MWC 2017 — lançamentos Samsung: Galaxy Tab S3, Galaxy Book e novo Gear VR

galaxy-tab-s3

A Samsung teve que se virar para cobrir a lacuna do Galaxy S8, que furou a MWC 2017 e será apresentado ao mundo apenas no próximo mês. O jeito foi apresentar produtos que normalmente não recebem tanto destaque, dois novos tablets: o Galaxy Tab S3, um Android top de linha, o Galaxy Book, que roda Windows 10 e é voltado para profissionais e um novo Gear VR, com controle dedicado.

Comecemos pelo tablet Android. a Samsung possui quatro linhas distintas: Tab E (de entrada), Tab A (intermediária), Tab S (high-end) e o solitário Galaxy View, aquele monstrengo de 18,4 polegadas. Embora o mercado de tablets não seja mais o mesmo e não represente grandes ganhos como outrora (nem para a Apple), a Samsung não pretende desistir e deixar de brigar com o iPad. Isso posto o S3 é um aparelho muito interessante, com acabamento de primeira graças ao seu case revestido em vidro.

O tablet possui um display Super AMOLED de 9,7 polegadas, proporção 4:3 e resolução de 2048 x 1536 pixels (264 ppi, a mesma do iPad; a Samsung desistiu do formato 16:9 há tempos e apenas o Tab E permanece assim), compatível com vídeos em HDR (hello Netflix!); por dentro ele conta com o SoC Snapdragon 820 da Qualcomm, quad-core Kryo com dois núcleos de 2,15 GHz; dois de 1,6 GHz e GPU Adreno 530, 4 GB de RAM, 32 GB de espaço interno (expansível até 256 GB via micro-SD), câmera principal de 13 megapixels com sensor de 27 mm e abertura ƒ/1,9; autofoco, Flash LED e que filma em 4K a 30 fps (pois é, a Samsung acondicionou um conjunto de alta qualidade em um tablet), câmera selfie de 5 MP com sensor de 23 mm, abertura ƒ/2,2 e que filma em 1080p, 4G/LTE, Bluetooth 4.2, BLE, A-GPS, GLONASS, BDS, GALILEO, porta USB-C 3.1, bateria de 6.000 mAh e Android 7.0 Nougat.


Samsung Newsroom — Galaxy Tab S3 – Design

A Samsung não informou preços ou disponibilidade, porém é seguro afirmar que ele será posicionado mais uma vez como um rival do iPad e deverá ser comercializado por valores similares. Cada unidade virá com uma nova S Pen, com ponta de 7 mm.

galaxy-book-001

Só que a Samsung também está de olho no iPad Pro (e de certa forma no Surface Pro), portanto também apresentou sua versão de híbrido com teclado destacável. O Galaxy Book é um produto voltado para profissionais e seu foco é todo na produtividade, por isso nem surpreende que ele rode Windows 10 e não Android. A empresa sul-coreana fechou uma parceria com a Microsoft a fim de desenvolver uma versão do SO específica para seu hardware, de modo a extrair o máximo do dispositivo.

O Galaxy Book vem em duas versões distintas. A primeira, mais modesta conta com display de 10,6 polegadas com resolução de 1920 x 1280 pixels (218 ppi), processador Intel Core m3 de 2,6 GHz; 4 GB de RAM, eMMC de 128 GB de espaço de armazenamento, câmera frontal de 5 MP, uma porta Micro-SD, uma USB-C e bateria de 30,4 W de carregamento rápido. Já o modelo premium possui display de 12 polegadas com resolução de 2160 x 1440 pixels (216 ppi) com suporte a vídeos em HDR, processador Intel Core i5 de 7ª geração (Kaby Lake) com clock de 3,1 GHz, 4 ou 8 GB de RAM, SSD com 128 ou 256 GB de espaço interno, câmera principal de 13 MP e frontal de 5 MP, duas portas USB-C, entrada para micro-SD e bateria de 39,04 Wh de carregamento rápido.

Ambas as versões contam com suporte a LTE cat.6 e a teclados Pogo, que não necessitam de pareamento para funcionarem com o Galaxy Book. Os tablets são compatíveis com Samsung Flow, o Continuum da companhia (que não é exatamente a mesma coisa).

Novamente nada de preços ou disponibilidade, mas cada Galaxy Book virá acompanhado de um teclado e uma S Pen, para o máximo aproveitamento dos recursos Windows 10. O que é o mínimo esperado, na verdade.

gear-vr-with-controller

A Samsung também deu um novo gás em sua linha de headsets de Realidade Virtual/Aumentada. Como o Galaxy Note7 foi para o vinagre e o S7 continuará em evidência por pelo menos mais um mês a empresa preferiu adiantar os planos e introduzir um novo Gear VR agora, com um recurso emprestado do rival Daydream View do Google: um controle remoto sem fio dedicado, desenvolvido graças à parceria com a Oculus.

Com ele os donos do Galaxy S7 e S7 edge (e também do Note 5, S6, S6 e edge e S6 edge+) terão mais conveniência na hora de consumir filmes e games de RV e RA graças aos botões e um trackpad; desta forma será possível controlar a ação com mínimos movimentos. Na verdade demorou para adaptarem algo que o Oculus Rift e concorrentes mais parrudos já possuem para os modelos compatíveis com smartphones.

O novo Gear VR é o único com previsão de lançamento e preço: ele chegará às lojas no segundo trimestre e custará € 99,99; já o controle será vendido por € 39,99 e segundo a Samsung ele será compatível com gerações anteriores do headset.


Samsung Mobile — This is a phone.

Lembrando: o Galaxy S8 dará as caras no dia 29 de março em um evento em Nova Iorque e como o teaser deixa bem claro, a grande novidade será mesmo a remoção dos botões físicos. Vamos aguardar.

Relacionados: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • esse galaxybook me parece bem legal. animaria mesmo com a versão mais básica.

  • Jack Silsan

    O Book corre mais atrás do Surface Pro 4 do que do Surface Book, pelo design dos citados híbridos.
    Esses tablets Android apenas preencherão uma cota. A Samsung deve vender “bem” esses aparelhos, dada a força da sua marca, mas nada que faça o Android decolar de fato nesse setor

  • Pingback: Galaxy Tab S3 e Galaxy Book, as apostas da Samsung para o mercado de tablets()

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis