Home » Hardware » Review: WD Green SATA SSD M.2 2280 - o nome é maior que o bicho

Review: WD Green SATA SSD M.2 2280 - o nome é maior que o bicho

Qual a única coisa melhor que um SSD? Um SSD M.2. Aquele formatinho minúsculo e fofinho que não ocupa quase espaço, mas fará sua máquina voar!

49 semanas atrás

Arthur Clarke tinha um conceito bem interessante: a crueldade natural dos objetos inanimados, uma espécie de versão filosófica da Lei de Murphy e ela não falha: No meio de um dia de trabalho, uma queda de luz interrompeu meus trabalhos, e meu PC, que não andava muito kosher, resolveu não bootar mais. Por sorte eu havia comprado um notebook 2 em 1 para ler gibis E em caso de emergência quebrar o galho como máquina de produção.

Ele só tem 4GB de RAM, mas é só não ser fominha no Chrome e tudo funciona, mas o HD de 1 TB 5400 rpm se mostrou muito, muito lento pra uma máquina que depende de SWAP o tempo todo. Isso me incentivou a levantar meu traseiro gordo da cadeira e ir comprar um SSD, mas não um SSD qualquer: Como o Acer tinha suporte ao formato M.2, resolvi configurar o bicho com o melhor de dois mundos: um SSD rápido e barato para servir de casinha pro Windows, e manter o HD de 1TB para ter espaço de sobra pro Pr0n material de trabalho do Meio Bit.

Os SSDs M.2, que a gente chama de disco por pura inércia cultural, são lindos, fofinhos e minúsculos, se comparados aos Hard Disks d'antanho:

Só não tente entender o padrão. É uma verdadeira zona. Só em termos de tamanho os módulos podem ter 12, 16, 22 ou 30 mm de largura e 16, 26, 30, 38, 42, 60, 80 ou 110 mm de comprimento. Ah, as pinagens também variam e há vários formatos, eles podem ser SATA, PCIe, PCIe NVME e PCIe AHCI.

Se o seu computador suportar, pegue os PCIe NVME, que são boçais de rápidos (e caros). No meu caso a placa mãe suportava discos M.2 2280 SATA III, com teóricos e inalcançáveis 6 Gbits/s de taxa de transferência, o que é excelente comparado com o neandertal disco que ele iria substituir.

A instalação é bem simples, uns 178 parafusos depois a tampa traseira se abre, e o slot M.2 do Acer Spin 3 fica no canto superior esquerdo, é tão minúsculo que não vi da primeira vez.

Instalado, o disco foi imediatamente reconhecido pela BIOS e pelo Windows. Agora era a tarefa de migrar o Windows, e sim, a ideia de enfiar um disco de 1TB em um SSD de 120 GB me fazia ter visões daquela foto do Shakile. Felizmente há soluções inteligentes para isso.

No caso quem me salvou não foi o Rum Creosotado, mas o Macrium Reflect, um programa que não tem problemas com partições UFEI, não usa SOs intermediários e permite que você redimensione as partições, encaixando-as no menor espaço. Ele inclusive otimiza tudo pra uso em SSDs.

Em uma daquelas raras conjunções cósmicas, tudo deu certo. A máquina deu boot. Após eu desliguei, removi o HD e reiniciei. Macaco velho que sou, já tive um PC onde o setor de boot estava em um disco e o Windows em outro, e só descobri quando fui tirar o disco velho que não servia pra nada, mas dessa vez, tudo nos conformes.

A máquina está absurdamente rápida, boot em menos de 5 segundos, todas aquelas leituras e gravações que o Windows faz o tempo todo correm feito manteiga. Números? Vamos aos números:

Na leitura sequencial o SSD é apenas 5 vezes mais rápido, mas onde ele se destaca é na leitura aleatória. Enquanto um HD antigo precisa mover desesperadamente a cabeça de leitura pela superfície do disco, no SSD basta mudar o endereço do setor desejado e o valor é retomado. Maravilhas da eletrônica sobre a mecânica. Ah sim o teste foi feito com o CrystalDiskMark 6.

Conclusão:

O SSD M.2 Western Digital modelo WDS120G1G0B - BOX foi comprado no Rio de Janeiro por R$ 133,00. O ganho de performance foi compatível com o observado em qualquer migração para SSD, é maravilhoso. O custo/benefício depende de seu uso. Em uma máquina gamer ou de produtividade pesada 120 GB é muito pouco, mas se o foco for produtividade web, ele mais que atende.

Se você está ruim de grana, mas seu notebook tem um slot M.2 sobrando, recomendo muito o upgrade.

 

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários