BitTorrent Bundle é tentativa da empresa em desvincular seu nome da pirataria

bittorrent-bundle-for-publishers

Ainda que muita gente use o BitTorrent para diversas formas de compartilhamento de arquivos, o formato é e sempre foi relacionado diretamente à pirataria, não há como negar isso. A empresa está tentando mudar essa imagem com o BitTorrent Bundle, uma plataforma lançada em maio que permite artistas, gravadoras e estúdios montarem seus próprios pacotes e distribuírem o que desejarem na rede.

Diversos artistas como Pixies, Linkin Park, Public Enemy e o empreendedor e autor do best-seller The 4-Hour Workweek Timothy Ferriss aderiram neste primeiro momento de testes, e agora é hora de expandir: a empresa anunciou que em 24 de setembro vai disponibilizar o BitTorrent Bundle for Publishers em modo Closed Alpha, ampliando o alcance para os pequenos provedores de conteúdo.

O formato é bem simples e acessível: o usuário baixa o que desejar, e caso queira material “premium” só precisa cadastrar seu e-mail. Com o plano de expansão, a intenção é fornecer todas as ferramentas necessárias para que eles criem seu próprio bundle.

Através do site, o usuário faz upload de tudo o que deseja disponibilizar, e define as regras do pacote: o que pode ser baixado livremente e o que depende do cadastro de e-mail. Não há restrição de tamanho ou tipo de arquivos. Uma vez terminado o download, o BitTorrent cria uma página customizada e a divulgação fica por conta do dono do conteúdo.

A empresa diz que desde o lançamento da plataforma mais de 18 milhões de bundles já foram baixados, o que é um número impressionante. Ainda que as pessoas queiram acesso ao material pelo menor preço possível (neste caso, de graça), o artista/autor pode ao invés de disponibilizar um álbum inteiro distribuir uma amostra de um single, o primeiro capítulo de um livro, e com o cadastro do e-mail fornecer material que não está disponível nas lojas. Tudo depende da forma de divulgação.

Fonte: TNW.

Relacionados: , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Davi Braga da Rocha

    Algo muito interessante.
    Poderia ter um “plano de hospedagem” também, de forma que quem quiser divulgar qualquer material (lícito, claro) poderia comprar um servidor para estar sempre semeando os arquivos a uma banda mínima. Pelo menos até o torrent “pegar vento” ou arquivos menos populares, me parece uma boa ideia.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis