SUCESSO: sonda indiana em órbita de Marte

47858

Igualzinho aqui.

Ontem a Sonda Indiana MOM, também chamada de Mangalyaan (Nave Marciana, em sânscrito) executou uma manobra onde rotacionou 180 graus, apontando seu motor principal para o vetor de velocidade de sua órbita, ou em português, virou de ré. Se aproximando cada vez mais de Marte, e acelerando por causa do puxão gravitacional, a sonda passaria a pouco mais de 400 km de altitude e seria catapultada para longe, se nada fosse feito.

Isso tudo estava nos planos do Controle da Missão. Pouco antes de entrar na zona de eclipse, atrás do planeta a sonda acionou seu motor principal gerando um empuxo de 440 newtons, ou 44,8 kgf. A mesma força da Sandy sentada em cima de você. Esse empuxo reduzia a velocidade da MOM, que depois de 1.388,67 segundos, estava 1.099 metros por segundo mais lenta.

ByUXyDuCIAE_iLw

Lenta demais para escapar da gravidade marciana. Depois de 24 minutos a sonda saiu da zona de ocultação, com visão desimpedida para a Terra e começou a manobrar, apontando sua antena de alta potência para nosso planeta. 12,5 minutos depois, no Centro de Controle a boa notícia chegou. A Mangalyaan estava em órbita, uma elipse alongada com periareon de 421,7 km e apoareon de 76.993,6 km.

A Índia não só conseguiu lançar com sucesso uma sonda interplanetária como foi o primeiro país do mundo a colocar essa sonda em órbita de outro planeta, na primeira tentativa.

Agora os próximos passos são testar os subsistemas, calibrar as redes de comunicação e começar a fazer ciência. A carga útil da MOM é de 15 kg de instrumentos, 6 no total, incluindo um sensor de metano que pode indicar a presença de vida no planeta. Para nós a sonda produzirá muitas belas imagens, com a MCM — Mars Color Camera, com resolução de 2048 × 2048.

O primeiro-ministro da Índia foi até o controle da missão, cumprimentou pessoalmente os cientistas e fez um discurso orgulhoso como há muito não vejo um político fazer. De minha parte bati palmas. É bom ver que mesmo um país que passa por dificuldades se recusa a abraçar o medíocre. A Índia sonha alto e corre atrás. Por isso talvez tenham 7 Prêmios Nobel no bolso, e mesmo com PIB 8x menor que o Brasil, nos passam em índices de educação.

Parabéns, a todos os envolvidos na Índia, parabéns por terem mandado uma sonda para outro mundo por US$ 74 milhões, enquanto o Brasil gasta US$ 170 milhões em um satélite matador de pinguins.

Relacionados: , , , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar
  • Well Dias

    Hunf… odeio países metidos a sabichões.

    • HAHAHAHA… 🙂 😀

      Temos aqui um bully querendo atacar o Raj? 😛

  • Claudio Castro

    Chupa, colombo

  • Eu

    Clap clap clap pra Índia. Tiro meu chapéu metafórico pra eles.

  • Parabéns a Índia.

  • Marlborao

    Não fala assim do brasil meu!

    O governo brasileiro envia sondas o tempo todo sempre com pericia e grande êxito, eu mesmo recebi esse ano umas 3-4 sondas anais vindas do governo esse ano, e olha que eu tentei de tudo para evitar.

    • sacocheio

      Sondas anais muito doloridas… imposto de renda, IPTU, IPVA…

  • Fantástico!!!
    Principalmente a parte da Sandy sentada em cima…

  • Xultz

    Não me entra na cabeça como conseguiram fazer a um custo tão baixo, em minha opinião, o grande feito desta missão foi este.

    • Erik Morelli

      Na sua opinião e na do resto da comunidade

    • an_drade

      Os salários dos engenheiros lá são uma pequena fração dos salários dos engenheiros da NASA. E, talvez, não tenha havido tanta corrupção (que também é endêmica por lá, segundo colegas indianos).

  • Well Dias

    “É bom ver que mesmo um país que passa por dificuldades se recusa a abraçar o medíocre. A Índia sonha alto e corre atrás. Por isso talvez tenham 7 Prêmios Nobel no bolso, e mesmo com PIB 8x menor que o Brasil, nos passam em índices de educação.”

    Você poderia ter parado no “medíocre”. Ninguém merece ser tratado assim. Esse é seu problema Cardoso, você não sabe o limite. 😛

    • Downgrading

      Concordo. So que acho que ele devia ter parado em “satélite matador de pinguins.”!!!!

      • tiago

        kkkk, acho que o Brasil mereceu o texto do Cardoso

        • Lenildo Leite

          É muito viralatismo.

          • Felipe Fritzen

            -Disse o datilógrafo.

          • Lenildo Leite

            Hahahaha, touché!
            De qualquer forma, falar mal e não fazer nada para buscar melhoras – já procurou falar com quem você votou? Já visitou sua câmara legislativa, por acaso? – É uma tremenda bundamolice.

          • Lenildo Leite

            .. Além do mais, desmerecer a pessoa por sua ocupação me soa tão preconceituoso. Não sou datilógrafo, mas não desrespeitaria uma pessoa que fosse. Eu sinceramente não me surpreenderia se você fosse branco de classe média/alta.

          • Theo Queiroz

            Lenildo seja bem vindo. Você deve ser novo por aqui.

          • Well Dias

            E você um estudante de humanas que quer mudar o mundo, impregnado de ideologia marxista de professores que não crescem.

          • Lenildo Leite

            Passou looonge, amigo. Te desejo menos olavo na sua vida! 😀

          • Well Dias

            Valeu, muito obrigado! 😀
            E para você menos Marx e seus posteriores.

          • Lenildo Leite

            OK, valeu, tchau.

          • mr_rune

            Um datilógrafo que ocupa um cabide de emprego merece ser desmerecido.

          • Ariel Souza Rossi

            O problema é ser datilógrafo na agencia espacial brasileira…

            Seria o mesmo que dizer que a Microsoft ainda mantém datilógrafos no seu quadro de trabalhadores.

    • Ruy Acquaviva

      A taxa de analfabetismo da índia é imensamente maior que a do Brasil. O número de crianças que não frequentam a escola e a exploração do trabalho infantil também. O Cardoso está bancando a Poliana da Índia, vendo tudo lá com lentes cor-de-rosa. A índia tem a maior população de pessoas vivendo na miséria absoluta em todo mundo.

      • Theo Queiroz

        E mesmo assim ainda bate o Brasil em índices de educação… e com 7 prêmios nobel na prateleira…

        • Lenildo Leite

          Imagino que seja porque lá tem tanta gente, mas tanta gente, que eles podem se dar ao luxo de ter muita gente bem instruída e ao mesmo tempo ter uma população imensa na miséria. É mais complexo que imaginamos.

          • Alvaro Carneiro

            Imagine o brasil com 6x mais gente – se tivesse a mesma população da India o brasil seria 6 vezes pior.

  • Ghost

    Às vezes eu acho que tem uma mão invisível que segura o nosso progresso. Mas no instante seguinte, eu lembro que países já se reergueram no mesmo tempo que gastamos para fazer esse programa espacial deslanchar.

    Alguém já citou o submarino nuclear brasileiro?

    • Geraldo Lopes

      .

      Esta mão invisível se chama “investimento em educação”! O
      Brasil é um país que trata a educação da pior forma possível. Pior que
      penso que não tem solução. Aqui nas Minas Gerais, o governo do estado,
      herança do PSDB do Aécio Neves, arrebentou a educação, sucateando as
      escolas públicas da rede estadual a um nível que levou a perda de
      talentos de uma ou duas gerações de jovens. Já na prefeitura de BH, o PT
      implantou a “escola plural” que aprova os meninos automaticamente,
      aprendendo ou não, vai passar de ano. COITADO DO BRASIL!!!

      .

