Home » Mobile » A Qualcomm criou um Snapdragon focado nos gamers: o Snapdragon 730G

A Qualcomm criou um Snapdragon focado nos gamers: o Snapdragon 730G

Até então as fabricantes precisavam, manualmente, fazer algum "overclock" em produtos gamer.

09/04/2019 às 13:30

Quando o mercado de smartphones chineses começou a criar aparelhos com pegada gamer, estava claro que a ideia era apenas de ter um visual mais agressivo, com cores mais fortes e pronto: é gamer. A Qualcomm percebeu este movimento e resolveu que era hora de inventar um processador que realmente tem algo extra pra este público: o Snapdragon 730G. Ah, ela também lança hoje (9) os Snapdragon 665 e 730.

Primeiro SoC gamer em smartphones

Os aparelhos mais caros já utilizam processadores potentes o suficiente pra rodar literalmente qualquer coisa que existe na Play Store ou na App Store, afinal de contas é o que se espera de um celular que passa fácil dos R$ 5 mil - no caso dos Galaxy S10 e iPhone XS.

O problema é que tem uma galera que joga em celulares menos caros e que também quer este tipo de desempenho aprimorado - por mais que os intermediários mais potentes rodem bem quase que qualquer coisa, tá!? A Qualcomm mostrou hoje o Snapdragon 730G, que é focado neste povo e que tem o G pra exatamente o que você pensou: gamer.

Ele é o sucessor do Snapdragon 710 e que basicamente esteve só em aparelhos chineses, como alguns Xiaomi, uns Oppo, Meizu, Vivo e até dos Nokias, que não são bem chineses...mas agora têm um pé na Ásia e outro na Finlândia.

A Qualcomm promete que ele tem desempenho geral 35% maior do que o 710 e a GPU é uma Adreno 618. Nativamente o chip tem suporte pra câmeras de até 192 megapixels (sim, eu não errei na conta não), pode filmar em até 4K com 60 quadros por segundo e utiliza acelerador Tensor na placa gráfica - uia!

Tem mais algumas coisas, como suporte ao Wi-Fi 6 (aquele que termina em “ax”) e a câmera pode filmar com HDR e modo retrato ativados ao mesmo tempo.

O que faz ele ser gamer é um pequeno overclock na GPU e suporte nativo para HDR em jogos, algo que ainda não é muito comum. De resto, ele é igual ao Snapdragon 730, que também é lançado hoje e tem processador de 8 nm, octa-core de até 2.2 GHz. Existem sim alguns detalhes pequenos que mudam, como o suporte para tela de até 3360 x 1440 pixels na variante gamer e 2520 x 1080 pixels no 730 normal.

Fundo desfocado é produzido diretamente pelo Snapdragon

Por fim, uma coisa bacana e que é feita diretamente no próprio hardware, é o efeito de fundo desfocado em fotos já tiradas e o modo noturno aprimorado. A Qualcomm apresentou uma demonstração bastante interessante, que ainda é inferior ao que o Google conseguiu nos Pixel...mas que tá chegando perto.

Snapdragon 665 para as massas

Em um degrau inferior, mas nem tanto, a Qualcomm lança hoje o Snapdragon 665. Ele é sucessor direto do 660 e trabalha com oito núcleos em até 2 GHz, opera inteligência artificial até duas vezes mais rápido do que a geração anterior e pode suportar câmeras triplas, com sensores de até 48 megapixels.

Nativamente o chip suporta desbloqueio com reconhecimento facial em 3D (tipo Face ID da Apple) e o processo de fabricação é com base em 11 nm. As telas dos smartphones que escolherem o 665 podem ter resolução de até 2520 x 1080 pixels, a conexão fica com Wi-Fi 5 (até 802.11ac) e o Bluetooth está na versão 5.0, com memória RAM que pode ser a mais recente e eficiente LPDDR4X e em até 8 GB.

Os três novos processadores já estão nas mãos de alguns fabricantes e os primeiros modelos devem aparecer no mundo já a partir do meio deste ano. Vale lembrar que as especificações são opcionais e cada empresa escolhe se vai ou não utilizar algo, como é o caso da câmera única do Snapdragon 730 que pode ter 192 megapixels. Isso significa que ela pode ter qualquer resolução, respeitando este máximo.

relacionados


Comentários