Nintendo anuncia preço e data de lançamento do Wii U

dori_wiiu_13.09.12

E acabou o maior mistério deste ano em se tratando de games. A Nintendo acaba de realizar uma conferência no Japão onde foram revelados vários detalhes do seu futuro console, incluindo o preço e a data em que o Wii U finalmente chegará às lojas.

Por lá o aparelho será vendido a partir de 8 de dezembro em duas versões, a branca, com apenas 8GB de armazenamento e que custará ¥26,250 (US$ 338); e a preta, com 32GB e saindo por ¥31.500 (US$ 405). Para quem estava curioso em saber quanto custaria apenas o GamePad, o controle parecido com um tablet, ele será vendido no Japão por ¥13.440 (US$ 173), já o Wii U Pro Controller, aquela cópia do joystick do Xbox 360, custará ¥5.040 (US$ 65).

Entretanto, é importante dizer que no arquipélago japonês os videogames costumam custar um pouco mais caro do que nos Estados Unidos, então esses valores não deverão ser repetidos deste lado do mundo e o jeito é esperarmos até as 11h de hoje para ver o anúncio oficial no ocidente (depois eu atualizarei o post com os preços daqui).

Além disso, a BigN revelou também alguns aspectos técnicos do console, como os impressionantes 2GB de memória RAM, embora a má notícia seja de que apenas metade disso será utilizada para os jogos, com o restante sendo dedicado ao sistema operacional. Também foi confirmado que os jogos serão distribuídos em discos de 25GB e quem adquirir o modelo mais completo do Wii U ganhará uma assinatura até o final de 2014 que lhes dará direito a eShop Points e 10% de desconto em compras digitais.

Update: Nos Estados Unidos o Wii U será lançado no dia 18 de novembro, com a versão mais simples custando US$ 299 e a mais completa por US$ 349, sendo que esta virá com o jogo NintendoLand.

[via Game|Life]

Relacionados: ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Eu não aposto mais muito em videogames. Com os iPhones e Androids exibindo games cada vez melhores e vendidos a preços justos eu não pago mais R$ 100 ou mais por um jogo que tem para iOS ou android por USD 4,99

    • José Helbert Pina Ribeiro

      Carros e motos servem como transporte, mas proporcionam experiências de uso completamente diferentes. Assim também é a jogatina em celulares/consoles. 😉

      • Rodrigo Fante

        De fato, é mais limitada, mas é mais que suficiente para 90% da população, já uma moto não, por isso os dispositivos móveis tendem a vender e lucrar mais com jogos do que os consoles.

        • José Helbert Pina Ribeiro

          Do meu ponto de vista, não é que uma plataforma seja mais limitada que a outra. Há jogos para iOS/Android que são obras primas e não custam nem $10. Mas a experiência de uso é completamente diferente.

          Sentar no sofá, jogar em uma TV grande com som surround, e (pra mim, o mais importante) um controle na mão, não se compara a jogar em um dispositivo móvel que faz uso apenas de comandos por toque. Não estou dizendo que um é melhor do que o outro, só que são tão diferentes, que não acho que sejam passíveis de comparação.

          Eu sou usuário iOS a anos, e já gastei um bom dinheiro em jogos na App Store. Alguns, como o Swords & Sworcery, são jogáaaaços, que na minha opinião são perfeitos para dispositivos como o iPhone/iPad.
          Já jogos que tentam replicar outras plataformas, fazendo uso de “controles virtuais”, para mim, trazem mais frustração do que diversão.

          Claro que nada disso faz diferença para o usuário que só quer passar o tempo na fila do banco… 😉

          • Rodrigo Fante

            Exatamente, concordo com você em tudo, eu pessoalmente gosto de sentar no sofá e passar horas jogando, mas infelizmente faz muito tempo que não tempo para isso, logo, hoje o iOS hoje é minha plataforma principal e onde mais gasto.

          • José Helbert Pina Ribeiro

            Ô cara, nem me fale da falta de tempo… Tenho uma pilha de jogos que estou louco pra encarar, mas tempo que é bom… :/

    • Adriano De Lima

      Preço justo a US$4,99?
      Ainda não há usuários o bastante pagando apenas US$4,99 pra bancar a produção de um jogo de primeira linha de portáteis numa plataforma móvel, mas se você se contenta em jogar apenas os “ports” e os jogos mais simples, então seja feliz assim.
      Só peço que não compare duas coisas totalmente diferentes como se fossem idênticas.

      • Pandameister

        A EPIC Games, que se consagrou com jogos como Unreal Tournament (e a maldita Unreal Engine que tantos games usam), disse recentemente que o Infinity Blade é o jogo com melhor custo-benefício de sua história. Tão fazendo muita grana com a franquia, que por um tempo foi só pra iOS e agora continua apenas para mobile. É um jogo vendido a cinco dólares ou menos (consegui ele por 2.99 até).
        Claro que a EPIC é uma empresa que pôde investir bastante moneys no jogo logo de cara para garantir a qualidade dele – e conseguiu, devido à sua fama, bastante espaço na mídia especializada. Mas isso provou que DÁ SIM para fazer jogos de qualidade para mobile e que É POSSÍVEL conseguir lucro.
        Ah, e concordo que são experiências bem diferentes – mas dá pra se ter um bom “gostinho” de console com certos jogos para mobile.

        • Oi, como assim, Doom?

          • Pandameister

            Whooaa son, confundi as coisas. Editei lá, valeu 🙂

        • BielSilveira

          Não da pra comparar infinity blade com um skyrim da vida.

    • Eu realmente queria poder comprar um God of War, Halo, Half-Life, etc para celular com a mesma qualidade de um console e pagar US$ 5 por eles.

      • Rodrigo Fante

        Nem digo US$5,00 – mas uns 10,15 dólares já seria bom.

      • la_gomes

        Como já existe Max Payne e GTA3 para mobile, acho que Half Life seria viável, pois são jogos q acho próximo em termos de tecnologia (não sei se o port seria viável)

        Tenho GTA3 no Android e comprei numa promoção, o jogo é bom, mas só consigo jogar bem com o joystick do xbox, não acostumei ao uso do touch

        • foi um exemplo, só quis dizer que até os celulares terem uma grande quantidade de jogos complexos como nos consoles e no PC, ainda mais por preços bem baixos, ainda vai um longo caminho.

  • José Helbert Pina Ribeiro

    Gostei do preço. Chuto que nos EUA ele saia por $299/$399. Gostei bastante da rede “premium”, à la PS+, mas achei os 10% de desconto em compras digitais muito pouco… Seria legal se a versão mais cara do console viesse também com um Wiimote (+Nunchuck, talvez) e com a barra sensora.

  • Eu já achei alto o preço, pra um console que bate de frente com concorrentes já em fim de ciclo. Mas entendo que boa parte desse preço é culpa do tablet/gamepad.

    • Você realmente acha que um console com 2GB de ram e pra concorrer com console de 512M, acho que você precisa rever seus conceitos. A nintendo esta lançando o primeiro console da nova geração pra bater com o PS4 e Xbox720. A nintendo vai concorrer com os consoles atuais ate surgirem os novos consoles, mas quando surgirem os jogos feitos exclusivamente pra aproveitar o hardware atual dele, e que vamos poder ver que ele é da nova geração, por enquanto muitos dos jogos pra ele vão ser os mesmos jogos de outros consoles, oque vai nivelar por baixo o grafico.

  • Entretanto, é importante dizer que no arquipélago japonês os videogames costumam custar um pouco mais caro do que nos Estados Unidos

    E ainda assim nem de longe tão caro quanto ele será aqui no Brasil. Apostas? Eu chuto que as lojas irão começar a anunciá-lo em pré-venda por uns R$1999. Quem mais? 😀

    • Quem não lembra do PS3 por R$ 8 mil? =]

      • Não era R$8 mil. Era “só” R$7999,99, nas Lojas Americanas (física e online). Obviamente importado, com manual porcamente traduzido e xerocado (se tanto) e com garantia de 3 meses 😀

        E o Wii foi lançado por R$2499, propositalmente mais caro que poderia ser, para poder custear a implantação de uma base de suporte aqui no Brasil, da própria Nintendo

  • Eng. Mateus Pires Leite

    Certo, mas o que teremos para jogar no lançamento do console? Teremos jogos de verdade ou só os “5min de diversão garantida”?

  • 1gb so para o Sistema operacional???? essa coisa roda WINDOWS??????

    • Também achei muito para o sistema operacional, já que o mesmo será completamente otimizado, muito provável que a Nintendo tenha outras coisas planejadas para o futuro, como apps ou algo do gênero.
      Mas acho que esse alocamento de memória será dinâmico, caso algum jogo precise de mais de 1GB de memória, ele poderá pegar parte da outra memória emprestada.
      Mas convenhamos 1GB de memória para os jogos da nintendo são mais do que suficientes.
      A única coisa ruim, é que ao que parece os primeiros jogos serão todos 720p, nenhum jogo nativo 1080p planejado para o momento.
      Bom vamos aguardar o lançamento.

  • Continuo achando caro pra um console current gen. A nintendo a duas gerações vive sendo abandonada pela softwarehouses pelo nintendista ser cego e não comprar jogos que nao sejam da propria empresa.

    Eu acho que vai começar melhor que o primeiro wii em jogos ( que convenhamos nao vendeu por sua qualidade e sim pela novidade) e provavelmente vai ser abandonada com o tempo.

    Nintendistas parem de comprar apenas marios e comprem jogos de outras produtoras pelo amor de deus.

  • Não entendi uma coisa, se cada jogo tem 25gb, e o console top tem 32gb de armazenamento, como vai funcionar as vendas digitais? 1 jogo por vez? rs

    • Primeiro, a mídia é de ATÉ 25GB, mas não quer dizer que TODOS os jogos irão utilizá-la até o talo. Tiro como exemplo jogos de PS3, cuja mídia em dupla camada vai até 50GB, mas a maioria mal passa de 10GB
      Segundo que você poderá espetar um HD externo numa das portas USB e salvar seus downloads ali mesmo. Não sei se ele irá formatar como partição proprietária, para tal, mas, pelo que foi divulgado, será permitido expandir a capacidade de armazenamento do console dessa forma

    • Keaton

      Não sei se a “geração steam” conhece, mas no passado tinhamos uma coisa chamada midia fisica. :p (Neste caso parece ser um bluray)

      Falando sério agora, as vendas digitais não devem acontecer para jogos imensos, acredito eu. Não na nessa geração.

  • Keaton

    US$ 349? Megusta… Pena que no Brasil será mais economico comprar um nos EUA, pagando a passagem de ida e volta e hotel.

    Deve sair por uns 3000 no lançamento. =_=”

  • Eng. Mateus Pires Leite

    Bom, não tem nada exclusivo de peso ( Super Mario Bros não tem TANTO peso assim). Na minha opnião os exclusivos são o único motivo de alguém que tenha PS3/360 comprar um novo console. Tá, os jogos que são multiplataformas ( Batman, Assassin’s Creed III,..) vão ter ‘firulas’ a mais por conta do controle inovador, mas o quanto essas firulas vão interferir no gameplay comparado com os outros aparelhos?

    Pelo preço que eles vai estar aqui no Brasil ( todo mundo sabe que será uma facada ) não compensa a compra, visto que os outros dois concorrentes terão os mesmos jogos e estão com um preço razoavel. No meu ponto de vista não compensa pagar mais só pelas firulas…

    • Bayoneta 2 sera exclusivo do Wii-U, e muitos jogos terão jogabilidade exclusiva. E acho que se você pode jogar os jogos da nintendo, e ainda pode jogar a maioria dos jogos dos concorrentes, isso pra mim e muita gente que é fã das franquias principais da nintendo, como Zelda, Metroid e mario, o console tem um grande diferencial. E querendo ou não a linha de jogos casuais nas reuniões de amigos fazem muito sucesso. Claro que no caso dos casuais, o xbox esta bem com o knectic, mas a nintendo tem mais jogos, e lembrando que os jogos de Wii vão todos rodar no Wii-U, e pra quem tem o Wii, poder aproveitar os jogos, e os acessorios, faz uma grande diferença.

    • Mario não tem peso para você, quis dizer, né?

      • Eng. Mateus Pires Leite

        Só o Mario não é um motivo para comprar o Wii U. E mesmo falando nos exclusivos da Nintendo, só eles não compensam em um primeiro momento.

        Penso no seguinte, todos os jogos não exclusivos a partir do lançamento do Wii U serão lançados tanto para ele quanto para o PS3 e 360, sendo os do Wii tendo todas as firulas do seu controle. Mas quando os outros dois subirem de geração a tendência é que ambos ( PS3 e 360 ) parem de receber grandes títulos, desse modo o Wii U começara a perder jogos multiplataformas ( como aconteceu com o Wii ).

        Eu compro video game pensando a longo prazo ( por isso não curto PC…), tanto que só peguei um PS3 e um 360 no começo desse ano, pois sei que tenho todos os jogos já lançados e pelo menos 1 ano e meio de coisas boas a frente.

    • Rodrigo Fante

      Mario não tem peso? eu diria que é o que mais tem peso para MUITA gente.

  • Luiz Pereira

    Achei a versão mais completa um bom negócio pelos apetrechos que vem com ele. A única coisa que eu não entendo é que as pessoas estão mencionando o WiiU como current gen devido ao seu poderio gráfico não ser sei lá uma revolução que as pessoas esperavam, mas o que faz o WiiU ser next gen é a sua forma diferenciada de jogar (o controle/tablet) em um console de mesa. O que não parece ter empolgado muito as pessoas, mas imagina só o que poderá vir de um Metroid, Zelda e de outros jogos third que virão! É justamente isso que me empolga com esse console: novas possibilidades de jogar.

  • Pingback: Pré-venda do Wii U esgota em diversas lojas – Meio Bit()

  • Pingback: Nintendo divulga lista de jogos para o lançamento do Wii U – Meio Bit()

  • Pingback: Você terá uma péssima surpresa ao ligar seu Wii U de 8GB « Meio Bit()

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples