Após atentado, Reino Unido quer backdoors no WhatsApp e Apple Mensagens

Não é segredo que a introdução da criptografia em aplicativos de mensagens instantâneas desagradou as autoridades em todo o mundo. O FBI ainda tenta recuperar o acesso que perdeu em apps e dispositivos e aqui no Brasil, o WhatsApp já foi bloqueado várias vezes por conta de dados que não possui (diz o Facebook), o que originou algumas sugestões controversas para remediar tal situação.

O atentado ocorrido em Londres na última semana colocou ainda mais lenha na fogueira ao ser revelado que Khalid Masood, identificado como o autor aos ataques nos arredores do Parlamento Britânico acessou o WhatsApp dois minutos antes de jogar seu carro contra os transeuntes, matando quatro pessoas antes de ser devidamente abatido pela polícia.

A secretária para Assuntos Internos do Reino Unido Amber Rudd deu declarações quanto à criptografia ponta a ponta em apps de mensagens prejudicarem o trabalho das autoridades, e deixou bem claro que tal situação não será mais aceita no país. E ela criticou não apenas o Facebook, empresa responsável pelo WhatsApp como deu a entender que outros apps similares também terão que se adequar.

Eis o que Rudd disse sobre o WhatsApp:

(A criptografia) é completamente inaceitável, não deveriam haver lugares para os terroristas se esconderem.  Nós precisamos garantir que organizações como o WhatsApp, e há vários outros como ele, não forneçam locais secretos para terroristas se comunicarem”.

Basicamente, o que Rudd propõe é a criação de uma backdoor no WhatsApp que permita às autoridades monitorarem o fluxo de mensagens livremente, identificando potenciais criminosos e evitando dessa forma futuros crimes e atentados. A questão é que na criptografia ponta a ponta o Facebook (em tese) não tem como ler as mensagens, que são protegidas na saída e liberadas no aparelho destinatário através das chaves, algo que a rede social não possui. Hoje diversos apps de mensagens protegem as conversas de seus usuários como o Telegram, o Viber e outros. Isso sem falar na proteção geral dos dispositivos Android e iOS.

Rudd também fez uma declaração um tanto confusa sobre a Apple, dando a entender que a maçã também deverá se sujeitar e permitir o acesso das autoridades a seus aparelhos; é possível que o app Mensagens seja o alvo:

Se eu fosse conversar com Tim Cook, eu diria que isso (garantir o acesso às autoridades) é algo completamente diferente. Não estamos dizendo ‘abra’, nós não queremos ‘entrar na nuvem’, nós não queremos nada disso. Mas nós queremos que eles reconheçam a responsabilidade que têm de se adequar a governos e agências da Lei quando há uma situação envolvendo terrorismo. Nós faríamos o acesso através de acordos minuciosos e legalmente cobertos. Mas eles não podem dizer que nós somos é uma situação diferente”.

A questão é que uma vez aberta a porta não dá para fechar, um backdoor criado para as autoridades pode e será explorado por hackers, e mais: mesmo que as intenções do governo sejam “nobres”, o que impediria as agências (estou olhando para você, GCHQ) de passarem a utilizar a brecha para outros fins? E mais, uma vez quebrada a segurança, quem tem más intenções simplesmente deixaria de usar tais apps e migraria para outros mais seguros, deixando o usuário comum, que não tem nada a ver com a história com uma ferramenta quebrada e insegura, e sem opções.

A membro do Parlamento Nadine Dorries foi mais direta ao acusar Apple e Facebook, através do WhatsApp de serem coniventes (CO-NI-VEN-TES!) com o terrorismo:

Claro, ela ter tuitado do iPhone é só um detalhe…

O fato é que tal discussão ainda continuará por muito tempo, enquanto as empresas baterem o pé e se recusarem a cooperar, o que acho a medida mais correta. Quanto às agências, elas que se virem para desenvolver ferramentas para furar a criptografia, e que sejam tão cascudas e caras que justifiquem seu uso apenas em situações muito específicas.

Fonte: BBC.

Relacionados: , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • ….eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee foda-se a privacidade……

  • Anderson Fraga

    “situações muito específicas”: espionagem industrial/comercial/institucional.
    Afinal, como a wikileaks já demonstrou, uma das especialidades da NSA/FBI/CIA/whatever é espionar outros governantes para buscar estratégias de negociação aos americanos.

    Errrgh, então que continuem ardendo ‘no marmore do inferno’, portanto…

  • worldchanger

    Preocupante, para dizer o mínimo. Ainda assim, não dou 5 min. para chegarem os retardados, aqui nos comentários, dizendo que está certo.

  • Igor Alves

    NUNCA!

  • ricms

    Qualquer semelhança com V for Vendetta é uma mera coincidência.

  • Felipe Lino

    Governo. Toleramos a intolerância e agora queremos acusar pessoas que n tem nada a ver com isso pela consequência.

  • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

    Preocupante vindo de um país que deu declarações oficiais num primeiro momento chamando o terrorista de “asiático” pra mascarar a origem islâmica dele.

    No mais, cabe a célebre frase de Ben Franklin: “Aqueles que abrem mão da liberdade essencial por um pouco de segurança temporária não merecem nem liberdade nem segurança.”

    • Ivan

      A mídia em geral adora falar que não tem nada a ver com islamismo nem é terrorista

      • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

        Isso é o que eu considero mais preocupante. Na Alemanha e outros países chegam a ignorar chamadas de emergência e proibir a divulgação (ou mesmo elaboração) de estatísticas de crimes envolvendo muçulmanos.

        Daí os países tão “comprometidos” com o combate ao terrorismo querem ter a todo custo acesso livre e irrestrito às mensagens privadas de sua população? Alguma coisa errada não está certa…

        • Gui

          Outro efeito colateral disso é que os políticos tradicionais acabam cavando a própria cova, uma vez que esse negacionismo em relação às motivações religiosas dos atentados acabam por aumentar o apoio das pessoas a partidos que nem o Fronte Nacional. Aliás, mês que vem já são as eleições presidenciais francesas e talvez dada a atual situação da Europa, a Le Pen ganhe.

          Agora uma outra questão: a Europa de maneira geral é dependente da compra de petróleo nas mãos das monarquias árabes?

          • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

            Todo mundo é dependente deles. Acredito que a Europa se divida entre os árabes e os russos (o que por si só não melhora a situação), mas a gente sabe que os árabes estão obrando e se locomovendo pra esses detalhes diplomáticos, desde que os Euros continuem entrando.

      • 👽 Gliesiano

        No máximo dizem que o sujeito “se radicalizou”.
        Como se ele fosse dormir um amor de pessoa e acordasse no dia seguinte possuído por demônios, do nada.

      • Pablo Lukan

        a mídia e o governo!

      • Mas o caso agora na Europa, quem mora por lá diz claramente, que a polícia não está nem registrando as ocorrências direito, quanto mais fazendo estatísticas, justamente para não haver “preconceito” contra imigrantes muçulmanos.

        Estão censurando, mas uma hora a coisa por lá vai explodir*…

        *não, não no sentido muçulmano terrorista “oriental-asiático” da palavra….

        • Ivan

          Não lembro que pais escandinavo está dando moradia e tudo mais pra jihadistas, o cara cansou de brincar de radical na Siria vai morar em um pais nordico confortavelmente só esperando a hora de ir pro “paraíso”

    • gfg

      Khalid Masood, tá na cara que é um nome amish, quem é que não confundiria?

    • OverlordBR

      Preocupante vindo de um país que deu declarações oficiais num primeiro momento chamando o terrorista de “asiático”

      Mas mas grande parte dos países árabes, se não todos, ficam na Ásia, amiguinho!

      • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

        Eu sei disso. E quem bolou esse eufemismo também. Não estou questionando a assertividade do termo, e sim o uso deliberado pra desviar a atenção do público da real origem do perigo.

        Até entendo que não se deve criminalizar todos os muçulmanos, mas conhecer a origem do inimigo é essencial pra que a população possa se proteger.

      • Claro que os asiáticos vão reclamar dessa associação indesejada, então, o próximo atentado será divulgado assim: “TERRÁQUEO faz miséria em Londres”.

    • Lucas Timm

      Controle migratório, que é bom, nada, né? 🙂

      EU SEI que ele era britânico

    • Pablo Lukan

      A Europa tá pagando caro por atitudes como essas!

    • sidneiandrade

      Algo terá que ser sacrificado
      O direito a privacidade total ou vidas humanas.
      Já ficou claro que não será possível resguardar a privacidade de todos sem sacrificar algumas vidas. A questão é: Manter suas mensagens privadas valem a vida de alguém?

      • Me parece que negar a origem do problema (terror islâmico) é muito mais nocivo do que mensagens via WhatsApp. os terroristas encontrarão alguma outra (dentre as tantas) ferramentas disponíveis na Internet. Só quem perderá é o povo, que sequer pode se manifestar abertamente contra o terror islâmico para não ser taxado de xenófobo e, agora, ficará também sem direito a privacidade no WhatsApp.
        Resumo: os Governos da Europa estão sendo atacados por lobos e estão descontando sua incapacidade de lidar com eles nas ovelhas. Alias, tais Governos com suas políticas confundindo xenofobia com um legítimo medo do terror islâmico, parecem estar interessados em ter um povo-ovelha a disposição dos lobos.

        • sidneiandrade

          “Me parece que negar a origem do problema (terror islâmico) é muito mais
          nocivo do que mensagens via WhatsApp. os terroristas encontrarão alguma
          outra (dentre as tantas) ferramentas disponíveis na Internet”

          Concordo.
          Essa tentativa de acobertar e proteger os islâmicos será desastrosa.

  • Neto

    Imagina agora isso ai aqui no Brasil, onde peixes grandes das empresas privadas tem dedo no governo, quantos grampos e operações que rolam só para lascar a concorrência.

    • Ivan

      claro…

    • @raverbr

      Operação araponga, concorrência desleal e todo tipo de prática predatória.

    • Daniel

      É simplesmente o maior e melhor uso que farão disso, encontrar potenciais terroristas, é só um detalhe secundário, para ficar bem na mídia…

  • Um fato que o pessoal desses governos nunca pensou, se abrir um backdoor, hackers terroristas podem usar essa porta para monitorar ações de governantes, mesmo nos USA aonde o Trump se recusa a usar o celular com segurança diferenciada.

  • Thomas Alexander Ewald

    O que impede dos terroristas juntarem uma pá de libs de criptografia e fazer um comunicador próprio?
    Nem é tão complicado, só não fazem porque não precisa (ainda), mas a necessidade é mãe da invenção.
    Aí fazem o backdoor e vão culpar os projetos no github por “pemitir que a criptografia seja facilmente implementada”.
    ¬¬

    • Bruno

      Explica isso pros caducos que acham que uma lei pra “controlar as internets” vai resolver o terrorismo.

      • Ivan

        Até hoje acham que leis resolvem problemas economicos….

    • Tom

      Não, eles vão pedir pros terroristas colocarem um backdoor pra monitorar também ué

    • PugOfWar

      eu imagino que talvez o IRC seja uma opção, pois não tá na mídia e também permite criptografia.

      • Thomas Alexander Ewald

        Sem contar que a molecada de hoje não tem idéia do que é IRC. hahaha

      • Yskar

        IRC, sempre eterno e sempre foda!

    • Yskar

      Foi EXATAMENTE isso que o estado islâmico já fez, esse políticos ou são burros ou se fazem de burros.
      “Nem é tão complicado” na verdade é bem fácil, o que não falta por aí é software livre para se fazer isso, inclusive tem como fazer sem servidor central até, com blockchain e o cacete.

    • Aí eles criam o iBomb ou o WhatsBlowYouUp e facilita a vida da polícia só monitorando quem tem o app instalado no celular.

  • Alvaro Carneiro

    Certo ou não, o problema é que os países afetados por estes ataques vão cada vez mais se fechar e exigir acesso a tecnologia – e se realmente estão empenhados em aumentar a segurança, não vão abrir mão de nada – agora se vão começar a bloquear os aplicativos é outra guerra.

    Não pensem que é um problema simples do tipo “viva a liberdade” – eu concordo e defendo a liberdade – porém o assunto é extremamente complexo – e a cada ação terrorista aumenta a pressão.

  • Tom

    Sinceramente, na parte da apple é pouco preocupante, se ela não dobrou para os EUA, não vai fazê-lo para o Reino Unido, o whatsapp é outra história,

  • Rômulo Catão

    o legal é que o the fappening vai ser semanal.

  • Daí os caras deixam de usar WhastApp e passam a usar um aplicativo com código-livre onde o governo não pode colocar backdoors facilmente.

  • OverlordBR

    Mas já tem backdoors no ZapZap e na porcaria de mensageiro da Apple, pô!

    Reino Unido burrão!

  • paulokdvc

    Me pergunto como sabiam dos “2 minutos antes”.

    ¬¬’

  • Edmilson_Junior

    Daqui a pouco vão querer proibir as pessoas de escrever em idiomas que eles desconhecem.

    • Uma coisa que meio que já aconteceu, visto aquele caso daquele matemático (se eu não me engano) que foi barrado no avião só porque ele falava árabe enquanto fazia uns cálculos.

  • leoncral

    Um texto pro-terrismo? LuL

  • Rodrigo Dias Javornik

    Me corrijam se eu estiver errado.
    A impressão que eu tenho é a de que as pessoas que pregam o fim da criptografia ou a utilização de backdoors, não possuem o minimo de conhecimento em como a internet funciona.

    No mais deixo esse texto do Cardoso, sobre terroristas e criptografia http://meiobit.com/339578/tor-deep-web-seria-lenta-e-complicada-ate-para-os-terroristas-isis-jihad-boko-haram/

    • Yskar

      Mas políticos, legisladores e judiciário NÃO FAZEM A MÍNIMA IDEIA de como funciona software, hardware e internet, são um monte de ignorantes querendo controlar o que não entendem!

  • E como eles neutralizariam um allahu akbar em 2 minutos??

  • Eric da Silva

    esses caras são burros. qdo o wpp não for mais seguro, é só mudar pra outro app. duvido que já não existam apps secretos pra grandes organizações criminosas. se eu fosse fazer, ia ter uma tela falsa, e a verdadeira só apareceria com reconhecimento facial. criptografia ponta a ponta.

  • Pingback: STF decidirá em breve o destino final do WhatsApp no Brasil – WebWan()

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis