Levine promete um ótimo desfecho para o BioShock Infinite

dori_bio_19.12.12

Eu já declarei algumas vezes aqui a minha admiração pelo primeiro BioShock. Desde a sua jogabilidade até os gráficos, passando pela fantástica ambientação e o enredo muito bem elaborado, considero este um dos melhores games que já joguei, mas isso não me impede de criticar o seu final um tanto sem graça e por isso, ao ver a seguinte declaração de Ken Levine, fico ainda mais esperançoso em relação ao BioShock Infinite.

O enredo na verdade se torna mais interessante conforme avançamos. Quanto ao fim do jogo, não posso dizer se as pessoas gostarão ou não dele. Posso dizer que se trata de algo do qual nos orgulhamos muito. Não se parece com nada que você já tenha experimentado em um jogo anteriormente. Ele é único e bastante particular ao seu mundo, seus personagens e a esta franquia.

Será que de alguma forma o pessoal da Irrational aproveitará o desfecho da história para ligá-la aos dos jogos anteriores? Porque vale lembrar que o game se passará algumas décadas antes do primeiro e do segundo Bioshock, então esta seria a escolha óbvia, mas o que será que eles estariam planejando e que pudesse ser algo tão impactante?

Enfim, o que me preocupa nesta história é esse papo de “algo nunca visto anteriormente”, o que invariavelmente acaba servindo apenas para gerar frustração e por mais que eu confie na capacidade de Levine e sua equipe, acho que seria melhor ele deixar para fazer tal comentário após o jogo ser lançado e as pessoas começarem a repercutir o final supostamente tão espetacular.

[via Eurogamer]

Relacionados: , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • AlexandreH

    Será que fui só eu que achei o primeiro Bioshock bem entediante? De fato, os gráficos são excelentes, e a ambientação do jogo foi bem inovadora, mas não gostei nem um pouco do sistema de respawn, que inclui o modo como as Vita Chambers funcionam. Esse foi um dos motivos pelo qual desisti do game.

    Ainda não joguei Bioshock 2, mas está em segundo plano pra mim, enquanto estou tentando me re-aproximar dos RPGs.