, não teríamos nada de empresa alguma para
      nenhum Xbox.

      • Renato Targino

        Lembre-se de que estamos falando de uma empresa japonesa, e vemos muitos casos de jogos saindo para PS4 e pc, muitas ignoram o Xbox. A square ainda lança alguns, com certeza visando o mercado ocidental.
        Um exemplo recente desse”esquecimento do Xbox” é o nier automata, da própria square.

        • Mas isso que estou dizendo, o fato do videogame não vender no Japão não afeta jogos não saírem para ele. Isso é uma questão de acordos.

          O mercado japonês é minúsculo se comprado com o resto e a Square não deixaria de lançar algo pro console só porque ele não vende por lá.

  • Entre o que foi postado antes e o agora, minha impressão não mudou. A Square (e maioria das Devs japonesas), continua sem interesse no Scorpio.
    Espero que a MS tenha um bom line-up para mostrar nessa E3.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis