Como obter sucesso no financiamento coletivo de seu projeto?

Após escrever sobre o ALEXA, o projeto de um garoto de 16 anos, na categoria Ciência, resolvi fazer um pequeno guia de como se beneficar do poder do crowdfunding em seus projetos (e de uma certa forma incentivar mais pessoas a usarem sites de crowdfunding para projetos de Ciência e Tecnologia).

Crowdfunding

Crowdfunding não é uma iniciativa recente, apesar de ter se tornando popular recentemente no Brasil, através de sites como Catarse, Impulso, entre outros. A tradução desse termo chama-se financiamento coletivo: é quando diversas pessoas, sem ligação entre si, unem-se para uma causa, no caso, financiar projetos inovadores em troca de benefícios ou de pequenas recompensas. Ele se tornou bastante popular no mundo gamer através de um site chamado Kickstarter.

O Projeto

Assim como um artigo, seu projeto precisa ter um texto que vá chamar a atenção dos colaboradores. Precisa ser uma espécie de press release (material feito por uma assessoria de imprensa, afim de comunicar aos meios de comunicação sobre lançamento de um produto ou de um evento). Precisa responder algumas perguntas (não explicitamente). O próprio Catarse mostra quais as perguntas que devem ser respondidas:

  • Qual a inspiração por trás do projeto? O que lhe motivou a fazer tal projeto?
  • Qual é o foco?
  • Qual é a sua meta?
  • Qual é o prazo de arrecadação?
  • Quais as recompensas do projeto?
  • Como o dinheiro será utilizado?

Os projetos que não são aceitos são do tipo: “Financie Minha Vida” ou “Me leve à Paris”, projetos que pretendem levantar dinheiro para abertura de empresa, injeção de capital em uma empresa existente também são desconsiderados. Para esse tipo de financiamento, recomendo você procurar um investidor (é mais difícil do que usar o Catarse, mas como são guidelines, precisamos cumpri-las).

Mesmo que o seu projeto seja pequeno, recomendo que você faça uma versão resumida de um plano de negócios. O Sebrae possui esse PDF completíssimo sobre como montar um plano de negócios, recomendo que você faça uma análise dele e note que ter um plano de negócios é importantíssimo para o sucesso do seu projeto, produto, serviço e empresa.

As recompensas do projeto podem estar inclusas no valor que você pede. Mas seja transparente com a utilização do dinheiro. O Túlio por exemplo fez uma imagem com uma lista de “metas”. Recomendo você seguir a mesma idéia.

Metas - Arrecadação do Dinheiro

Lembre-se: o texto precisa ser claro. Eu que não entendo quase nada sobre astronomia, pude entender tudo sobre a Anomalia Magnética do Sul Atlântico, quais as vantagens da localização do Tulio em Presidente Prudente e quais os benefícios que o projeto trará para a comunidade científica brasileira e quem sabe até o mundo (eu penso alto, mesmo que não pensem). Nem todo mundo entende de astronomia, nem todo mundo sabe quanto custa uma máquina trituradora de plásticos.

Vídeo

Faça um vídeo de apresentação: recomendo deixar sua câmera parada (não queremos ficar tonto lhe assistindo), ou então usar de um vídeo pré-gravado, como um slide ou até mesmo uma entrevista realizada para uma emissora de televisão. Preferimos sua voz do que a do computador (sério, eu já vi isso no Kickstarter. Dica: o projeto não foi financiado). Grave também em HD ou Full HD. Abaixo o vídeo do Graphic Novel: O Monstro.

Metas Reais

Eu não consigo entender como uma Web Novela custa R$1.365 e outra no mesmo molde custa R$60.000. Detalhe que a primeira obteve mais de 100% da meta enquanto a outra não passou de 1%. O erro não está apenas na meta exagerada, mas também na descrição (como eu expliquei acima).

Descreva seus gastos e com o que o valor será usado. Não adianta estipular R$2.000 quando os gastos serão de R$200. E só coloque na sua meta algo que for extremamente importante para o sucesso do mesmo. Se você precisa de um computador potente para a execução do mesmo, coloque. Mas se ele for um item adicional, coloque ele como meta adicional (como mostrei na imagem do Tulio lá em cima). É bem melhor financiar seu projeto com metas reais do que colocar uma meta gigantesca e não financiar nem 1%.

Recompensas

As recompensas precisam beneficar tanto os que investem R$10,00 quanto os que investem R$3.000. Utilizando o exemplo da Web Novela que eu dei acima, a primeira tem uma recompensa de R$10,00 com 12 apoiadores que receberam 1 MP3 de um dos capítulos da novela, só aí já foram R$120,00. A segunda Web Novela possui uma recompensa mínima de R$100 e cuja recompensa é um adesivo e o nome na lista (acredite por US$50 eu já recebi bem mais do que meu nome e um adesivo) e não receberam nenhum apoio.

Pense na visão dos colaboradores: você investiria em um projeto que lhe dá um adesivo de presente? Apesar do Catarse e de qualquer outro site de crowdfunding ser uma forma de bons projetos serem beneficiados com o investimento colaborativo, muita gente só estará ali, interessada em obter o produto de forma mais barata para depois vender mais caro ou mesmo pelo fato de, querendo ou não, ser uma loja virtual de produtos interessantes.

Por isso, lembre-se de dar ao colaborador um “pedacinho” do seu projeto. Ou até mesmo, permitir que o colaborador seja um “beta-tester” do produto. No caso do Kickstarter, eu já colaborei em 20 produtos. No caso do MixAR, eu tive acesso prévio ao software, USB PlasmaTrim eu recebi dois produtos pré-carregados com o arco-íris (sem piadas) e o maravilhoso Zooka. As pessoas querem sentir os produtos, mesmo que seja um simples PDF ou um MP3 contendo o primeiro episódio da sua “Web Novela”.

Divulgação

A parte mais importante é, claro, a divulgação. De nada adianta você ter um projeto fantástico, se ninguém sabe a respeito dele. É como escrever um livro e esperar ele vender automaticamente, sentado. No mundo das mídias sociais, é imprescindível você usa-las ao seu benefício próprio. Procure também conversar com a imprensa, sites e blogs de nicho, o Meio Bit, entre outros.

Procure criar uma fanpage no Facebook e um usuário no Twitter. Se o seu público é internacional, use o Google Plus também (ele não pegou muito no Brasil, mas é bastante utilizado no exterior). Abuse de imagens do projeto e um bom visual (e tipografia também): você pode encontrar imagens gratuitas que podem complementar uma cena no sxc.hu. Recomendo também criar um site, você pode usar de uma plataforma gratuita para hospeda-lo, como é o caso do Tumblr (registre um domínio, por favor).

Por fim, recomendo dar uma lida em todos os links que citei acima e na documentação do Catarse. Procure o Sebrae também, pois eles possuem uma biblioteca ótima de conteúdo para empreendedores. E espero poder divulgar mais projetos de Ciência e Tecnologia aqui no Meio Bit.

Relacionados: , ,

Autor: Yeltsin Lima

Estudante de Publicidade e Propaganda, Web Developer, gosta de escrever sobre tecnologia e raramente (agora) sobre ciência. Não sabe escrever biografias, muito menos a própria.

Compartilhar
  • Abduziram o Yeltsin! (Foi brinks) . Excelente post, parabéns.

  • Abduziram o Yeltsin! (Foi brinks) . Excelente post, parabéns.

  • João T.

    Melhor artigo já escrito pelo Yeltsin. Parabéns!

  • Post do Yeltsin: Primeiro ler os comentários…. oh, Wait…

    • Acredite, fiz a mesma coisa.

      • Gostou desse?

        • Tá razoável. Passarei a ignorar as tosqueiras que vc escreveu, esperando que apareça algo tão bem escrito quanto este aqui.

      • Eu também…

  • Felipe Antunes

    Alelua, Bom texto.

  • Ronan Vargas

    Achei que era algo do tipo: “Nunca investi em nada mas vou te ensinar como captar investidores”. Ainda bem que me enganei.
    Segundo alguns coachers por aí, o principal é ser bem objetivo no plano de negócio. Custos até dá pra discutir, mas se você não souber dizer bem o que quer fazer, fica complicado.

  • EXCELENTE, Yeltsin…
    (só troca cloudsourcing pra cloudfunding no início do segundo parágrafo).

    Ficou excelente mesmo, muito bem explicado… Eu mesmo estou perto de lançar um projeto no Catarse e sempre conselhos assim são bem vindos :D.

    • É o que dá escrever um artigo às 4 da madrugada! 😛

  • O Cardoso espancou o Yeltsin com alguns livros. Só isso para explicar o presente texto.

    Viu, Yeltsin? Não é tão difícil, cara.

    • HAHAHA, não foi o Cardoso, foi o Laguna.

      • Custo a acreditar. Laguna é apenas ABNT-Nazi.

  • Thiago Margarida

    Bem, pra conseguir financiamento coletivo, basicamente você precisa da mesma coisa que para buscar um financiamento em um projeto cultural, com alguma empresa. Precisa de um projeto bem descrito (e que agrade a quem você o está oferecendo), precisa de uma idéia de quanto vai precisar, descrever para que vai usar essa grana, e passar a impressão de que consegue entregar o prometido no prazo.
    Mas no caso dos kickstarter da vida, temos que oferecer recompensas para os diferentes bolsos. Acho incrível como tem gente que cria campanha no kickstarter pra criar quadrinhos, livros, músicas, e não te ma opção pra download como pdf/mp3. Por que pagar $15 doletas num comic e mais $20, $25 de frete é dose. Lamento, mas não ganham meu dinheiro =/

  • Guest

    O CC tá de ghostwriter, só pode…

  • Ótimo post, parabéns !

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis