Gawker ensina: como aniquilar seu império mexendo com a pessoa errada

nick-denton

Xeque-mate, Denton. Você perdeu.

Confesso, eu não nutro um pingo de simpatia pelo Gawker Media. O conglomerado que engloba os sites Gizmodo, Kotaku, io9, Jezebel, Jalopnik, Lifehacker e outros, embora alguns deles sejam bem decentes e contarem com correspondentes de qualidade sofre de um mal congênito: é hipócrita em sua essência. Mais de uma vez se envolveu em rolos em nome do “jornalismo verdade” quando na verdade buscava apenas angariar cliques e dinheiro, e não sou eu quem digo isso. Basta analisar o histórico.

Mas chegou o dia em que a empresa mexeu com as pessoas erradas e, bem… acompanhemos.

A companhia gerida por Nick Denton tem como mote buscar sempre o furo das notícias, mas não mede esforços e não possui um pingo de escrúcupulos. Suas matérias não poupam ninguém, irão atacar quem quer que seja independente das consequências. Uma boa lembrança para se medir o quanto o Gawker foi prejudicial é lembrar da ferramenta Gawker Stalker, um feature que permitia ao leitores do site informar o paradeiro em tempo real das celebridades em Nova Iorque. Um verdadeiro GPS de famosos.

Na época a jornalista do Gawker Emily Gould foi entrevistada por Jimmy Kimmel no Larry King Live, e este acusou (com razão) tanto ela quanto o Gawker de jornalismo irresponsável por colocar pessoas em risco:


artquest — Kimmel Takes On Gawker Stalker

A cena aliás foi magistralmente reproduzida em The Newsroom:


The Newsroom Season 3: Episode #5 Clip #3 (HBO)

Eu poderia tecer vários casos aqui, mas vamos nos concentrar nos dois que levaram à derrocada de Nick Denton e do Gawker Media.

hulk-hogan

Tudo começou em 2012, quando o site Gawker.com publicou um extrato de dois minutos de uma fita caseira que trazia Terry Bolea, aka Hulk Hogan fazendo sexo com Heather Clem, na época da gravação (2006) esposa do radialista Todd Clem, conhecido como Bubba The Love Sponge. Até então o caso estava morto e enterrado, todos os danos possíveis e imagináveis já haviam sido feitos.

Até o Gawker trazer a bendita fita de volta à baila e se recusar a tirá-la do ar, clamando “compromisso com a verdade”.

gawker-media-men-women-treatment

Eu chamo isso de hipocrisia, mas sigamos em frente.

Hogan processou o Gawker Media, exigindo que a postagem fosse tirada do ar. O juiz negou o recurso, alegando que como o caso era de conhecimento público ele não teria como impedir a divulgação, ao mesmo tempo que não tinha direitos autorais sobre a obra. Quando o ex-lutador já estava prestes a jogar a toalha eis que surge uma ajuda inesperada, na forma do investidor do Vale do Silício Peter Thiel.

peter-thiel

Thiel, mais conhecido como co-fundador do PayPal e que hoje está em voga não só pelo caso Bollea vs. Gawker mas também por seu apoio à candidatura de Donald Trump (indo na contramão de todas as empresas e investidores do cenário tech) financiou a empreitada judicial de Hogan contra o Gawker quando este já não buscava seguir em frente, e ele tem seus motivos para tal. Homossexual, ele foi tirado do armário à força graças a um post do site, numa atitude de tremendo mau caráter em busca de cliques e obviamente, dinheiro.

Regra número um: você NUNCA tira uma pessoa do armário contra a sua vontade. Thiel levou isso para o lado pessoal e se comprometeu a fazer de tudo para ANIQUILAR o Gawker de todas as maneiras possíveis. Quando o veredito recente saiu, em que Hogan finalmente ganhou e o juri fixou uma indenização de US$ 140 milhões, o investidor veio a público admitindo seu envolvimento, tendo ele injetado grana no processo com o único intuito de derrotar o Gawker e fazê-lo pagar pela humilhação pública a que foi exposto. Vingança, pura simples.

Sem ter como pagar, o Gawker Media abriu falência e foi a leilão. Ontem saiu o resultado: a Univision comprou o grupo por US$ 135 milhões, Denton foi desligado em definitivo da companhia e o site Gawker.com será fechado na próxima semana. O futuro sobre os arquivos do site, bem como o de seus colaboradores é incerto. O mais provável é que estes sejam absorvidos pelos outros sites do grupo, mas nada foi confirmado.

Hogan ainda cravou a faca e girou:

Enquanto isso Peter Thiel, em um editorial recente no The New York Times deixou claro que a cruzada dele contra o Gawker Media não acabou, visto que ele pretende financiar qualquer um que deseje entrar com ações judiciais contra o conglomerado. Resumindo, a Univision comprou uma dor de cabeça e o investidor não vai sossegar enquanto o grupo não sumir da face da Terra.

É claro que não serei tão babaca a ponto de dizer que a morte do Gawker como um todo seria benéfica ao jornalismo na internet. Embora tenha cometido MUITAS gafes no passar dos anos (e acusar Thiel de realizar uma cruzada injusta contra o site… foram eles que começaram, se não sabe brincar não desça pro play), seus vários sites já publicaram matérias muito boas e ele conta com vários colaboradores de qualidade. O problema, a meu ver é a filosofia do grupo, algo em que muito provavelmente a Univision irá mexer para evitar dores de cabeça posteriores.

Uma coisa é certa: para o bem ou para o mal o Gawker Media como o conhecemos morreu. Quanto a Denton, que vá pela sombra.

Relacionados: , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Bem, pelo visto o Gizmodo terá problemas no futuro. E isso é ótimo!

  • E isso é ótimo! E sabemos porque!

    • DiMais

      porque faz sentido

  • Samuel

    Primeira vez que vejo Hulk Hogan em uma briga de verdade

    • Diego Marco Trindade

      Vince curtiu isso.

    • Rodrigo Monteiro

      I saw what you did there!

  • Se essa de “financiar processo” vira moda lá nos states … xD

    • Diego Tietz

      Já tem vaquinha no Kickante?

  • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    O dirigível bundão agradece…

  • É um caso de vingança bem peculiar e de uma epicidade (isso existe?) fabulosa. Tinham de mexer com um gay que não admitia ser gay, e agora vão receber todo o recalque de volta.

    Mídia é uma faca de dois legumes…. formadora de opinião, é que, no mínimo, tenham cuidado com o que veiculam para não prejudicar as pessoas – públicas ou não. Aí entram os veículos de fofocas: legal saber algo sobre seu ídolo, só que quanto mais podres o mesmo tiver, “melhor” serão as “informações” sobre.

    Os tablóides ingleses sabem muito bem disso, são as Tititi da Terra da Rainha. Eis que os veículos dos U.S. and A. usam a mesma tática, só que de maneira mais maldosa possível, tudo pra ganhar rios de dinheiro – e consecutivamente destruir a reputação de alguém….

    • Lucas Timm

      Não é “não admitia ser gay”. É que o que ele é, ou deixa de ser, é um problema dele e de ninguém mais. Se ele não quis sair do armário, ninguém tem o direito de tirar ele de lá.

      • “ante à sociedade”

        Melhorou assim?

        E não tem nada a ver o cara ser ou não, mas que a bicha é vingativa, é…. 🙂

        • Lucas Timm

          E que bicha não é vingativa? 😛

      • Diego Marco Trindade

        Isso me lembrou de um episódio de South Park…

    • Petrus Augusto

      …e consecutivamente destruir a reputação de alguém….
      Só há uma coisa que as pessoas gostam mais do que um herói!! É ver um herói cair!
      – Albert Einstein
      😉

      • Não é só banânio que curte um barraco.

        – Linspector, Clarice

        • Petrus Augusto

          Haverá uma época, onde as pessoas hão de dizer frases, atribuindo-as a pessoas que não as proferiram!

          – Alberto Santos Dumont

          • DiMais

            ‘saudamos a mandioca’ – ROUSSEFF, Dilma.

          • “Tá pegando fogo bicho”

            Silva, Fausto, sobre o Gawker

          • Petrus Augusto

            loucura, loucura, loucura!! -> Hulk, Luciano

    • Lucas Timm

      Cinco minutos depois do meu ultimo comentário, após ter lido o artigo onde o Gawker coloca C4 na porta do armário do Peter Thiel:

      Meu, senti nojo desse post. Basicamente um precursor do movimento SJW (afinal foi em 2007, 9 anos atrás). O autor basicamente cagando regra dizendo com o Peter Thiel deveria se comportar, e que ele não sai do armário por que ele trabalha no Venture Capital — um antro de “straight, white and male people”.

      Que, a VC não apoia a causa de empresas dos LGBT e elas precisam buscar funding na Sequoia Capital, e isso é um problema (e ele não diz o por quê). Afinal, o próprio autor é gay, feliz e contente e todas as pessoas deveriam ser assim.

      Achei pouco, tomara que afunde mais…

    • major505

      Até onde li o cara realmente não escondia, só que era bicha discreta. Ai os caras chegam chutando a porta numa matéria sensacionalista dessas é foda. E ainda faz isso por motivos filhos da puta como o Lucas Timm falou.

  • Lá um processinho destes realmente atinge o bolso de uma empresa pra doer pra valer, aqui na Banânia não faz nem cosquinha… ô tristeza…

  • Emílio B. Pedrollo

    Só temo pelo LifeHacker, o resto, que ser exploda.

    • tuneman

      pois é, tenho salvo vários artigos que li lá!
      meu plano de comprar uma moto e viajar foi iniciado ao ler um artigo deles! =/

  • Flávio Pedroza

    As vezes tenho impressão que no sistema judiciário dos E.U.A. ganha quem tem mais dinheiro pra gastar, e dane-se o direito…

    • Eduardo Scharf

      Na verdade isso é meio que o padrão em qualquer país…

    • Islan Oliveira

      Não diretamente, mas advogado bom é caro, logo aí temos a primeira linha de corte. Depois quanto mais tempo demora o processo (vai subindo pra outras instâncias etc), mais caro vai ficando. Essa é a segunda linha de corte. Nem que o judiciário não privilegie o mais rico diretamente, a questão é quem investe mais em advogados e isso faz toda a diferença.

    • O fantástico senhor raposo

      Pelo menos eles tem indenizações reais, aqui a empresa da troco de pinga e sai ilesa

    • Só nos EUA?

    • Bruno Alencar

      As custas são muito altas. Advogados são pagos por Hora. É uma insanidade de caro, razão pela qual uns 90% dos processos morrem antes de começar, por acordos.

  • Mario Neis

    O denton tentou dar uma de bolton e levou no tal de c* hahah

    sensação de Schadenfreude aqui e foudace!

  • Coffinator

    F451 deve estar feliz de ter sido incompetente e não ter sabido gerir Jezebel, Jalopnik e Kotaku BR. Ou não.

    • O Bruno Izidro que era do Kotaku e ainda fazia os games no G1zmodo parece não estar mais lá… foi-se o último que prestava…

      *sdds Nadjada*

      • Ninguém mandou a Cida da limpeza confundir a lata de bom-ar com a de Pointts e borrifar o lugar inteiro…
        A coitada derreteu tal qual a bruxa no Mágico de OZ…

  • Bruno Pinho

    o Lifehacker é bem legal!! o Gizmodo gringo tb é . (o BR já foi no início.. depois perdeu o bonde)

    • (Perdeu o bonde por que foi pegar um DiriGizvel bundão, ai atrasou a conexão…)

  • Felipe Braz

  • Legend of Mana

    vingança é uma das coisas mais deliciosas inventada pela humanidade, é quase tão bom como uma pizza.

    • Dizem que é melhor fria, mas não me importo das minhas virem flambando (no rabo de meus desafetos)…

      (torço pras minhas deste ano darem MUITO CERTO)

      • Ed. Blake

        Vingança e pizza, melhores frias e acompanhadas de café.

  • Ed. Blake

    O único lado positivo na existência deste grupo foi ter juntado os caras do Jalopnik Brasil que hoje tem o Flatout, o melhor portal automotivo do país.

    • Cássio Amaral

      Flatout é phoda demais, fantástico o conteúdo que postam no site. Pra mim não deve nada aos sites estrangeiros para entusiastas de carros.

    • E ainda bem que o Jalopnik Brasil foi pras cucuias, sem isso não teríamos o FlatOut.

      edit: digo, poderia ter permanecido como Jalopnik mas fora do guarda-chuva da Gawker, mas enfim. Já vai tarde.

  • RôShrek

    Agora só falta amarrar o Denton numa cadeira e deixar ele ser devorado por Poodles que gostem de molho de pimenta (como eles são pequenos comem pedaços menores e deve demorar mais).

  • Marvin

    kkkk, Gawker encontrou o que procurava.

    Por outro lado, acabei percebendo que agora provou que a lei americana é o dinheiro, ou seja se vc tem dinheiro vc tem direito a “sua” justiça.

    PS: Neste caso em particular aparentemente foi ju$to.

  • Onemaster

    Cara, pesquisei pela Heather Clem e tenho que dizer, Hulk Hogan mandou bem.

    • Ed. Blake

      Obrigado pela recomendação. Agora que eu também pesquisei, concordo com ele(e com você também).

  • Paulo Teixeira

    Hulk Hogan transou com a mulher de outro sujeito, vazaram a fita dele fazendo isso, por conta disso o Sr. Hogan ganha um processo de 150 milhões. Sério que ninguém mais achou isso um tanto absurdo?

    • Bom, o problema é do Hogan e do outro sujeito que teve a mulher afanada. Os 150mi foram pela filhadaputisse em ficar divulgando coisas que não cabe a mais ninguém.
      Nesse caso, achei justo.

  • Vai tarde.

  • Rolando

    Thiel, gostei desse sujeito, deixar que safados saiam impunes só incentiva outros safados.

  • Gogoni, uma dica: vírgula e canja de galinha não fazem mal a ninguém…

  • Andre

    Valeu pela matéria. Sabia que existia uma confusão com o HH mas não sabia o que tinha acontecido.

  • Bruno Aveiro

    Meu cachorro está latindo aqui perguntando se alguém tem o link fácil aí do vídeo do Hulk Hogan fazendo sexo com Heather Clem.
    Cachorro tarado!

  • major505

    Só é uma pena pelo Jalopnick que eu gostava bastante, embora o do Brasil tenha virado o excelente Flatout então foda-se. Só vou sentir pelo Lifehacker, o resto pode desaparecer que não faz diferença.

  • Pingback: Apple, Google, Uber e IBM se recusam a participar de plano de Trump para a criação de um “registro de muçulmanos” – Meio Bit – DEBULHADOR()

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis