Ciência
Ciência
Digital Drops Blog de Brinquedo

Em um mundo ideal esse guri seria um herói. Ou um supervilão.

Por em 10 de dezembro de 2012
emCiência Hardware
Mais textos de:

Site | Twitter
  • José Joaquim

    Só um nerd que não conseguiu vencer na vida conseguiria rasgar tantos elogios a um nerd que TALVEZ vença na vida.

    • Rafael Vasconcelos

      Flame bait descarado. Eu bania.

    • http://ceticismo.net André

      Alguém pode ligar o protocolo ZICA? Thank you.

      • http://contraditorium.com Carlos Cardoso

        implementado. Fakezinho de merda, 1o e último comentário dele.

    • http://contraditorium.com Carlos Cardoso

      Tédio. Avada kedavra!

    • http://wardzdesouzatv.wordpress.com/ Ward´z de souzA

      Pelo menos o garoto fez algo de útil na vida, que, com certeza beneficiará muita gente. Não ficou vegetando e falando mer** como você…

  • http://www.facebook.com/jeffersonsn Jefferson Nascimento

    Opa, Cardoso normalmente leio seus posts e fico na minha, me divirto o bastante com os textos e com os comentários, mas devo dizer que nos últimos parágrafos me vi e vejo dezenas de crianças nessa situação, é terrível, olho pra trás e vejo o quanto podia ter ido longe com o incentivo correto, olho pra primos e amigos e incentivo eles a fazerem as coisas, mas ai vem sempre um parente de patente superior e quebra tudo, é muito triste ver o deserviço a sociedade que vai sendo passado de pai para filho:

    -Sai do quarto moleque, vai brincar na rua!

    no futuro:

    -Sai do quarto moleque, vai brincar na rua

    e assim sucessivamente, não sei até que ponto posso me achar uma vítima desse ciclo, mas realmente tem coisa que me faz repensar como seria minha vida se desde moleque fosse incentivado de outra forma que não “Filho, vai estudar pra fazer concurso público!” ou “Meu filho vai ser puliça federal, do rodoviário, que é onde a grana rola!!Hahaha”.

    • Rafael Vasconcelos

      Pra você ver como o incentivo certo ajuda muito.
      Um primo meu, antes mesmo de passar pra Direito, botou na cabeça que nunca ia querer advogar, ele queria se juiz. Por causa disso ele nunca procurou estágio durante a faculdade e ficava só estudando pra concurso. Meus tios estavam ok com isso e nunca pressionaram ele pra ir procurar estágio medíocre e ganhar um bolsa amais medíocre ainda. Acho que ele passou no primeiro ou segundo concurso pra juiz que ele fez.

      • DanielBastos

        É onde rola a grana de verdade. Mais do que puliça federal.

    • http://twitter.com/Silver_Hawk Thiago Margarida

      Pois é, achar que o filho deve jogar futebol é realmente uma M.

      Maaaaasssss tambem devemos ter em mente que toda pessoa (criança ou adulta) deve fazer algum tipo de exercício físico E pegar um mínimo de luz solar por dia, Na verdade, creio que deve sempre haver incentivo para que o filho faça algum exercício E estude. Se ele vai trabalhar numa sala fechada, ou praticando esporte, é escolha dele. Mas o importante é exercitar o corpo e a mente.
      Um atleta analfabeto e cabeça dura é ruim, um estudioso com diabetes, hipertensão e obesidade também.

    • http://twitter.com/Darkus Darkus

      Ainda bem que cedo meu pai parou cedo de encher meu saco, eu preferia ler e aprender sobre informatica e juntar uma vasta cultura geral e nas horas de lazer jogar video-game. (Digamos que aprendi inglês sozinho com um dicionario de inglês-portugês de mão, um PC 386dx2 com monitor CGA rodando MS-DOS e um detonado em inglês, além do adventure Leisure Suit Larry 1)

      Se existisse internet na época eu provavelmente seria algum tipo de gênio pois teria tempo e paciência para ler centenas de epubs.

  • http://twitter.com/FernandaRuiva90 Fernanda

    Então, só nerd que nao venceu na vida pra fazer um comentario tao inutil como este do José Joaquim ne. O menino precisa de muito mais do que apenas elogios, precisava era de patrocinio, é um novo genio surgindo na tecnologia pra talvez mudar a historia do mundo, quem sabe. E aqui no brasil o pessoal falando sobre o salario de jogadores de futebol, olha só onde estamos com a cabeça…

    • http://ceticismo.net André

      Fernanda, duvido que alguma universidade não esteja entrando em contato com o garoto a essa altura do campeonato.

  • http://ceticismo.net André

    “Esse tipo ou explode o mundo ou o torna um lugar melhor. Ainda não dá para dizer o que o futuro revela para ele”

    Ou se morre cedo como herói ou vive-se para se tornar um vilão.

    ” Esse modelo rendeu o terceiro lugar em uma feira estadual de ciências.”

    Eu perguntei a uma diretora por que o colégio não tinha feira de ciências. Resposta: Porque temos que valorizar o cidadão enquanto pessoa, numa dialética social. Tecnicismo não trouxe nada de bom ao mundo.

    Ela falou isso com um iPhone nas mãos. Ok. Brasil, a terra da sandália de pneus.

    • Rafael Vasconcelos

      Eu tenho uma curiosidade enorme em saber como o pessoal das Humanas são educados no exterior…

      • http://ceticismo.net André

        Dizem que essa área serve para alguma coisa. Um dia descobrirei.

    • Well Dias

      Seu erro foi ter dado crédito ao que um diretor de escola tem a dizer. Como se ele fosse alguém que realmente soubesse das coisas. :)

      • http://ceticismo.net André

        Tem horas que eu ainda acredito nas pessoas. Sorte minha que este tipo de surto dura pouco tempo.

    • Hesiodo Ascra

      Eu dormiria tão feliz se pudesse te dizer que essa diretora é uma exceção no nosso ensino…

    • http://twitter.com/rbicalho Ricardo Bicalho

      E como ela, vários pensam assim.

    • http://twitter.com/Darkus Darkus

      Cara, eu sou da área de humanas mas concordo contigo, essa diretora é uma retardada.

  • http://twitter.com/caiado Sandro Caiado

    Notícias assim são muito bacanas de se ler. Agora fico imaginando esse rapaz, que com esse projeto tirou somente o terceiro e segundo lugares, quais foram os que tiraram em primeiro. Bacana a postura dos pais, que enxergaram que o garoto fazia algo útil, pois apesar de ficar enfornado em casa, não estava perdendo tempo em alguma rede social postando recado fofo ou figurinha do 9gag. Será melhor ainda quando alguma empresa investir e explorar ainda mais o potencial dele.
    Ótimo post!

    • http://ceticismo.net André

      Aqui no Brasil ele ia ser loser, nerd desgraçado e acabaria trabalhando de camelô.

      • http://twitter.com/Eddie_soul True Story

        Pior que ser camelô é ser funcionario publico. Exemplos crassos de pessoas acomodadas.

        Um não que estudar e quer ganhar dinheiro facil (camelo mais furreca nao tira menos que R$2k) e outro estuda pra vagabundear.

  • leitor

    And they have a plan.

  • FerCorreia

    Só me pergunto: quem ganhou o primeiro lugar?

    • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

      Também fiquei curioso!

    • http://www.facebook.com/rodrigodcf Rodrigo Camargo

      Parece que foi um cara com um feijão no algodão, diz que o troço brotou sem nem estar na terra.

    • http://www.facebook.com/profile.php?id=1011152686 Avelino De Almeida Bego

      Acho que foi um tal de Anthony Stark…

    • http://twitter.com/rbicalho Ricardo Bicalho

      O ganhador do primeiro lugar foi ele: http://en.wikipedia.org/wiki/Jack_Andraka

  • Edmilson_Junior

    Então Easton LaChappelle é o verdadeiro nome do Tony Stark? Bom saber.

  • Felipe Lima ®

    . É preciso visão para entender que “Vai jogar bola” não dá futuro pra ninguém

    ***

    se vc não tem talento eh melhor esquecer mesmo. porém praticar esporte sempre eh bom ainda mais na infância :D

    • Mario Neis

      falaste bem praticar ESPORTES, não futebol, por que tem que ser somente o chuta-bolas? quando a gente pega um jornal na mão e vai ao caderno de esportes fica pensando: oras, devias ser “caderno de futebol”… essa é a grande coisa a se mudar…

      • Felipe Lima ®

        Mas se a pessoa estiver correndo e soando atrás de uma bola já está valendo! Agora não pode ficar trancado no quarto 24 horas por dia apenas fuçando no computador ou jogando video game.. futuramente isso fará muito mal para a saúde da pivetada!!!

        • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

          Melhor fazer mal a uma pessoa e bem a milhares (como no caso desse garoto Easton).

          Linus Torvalds já alterava firmware de calculadora científica na adolescência ( se não me engano com 14 anos) e isso com certeza ajudou muito na ideia de se criar o Linux, pois ele já tinha uma base técnica muito elaborada. E hoje em dia ajuda milhares de empresas a ganhar (ou perder) dinheiro.

          • http://twitter.com/Silver_Hawk Thiago Margarida

            Bem a milhares?
            Tipo, então me explica como o ‘surto’ de diabetes tipo 2 (que dá em adultos) em crianças de 5 a 10 anos é algo bom?

            Me explica por que a aumento em obesidade infantil que estamos tendo é algo bom a milhares de pessoas?
            E, se um guri desses morre em decorrência de diabetes e problemas cardíacos, não vai mais poder ajudar ninguem.

          • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

            Você leu meu comentário direito?! Sabe acompanhar comentários em “thread”?! Eu me referi a fazer mal ao garoto Easton (pelo fato de ficar horas na frente de um computador e se privar de atividades físicas) e não que algum tipo de doença é algo bom!

            Felipe Lima escreveu: “Agora não pode ficar trancado no quarto 24 horas por dia apenas fuçando no computador ou jogando video game.. futuramente isso fará muito mal para a saúde da pivetada!!!”

            Eu escrevi: “Melhor fazer mal a uma pessoa e bem a milhares (como no caso desse garoto Easton).” (Me referindo ao “mal para a saúde da pivetada”, mencionado pelo Felipe)

            Não acredito que eu tive que explicar um comentário!

          • http://twitter.com/Silver_Hawk Thiago Margarida

            Eu entendi muito bem o que você disse. Mas, se crianças com problemas de saúde é algo ruim, não é por que ele está fazendo o bem para os outros, que a saúde dele deva ser descuidada. Como eu disse no meu comentário, se ele tiver um ataque cardíaco aos 20 anos, que bem poderá fazer ao resto da população?
            Desculpa aí, mas postei a minha opinião, que é: TODOS devem cuidar da saúde, e não é por que uma pessoa está estudando para criar algo de bom para os outros, que não deva caminhar 15 minutos por dia.
            Se sua opinião é outra, sinta-se livre para discordar. Mas partir para ataques pessoais por causa disso só demonstra que você é infantil E idiota.
            Eu frequento forums e blogs desde os tempo de ‘internet 36 horas por mês’, e garanto muito bem que sei acompanhar threads. Mas pelo jeito, é você que não sabe ler um texto, interpretar, e respeitar a opinião alheia quando alguém discorda de você

          • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

            Não discordo de você, mas ficou evidente no seu comentário que você se expressou mal então, pois a ideia que você passa é que eu me referi que doenças são algo de bom. Releia seu comentário.

            E onde eu fiz um ataque pessoal?! Mais uma vez você demonstrando não saber interpretar um texto. Eu te questionei e não ataquei.

            E eu só disse que não acreditava que tive que explicar um comentário, algo que o fiz porque você demonstrou (ou se expressou muito mal) que não entendeu o que eu comentei.

          • http://twitter.com/Silver_Hawk Thiago Margarida

            “”Você leu meu comentário direito?! Sabe acompanhar comentários em “thread”?!””

            Isso não uma maneira muito educada de começar uma resposta.

            Além disso, quando dá um desentendimento, obviamente que fui eu que me expressei mal e que não soube entender o que você quis dizer, não é?

            Por que obviamente NUNCA poderia ser você que se expressou mal dizendo: ‘Melhor fazer mal a uma pessoa e bem a milhares’. E claro, você nunca interpretaria errado um texto, só os outros, não é verdade?
            ;)

          • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

            “Isso não uma maneira muito educada de começar uma resposta.”

            E muito menos ofensiva. É um questionamento, apenas isso.

            “Além disso, quando dá um desentendimento, obviamente que fui eu que me expressei mal e que não soube entender o que você quis dizer, não é?”

            E por que não?! Todos somos passíveis de má interpretação.

            “Por que obviamente NUNCA poderia ser você que se expressou mal dizendo: ‘Melhor fazer mal a uma pessoa e bem a milhares’. E claro, você nunca interpretaria errado um texto, só os outros, não é verdade?”

            Por isso que perguntei se você sabia ler threads, pois basta conectar o comentário do Felipe ao meu:

            Felipe: “Agora não pode ficar trancado no quarto 24 horas por dia apenas fuçando no computador ou jogando video game.. futuramente isso fará muito mal para a saúde da pivetada!!!”
            Eu: “Melhor fazer mal a uma pessoa e bem a milhares (como no caso desse garoto Easton).”

            Veja dessa forma que o meu comentário é uma réplica ao comentário do Felipe, como seu fosse um “bate-papo”.

            Isso é saber ler em thread. Conectar os comentários.

          • http://twitter.com/Silver_Hawk Thiago Margarida

            Você sabe pensar de maneira mais abrangente do que apenas UM exemplo, ler os comentários dos outros e mudar o foco do que exatamente você falou, e ver tudo de um ponto mais geral? (segundo você, não é ofensivo, é uma pergunta)

            Felipe: “Agora não pode ficar trancado no quarto 24 horas por dia apenas fuçando no computador ou jogando video game.. futuramente isso fará muito mal para a saúde da pivetada!!!”
            Eu: “Melhor fazer mal a uma pessoa e bem a milhares (como no caso desse garoto Easton).”

            mas você continua ignorando o problema. Imagina que só ele que poderia ficar doente (e salvar algumas pessoas) e não parece continuar querendo ignorar que milhares de crianças vão ficar doentes e nunca vão salvar ninguém. Ou seja, o placar ainda estaria a favor dos problemas causados.

            Isso é pensar de verdade. Saber fazer levar em conta os casos onde não haverá nenhum beneficio de um comportamento nocivo (não fazer exercício) e ver que a longo prazo, numa escala global, é uma merda.

  • Kamaona

    “Antes do exército de robôs que usará para dominar o mundo, Easton pretende criar um braço-robô de baixo custo para ser usado como prótese por portadores de deficiência.”

    Uma dica, não existe pessoas portadoras de deficiência. O que existe, são pessoas com deficiência.

    O correto seria:
    “Antes do exército de robôs que usará para dominar o mundo, Easton pretende criar um braço-robô de baixo custo para ser usado como prótese por pessoas com deficiências.”

    http://www.movimentolivre.org/artigo.php?id=121

  • http://wardzdesouzatv.wordpress.com/ Ward´z de souzA

    Depois vem a Skynet dominar o mundo e não sabem porque aconteceu. =P

  • http://www.facebook.com/samuelmesq Samuel Mesquita

    Arduino *_*
    não vejo a hora de iniciar meus estudos com ele, essa matéria me deixou ainda mais motivado.

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=1011152686 Avelino De Almeida Bego

    Enquanto isso, em um certo país da America Latina, pessoas ficam de mimimi com técnicos da NASA comemorando o pouso da Curiosity em Marte….

    • http://ceticismo.net André

      As pobres criacinhas da África!!!! Aquelas para as quais nós c***amos e andamos…

  • http://twitter.com/joao_itz Francisco Joao

    Power Fap, no mais quando eu era criança sonhava em criar mechs estilo macross, mas faltou tecnologia e o principal inteligencia, inveja é pouco.

  • http://twitter.com/rbicalho Ricardo Bicalho

    Para quem quiser saber mais sobre os outros trabalhos que ganharam prêmios na categoria engenharia: http://apps.societyforscience.org/abstracts/absresults.cfm

    O grande ganhador da Intel® International Science and Engineering Fair® 2012, foi um garoto de 15 anos chamado Jack Andraka que inventou um novo método não-invasivo para detectar câncer de pâncreas, usando nanotubos de carbono. O teste dele é 400 vezes mais sensível, custa em torno de um dólar e é 168 vezes mais rápido que o padrão laboratorial atual.

  • Alexandre Oliveira

    O mais impressionante não é ele ter conseguido fazer a mão bionica. É ele ter conseguido usar a Power Glove pra algo útil. Aquele negócio não tinha precisão nenhuma, não me surpreenderia se a mão praticamente tivesse vontade própria.

  • http://www.facebook.com/caueramone Cauê Ramone

    Pode parecer um tanto ‘homossexual’, mas este post me tocou profundamente.
    Na minha infância era muito habilidoso com desenhos, e por alguns dos argumentos de minha família do tipo “sai de casa e vá brincar…” e falta de incentivo dos mesmos, que achavam que nada relacionado poderia me proporcionar um futuro profissional, comecei a perder o interesse pela minha arte e contudo perder minhas técnicas. Mas, caso eu tenha herdeiros, vou incentivar em qualquer ponto possível para, de alguma forma, corrigir algumas ‘falhas humanas’. De qualquer forma, também fiquei feliz com este post.

  • Celso

    Vai jogar bola muleque

  • Rodrigo Castro Ângelo

    “É preciso visão para entender que “Vai jogar bola” não dá futuro pra ninguém”

    Fala isso pro pai do Neymar.

    Não que eu seja craque no futebol, ou ache que o Easton deveria ter parado de fazer o que estava fazendo pra jogar, apenas acho que cada pessoa é boa em alguma coisa.

    • http://profiles.google.com/zhushazang Rodolfo Silva

      Resta saber qual a abrangência desse “boa em algo”. Vai ajudar a quem além da família do craque de futebol e a ele mesmo?

      Não, craque de futebol não ajuda a melhorar o mundo enquanto apenas joga bola. Talvez, se patrocinar um projeto de quem sabe, despoluir o tietê, esteja participando COLETIVAMENTE.