      • heliodsn

        Juro que eu não queria trazer uma polemica absurda que não é diretamente relacionada com a matéria pra ca, mas alguns amigos mineiros falam a mesma coisa, que o Aecio destruiu com a educação no estado, a propaganda politica diz que ele melhorou os indices da educação no estado, não acredito que ele esteja inventado aqueles numeros e nehum outro candidato até agora resolveu desmentir aquilo.

        Se tiver alguma fonte de materia sobre isso, agradeceria muito

        • Harlley Sathler

          Melhorou sim! No papel e, de certa forma na prática, melhorou, mas leia o resto: Um dos principais indicadores que são usados para calcular esse índice é um exame aplicado aos alunos sempre na conclusão do ciclo básico, fundamental e médio. A prova do nível médio, por exemplo, cobra conteúdo ensinado durante o nível fundamental, ou seja, se o aluno se prestar a fazer a prova, não tem como tirar nota ruim e o índice de qualidade vai lá em cima. Manipulação descarada!

          • heliodsn

            Entendo, mas se é “só isso”, pq eles ja não iam bem antes? Os alunos em outros estados fazem as mesmas provas? E se fazem, vão tão bem quanto os mineiros?

  • Fabio Moraes

    Enquanto isso, no site do Inpe, continua a discussão sobre quantos datilógrafos serão necessários para o lançamento do novo CBERS-4.

  • Moisés Robles

    Eu queria ter argumento pra defender a república das bananas mas ta difícil, enquanto isso a maior cidade do país caminha para a falta d’Água por culpa de São Pedro

  • Diego Turco

    Podiam investir um pouco em saneamento básico. infelizmente foi a imagem que ficou na minha memória da viagem que fiz pra lá em 2012. País lndo, mas pobre e sujo. Imaginem uma 25 de Março do tamanho de campinas.

    Sérião: não teria vontade nenhuma de morar lá. Prefiro ficar em sondas marcianas.

  • Marlon J Anjos

    Fico pensando o quanto o Brasil seria diferente se tivesse sido colonizado por ingleses…

    • Ruy Acquaviva

      Seria igual ao Quênia ou a Jamaica. Essa idéia que os problemas do Brasil são provocados pela colonização portuguesa não tem fundamento. É verdade que os portugueses foram especialmente eficientes em manter a colônia fechada e sem nenhum desenvolvimento cultural (com pequenas exceções tais como o ciclo do ouro em Minas Gerais, que produziu o Barroco Mineiro). Basta lembrar que durante trezentos anos de colonização não havia uma única prensa tipográfica no País, devido à proibição e forte repressão da coroa portuguesa.
      Em compensação os portugueses mantiveram o território unido (aos trancos e barrancos, mas mantiveram) evitando que o Brasil se dividisse em vários pequenos países inexpressivos.

      • Marlon J Anjos

        Puxa o histórico de países que foram colonizados inicialmente pelos Britânicos e compara com os países colonizados inicialmente por Portugal. Nem todos as colonias britânicas deram certo, mas arrisco a dizer que a maioria portuguesa não deu: Angola, Guiné-Bissau, Brasil, Cabo Verde, Moçambique, Timor-Leste, São Tomé e Princípe…

        • Ruy Acquaviva

          A diferença é entre colônia de ocupação e colônia de exploração. Portugal nao teve nenhuma colônia de ocupação, só de exploração (e foram bem menos que as colônias que a Inglaterra teve).
          Sua premissa era que se oBrasil fosse colonizado pela Inglaterra seria melhor, mas isso nao é suficiente. Teria que ser uma colônia de ocupação, como foram os EUA e o Canadá…

          • Marlon J Anjos

            Minha premissa é de o quanto seria diferente se fosse colonizado pela Inglaterra. Se de ocupação ou de exploração, o destino nos daria uma chance. Não há duvida que a media de países colonizados pelos ingleses é melhor que a média de países colonizados pelos portugueses.

  • Ruy Acquaviva

    O PIB da Índia é de 5,4 trilhões de dólares, o terceiro do mundo e o do Brasil é de 2,4 trilhões, o sétimo do mundo. Não sei de onde o autor tirou que o PIB da Índia seria oito vezes menor que o do Brasil.
    A Índia tem um bilhão de habitantes a mais que o Brasil. Seu IDH (índice de desenvolvimento humano) é 0,586 (135.º do mundo), considerado médio e o IDH do Brasil é 0,744 (79.º do mundo) considerado elevado.
    A Índia é uma civilização com pouco menos de cinco mil anos, quase tão antiga quanto a China. Foi um lugar onde desde a antiguidade surgiram as bases fundamentais do conhecimento humano como por exemplo os algarismos utilizados no mundo todo, conhecidos como algarismos arábicos porque os árabes os difundiram no ocidente.
    O Brasil é um país com quinhentos anos, sendo que durante os trezentos primeiros anos de sua história era uma das colônias mais atrasadas e fechadas da américa e do mundo. A primeira prensa de tipos móveis do Brasil chegou ao país em 1808, junto com a família real portuguesa, trezentos anos após o início da colonização e pouco mais de duzentos anos atrás. Há menos de 130 anos atrás a principal força de trabalho era a mão de obra escrava.
    A Índia investiu bilhões de dólares no desenvolvimento de mísseis capazes de transportar ogivas nucleares (e outros tantos no desenvolvimento dessas bombas atômicas) devido ao seu estado de constante beligerância com o Paquistão. Esses mísseis são a base dos lançadores orbitais indianos.
    Não quero bancar a Poliana e esquecer os problemas e desafios do nosso País, mas também não precisamos ser vira-latas e ficar babando ovo para nações estrangeiras e desmerecendo o Brasil, principalmente esquecendo o contexto histórico e utilizando dados incorretos.
    A Índia está de fato de parabéns e o programa espacial brasileiro é passível de muitas críticas, além de receber poucos recursos. Mas a forma como as críticas foram colocadas no texto é incorreta e contraproducente, servindo apenas como muleta retórica de vira-latas.
    No mais o texto é extremamente bem escrito na parte de divulgação científica, como é regra para os textos do Cardoso, um dos melhores autores desse gênero na atualidade.

    • Well Dias

      Isto não nos tira a responsabilidade de sermos o que somos. Podemos dizer que é culpa dos políticos, dos empresários, dos pais, etc, e ainda assim seria culpa nossa como nação, como povo e como pessoas. Adoramos a mediocridade, o coitadismo e o fazer pouco. Nos ofendemos mortalmente quando outros discordam de nós ou nos corrige. Odiamos estudar e pior, odiamos os que estudam. Invejamos os que tem sucesso pelo esforço pessoal. Achamos que temos muitos direitos e que todos tem o dever sobre nós mas nunca queremos o dever que temos para os com outros. O sonho de todo brasileiro é ficar rico e nunca uma pessoa melhor. Vivemos numa dicotomia que só fazemos coisas ou por obrigação ou por diversão, nunca porque é importante.
      Tudo isto resulta numa cultura insipida (quando existe), em “intelecutais” rancorosos, em políticos mentirosos e em pessoas falsas.

      • Ruy Acquaviva

        Mas os piores são os que ficam reclamando o tempo todo, falando mal de todo mundo e nao contribuindo em nada para melhorar o país. Esses são os inúteis que em nada ajudam. Os países que se desenvolveram fizeram isso sem complexo de vira latas, sem ficar resmungando e comando o próprio passos e pagando sapo pelas conquistas dos outros países.
        Ficar resmungando nao leva a nada.

        • Well Dias

          Uma auto crítica é o começo.

    • Alvaro Carneiro

      bonito discurso.

      mas a vida é uma só – e nada muda o fato de que o brasil é um atrasado mental em todos os aspectos, exceto na produção de bananas e similares.

      daqui a 2.000 anos, o brasil vai continuar a mesma coisa – pois está em um loop infinito da destruição.

      no dia em que o brasil colocar um foguete no espaço com tecnologia nacional e um cientista brasileiro ganhar um nobel, voce pode ter certeza que os paises desenvolvidos já terão se mudado para outro planeta.

    • #DilmaPresidente

  • Raydne Santos

    Tem que ter retardado pra fazer piadinha de política em uma matéria que não tem nada a ver com politica ou com governo brasileiro…

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis