ad

Tremei, trolls: conheçam o Conselho de Segurança do Twitter

twitter

O Twitter pode estar a meio caminho de se tornar um lugar mais saudável para seus usuários: a rede social anunciou a criação de um novo grupo para ajudar a monitorar seu conteúdo, com um time composto por membros de diversas entidades civis a fim de inibir a propagação de conteúdo considerado abusivo. E sem muita surpresa muita gente não gostou da novidade.

O recém criado Conselho de Segurança e Confiança do Twitter terá como missão realizar um trabalho de moderação mais apurado do que o atual, onde qualquer tipo de conteúdo pode ser compartilhado e demora muito para que ele seja verificado e removido. Isso já lhe rendeu uma bela dor de cabeça e como qualquer outra empresa o passarinho azul precisa fazer dinheiro, logo manter um ambiente salutar e afugentar os trolls pode se revelar bem lucrativo, além de evitar problemas.

O conselho conta com uma equipe de consultores de mais de 40 entidades civis espalhadas por 13 regiões do globo; entre elas estão a Childnet, que combate a exploração infantil na internet, a Dangerous Speech Project, contra o cyberbullying, a Beyond Blue, de apoio a pessoas com depressão, a brasileira SaferNet, de combate a crimes digitais e defesa dos direitos humanos, a GLAAD, de suporte à comunidade LGBT e para desespero de muitos trolls, a Feminist Frequency. Sim, Anita Sarkeesian agora é consultora anti-abuso do Twitter.

A ideia por trás do Conselho de Segurança é dar voz a representantes de diversos grupos a fim de aprimorar a experiência do Twitter, ajudando a criar um ambiente melhor e mais atraente a novos usuários. Uama rede social onde qualquer um pode se expressar livremente sem ser atacado gratuitamente ou dar de cara com conteúdo desagradável. O grupo será responsável por criar novas diretrizes para controle de conteúdo da rede, e não atuar diretamente como uma espécie de Polícia do Pensamento como muita gente andou dizendo. De qualquer forma, o Twitter se comprometeu a ser mais ativo e passar a combater com mais rigor abusos cometidos.

O outrora CEO Dick Costollo havia afirmado anteriormente que o Twitter não estava fazendo tudo o que podia para conter trolls e outros conteúdos tóxicos na rede, e a criação do conselho é um reflexo disso. Junto com as novas diretrizes que serão definidas até o fim do ano, a rede social incentiva seus usuários a fazerem uso das ferramentas de denúncia de qualquer material ou perfil que compartilhe material nocivo, ou que vivem de atacar todo mundo. Tudo por um ambiente melhor e que dê mais lucro no fim das contas.

Fonte: Twitter.

Relacionados: , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis