Capcom anuncia coletânea de Beat ‘Em Ups

Lembro como se fosse hoje do dia em que vi o Final Fight pela primeira vez. Eu tinha uns nove ou 10 anos quando entrei na lanchonete de um amigo do meu pai e lá no canto estava o gabinete daquele jogo que fez despertar em mim duas paixões: a pelos Beat ‘Em Ups e pela Capcom.

Tendo nos dado tantos clássicos do gênero, acho que não seria exagero classificar a Capcom como a principal criadora de jogos de “briga de rua” e para a alegria daqueles que viveram em fliperamas nas décadas de 80 e 90, a editora japonesa anunciou uma bela coletânea para as atuais plataformas.

Com o nome de Capcom Beat ‘Em Up Bundle, o pacote trará sete dos principais títulos da empresa, sendo eles: Final Fight (1989), The King of Dragons (1991), Captain Commando (1991), Knights of the Round (1992) e Warriors of Fate (1992). Além desses ainda teremos dois que nunca haviam aparecido em consoles, o Armored Warriors (1994) e o Battle Circuit (1997).

Além do já tradicional museu presente nas coletâneas da Capcom, onde poderemos ver imagens conceituais, rascunhos e conhecer diversas informações sobre cada clássico, vale destacar que os sete jogos contarão com suporte a multiplayer online, inclusive com os outros jogadores podendo entrar a qualquer momento. Os games também poderão ser personalizado como quisermos, permitindo assim alterarmos o números de vidas, continues ou mesmo o nível de dificuldade das partidas.

Contudo, como sempre acontece neste tipo de coletânea, podemos lamentar a ausência de alguns jogos importantes. Entre eles eu citaria o segundo e o terceiro Final Fight, além do Alien vs. Predator e do Dungeons & Dragons: Shadow over Mystara e do Dungeons & Dragons: Tower of Doom. No caso dos três últimos, imagino que exista uma questão de licenciamento que impeça suas vendas, mas é curioso notar que os D&D já foram republicados numa coletânea.

Lamentações a parte, há de se comemorar o fato de a data de lançamento do Capcom Beat ‘Em Up Bundle ter sido marcada já para a próxima terça-feira (18), além de o preço que será cobrado por ele ser de R$ 61,50 no PlayStation 4; R$ 61 no Xbox One; US$ 19,99 no Nintendo Switch e por fim, meros R$ 39,99 no PC, através do Steam. Na minha opinião, se pensarmos na quantidade de horas que tais jogos podem nos render, esses valores podem ser considerados uma pechincha.

PS: demorou um pouco, mas finalmente a Capcom atendeu o meu pedido.

Relacionados: , , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar