Home » Mobile » Moto Z4 pode vir com o próximo chip de ponta da Qualcomm e Snap de 5G

Moto Z4 pode vir com o próximo chip de ponta da Qualcomm e Snap de 5G

Suposto novo topo de linha da Motorola, conhecido como "Odin" pode ser o futuro Moto Z4, vindo com Snapdragon 8150 e leitor de digitais sob a tela

21/11/2018 às 9:30

A Motorola parece já ter tudo pronto para 2019: enquanto a linha Moto G7 parece estar encaminhada, com um modelo inclusive homologado pela Anatel, uma fonte anônima revelou que companhia está desenvolvendo um novo produto premium, de codinome “Odin” e que ao que tudo indica, viria a ser o Moto Z4. Ele viria equipado com o novo Snapdragon 8150 da Qualcomm, o suposto sucessor do Snapdragon 845, um leitor de digitais sob a tela e suporte a Moto Snaps, inclusive a um 5G.

Motorola / Moto Z3

As fontes sugerem que o “Odin” será um dos smartphones topo de linha do próximo ano que utilizará o próximo SoC flagship da Qualcomm, cuja identificação foi modificada para dispositivos móveis (com o lançamento do Snapdragon 850 para dispositivos ARM que rodam Windows 10, a nomenclatura foi reposicionada); segundo informes, embora permaneça um octa-core, a arquitetura do 8150, que será produzido no processo de sete nanômetros, será organizada em três clusters distintos: quatro núcleos Kryo Silver seriam reservados para tarefas cotidianas, três Kryo Gold para processamento pesado e um, conhecido como “Prime” ficaria isolado, funcionando numa frequência ainda maior.

O “Odin” pode chegar ao mercado com especificações próximas de outros produtos de ponta da Motorola, com 4 GB de RAM e 64 GB de espaço interno (não é difícil que lancem uma variam com 6 GB e 128 GB, respectivamente), mas com algumas diferenças. Uma delas seria o leitor de impressões digitais, que foi deslocado para a lateral; ele viria sob a tela, essa sendo uma tecnologia que a fabricante trabalha há algum tempo e que algumas empresas já adotaram.

A outra seria referente aos Moto Snaps (Moto Mods lá fora). Quando a Motorola anunciou o Moto Z em 2016, ela afirmou que daria suporte a “três gerações” dos acessórios, mas sabe-se que o “Odin” será lançado com um módulo 5G, tal qual o Moto Z3. Embora haja a possibilidade de nada ter mudado e o novo smartphone seja compatível com todos os Snaps já lançados, o mais provável é que a companhia esteja repensando todo o projeto e lance um novo conector, com novos acessórios que não funcionariam nos smartphones antigos.

O estranho nessa história, no entanto é acreditar que a Motorola estaria propensa a mudar tudo apenas para vender mais módulos. Alguns foram bem sucedidos (o Power Pack & TV Digital, produzido no Brasil foi inclusive premiado, no 32° Prêmio Design MCB), o que levou a companhia a abandonar os de nicho e focar nos populares; se a linha Moto Z4 mudar tudo, incluindo possíveis versões (Moto Z4 Play?), o público pode não gostar nem um pouco de ter que comprar tudo outra vez e vai acabar migrando para outros produtos.

Por outro lado, pode ser que a Motorola não esteja mais tão interessada na linha Moto Z: de acordo com a fonte, o “Odin” estaria nos estágios iniciais de desenvolvimento, e seria um projeto voltado para o mercado da América do Norte, muito provavelmente visando compatibilidade com a rede 5G da Verizon (daí o tal módulo), que entrará em operação em 2019; como o Moto Z3 só foi lançado nos Estados Unidos e China, é possível que o Moto Z4 seja um produto exclusivo para o mercado norte-americano, restrito à operadora e não dê as caras no Brasil, como já aconteceu com o Moto Z3

Assim, a Motorola pode reservar uma variante menos poderosa para os demais mercados, ou não; em última análise, a empresa pode ter se convencido de que a linha Moto G (que pode inclusive engolir a linha Moto E, como já teria feito com a Moto X) é mais do que suficiente para boa parte dos consumidores, que preferem aparelhos de entrada a intermediários, e Moto Z4 pode ficar restrito até a rede 5G se tornar disponível em mais lugares.

De qualquer forma, essas informações são rumores e só deveremos saber dos planos da Motorola em 2019, provavelmente ainda no primeiro semestre. Quanto à Qualcomm, o sucessor do Snapdragon 845 será oficialmente apresentado em dezembro, no Tech Summit anual que a companhia realiza em Maui, no Havaí; o Meio Bit estará presente e trará os detalhes em primeira mão.

Com informações: XDA Developers, Phone Arena.

relacionados


Comentários