ad

Rapidinhas Marvel: Os Fugitivos no Hulu e rumores sobre Homem-Aranha

the-runaways

A Marvel Studios está a todo vapor, e não é para menos. Não bastassem os diversos filmes já engatilhados há as produções para a TV, divididas atualmente entre a ABC (Agentes da S.H.I.E.L.D.) e a Netflix. Só que como o serviço de streaming de Reed Hastings está sobrecarregado a Casa das Ideias estuda outras alternativas, e o acordo com Fox foi uma delas.

Agora outro player entra na jogada: o Hulu, concorrente direto da Netflix nos EUA também vai produzir uma série, baseada na HQ d’Os Fugitivos.

Não tão conhecida por aqui, a série escrita por Brian K. Vaughan (Under the Dome) tem uma premissa interessante: seis adolescentes descobrem que seus pais são membros de uma seita criminosa conhecida como O Orgulho (o ciborgue Victor Mancha é inclusive uma criação de Ultron, a quem se refere como pai). Como todos possuem poderes e habilidades, ele se unem e fogem de casa tanto para combater seus pais como para evitar que suas habilidades sejam usadas para o mal. Daí a premissa de serem um grupo de fugitivos: eles são procurados como potenciais criminosos e basicamente não confiam em ninguém, nem nos heróis.

Considerando a pegada é de esperar que Os Fugitivos seja uma série com apelo mais teen, o que é muito bom: nenhuma das atuais produções para a TV do MCU é totalmente voltada para adolescentes: Demolidor é violenta até dizer chega, Jessica Jones lida com temas como estupro e abuso. Como as quatro séries da Netflix são ambientadas na Hell’s Kitchen, leve é a última coisa que elas são.

Agentes da S.H.I.E.L.D. é divertida, mas seu texto mais cerebral é claramente voltado para os fãs dos quadrinhos. Uma série focada em atrair os jovens pode dar muito certo para cooptar quem não consome nada do MCU fora os filmes. Resta saber se a dupla de roteiristas conseguirá desenvolver a trama de forma decente: Josh Schwartz e Stephanie Savage, responsáveis por The O.C. e Gossip Girl serão os responsáveis, o que a princípio não é algo muito animador. Mas posso estar errado.

Agora falta o Hulu chegar ao Brasil…


Atenção: o texto a seguir contém possíveis SPOILERS, ainda que baseados em rumores. Leia por conta e risco.

Saindo da telinha e indo para a telona, a produção de Homem-Aranha: De Volta ao Lar está ao que tudo indica bem adiantada; como o filme tem data de estreia marcada para o verão de 2017 isso é o mínimo esperado. Entretanto as informações são bem escassas, a Marvel Studios está mantendo tudo trancado a sete chaves e solta pílulas mínimas de novidades aqui e ali. Nem o teaser exibido na SDCC foi liberado oficialmente.

Mas vazou.

O que sabemos até agora: o uniforme tosco visto em Capitão América: Guerra Civil vai aparecer em destaque, Michael Keaton viverá o vilão Abutre e o plot se centrará na vida escolar de Peter Parker. O cabeça-de-teia tem apenas 15 anos então é de se esperar que ele frequente a escola, algo que as duas versões anteriores não abordaram muito. Isso é tanto para aproximar o Aranha de suas origens como para estabelecer um vínculo com os fãs mais jovens.

Se Parker vai para escola, já temos um cast de personagens bem definido. Embora a escalação dos atores que serão os colegas de classe de Tom Holland já tinha sido divulgada, apenas Tony Revolori, o Zero Moustafa de Grande Hotel Budapeste havia sido confirmado no papel de Flash Thompson, um dos amigos de infância de Parker e seu eterno bullier.

3

Se escalar um ator de origem indiana para viver o Flash já deixou os puristas fulos da vida, esses chatos têm mais um motivo para reclamar: a cantora teen e atriz do Disney Channel Zendaya, que havia sido mencionada no papel de uma tal de “Michelle”, segundo rumores irá calçar as botas de ninguém menos que Mary Jane Watson.

zendaya

Então vamos lá: eu não vejo nenhum problema em escalar uma atriz negra no papel da ruiva que mais deu dor de cabeça para o Parker do que toda a sua galeria de vilões (sorry, sou #TeamGwenStacy). Se Zendaya convencer no papel ela poderia ser branca, negra, hispânica, até chinesa que eu não estaria nem aí. A Marve já deixou bem claro que mudanças serão feitas e personagens estabelecidos poderão e serão modificados.

Isso não é de hoje, o estúdio já tinha dado o recado em 2011 quando escalou Idris Elba como Heimdall e Tadanobu Asano como Hogun em Thor: um negro e um japonês no papel de dois asgardianos. Mesmo Marisa Tomei como a tia May não agradou esses malas sem alça por ser “muito jovem”, e se ela não consegue…

mary-jane

Enfim. Eu não estou preocupado com a aparência do personagem, e sim com sua construção. Se a Mary Jane da Zendaya (lembrando, tudo ainda é rumor) for convincente ótimo, isso é o que importa. O que eu quero é uma aventura do Homem-Aranha no cinema como deve ser, dinâmica e com uma série de piadinhas.

E verdade seja dita, a Zendaya é uma graça.?

Fontes: Deadline e The Wrap.

Relacionados: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis