Surgem novas (na verdade quase todas) informações sobre o Galaxy Note9

Quase todos os detalhes do sucessor do Galaxy Note8 já vazaram

A Samsung não conseguiu fazer muito mistério em torno do Galaxy Note9, seu próximo smartphone premium. Após um vacilo honesto da FCC (Federal Communications Commission), que deixou escapar o registro do dispositivo nos Estados Unidos, um jornalista russo alega ter posto as mãos em uma unidade de forma bastante adiantada, e adianta o que podemos esperar para breve.

Algumas das características do Galaxy Note9 já eram conhecidas de vazamentos anteriores, como por exemplo o fato de que ele contará com uma bateria de 4.000 mAh, uma nova tecnologia de carregamento sem fio e a incapacidade da Samsung de acondicionar o leitor de impressões digitais sob a tela (o debut ficou para 2019, com o Galaxy S10), acabando por mantê-lo na parte traseira mesmo.

Agora mais detalhes vêm a público através do jornalista russo Eldar Murtazin, do site Mobile Review. Ele afirma ter conseguido uma unidade do Galaxy Note9 e publicou suas impressões iniciais acerca do smartphone; que confirmam muitas das suspeitas da imprensa especializada.

Este é o suposto design do Galaxy Note9 (créditos: nielwemobiel.nl)

Segundo ele, o próximo lançamento da Samsung traz as características acima mencionadas e mais:

  • os design é o mesmo do Galaxy Note8 com mudanças pontuais; as câmeras principais permanecem posicionadas na horizontal como em seu antecessor, e não como no Galaxy S9/S9+ (o sensor biométrico no entanto ficaria fica abaixo delas, e não ao lado). Por outro lado, a bateria avantajada o deixou ligeiramente mais gordo e pesado;
  • ainda sobre as câmeras principais, um novo algoritmo e a estabilização óptica de imagens proveriam o Note9 com uma capacidade de tirar fotos ainda melhores (nada foi dito sobre a câmera selfie);
  • o display Super AMOLED é também essencialmente o mesmo presente no Note8, porém o nível de brilho seria maior;
  • os SoCs seriam os mesmos presentes no Galaxy S9/S9+: uma versão com o proprietário Exynos 9810, octa-core com octa-core com quatro núcleos de 2,9 GHz, quatro de 1,9 GHz e GPU Mali-G72, destinada ao mercado global e outra com o Snapdragon 845 da Qualcomm, octa-core Kryo com quatro núcleos de 2,8 GHz, quatro de 1,8 GHz e GPU Adreno 630;
  • o dispositivo contaria com versões de 6 e 8 GB de RAM, além de muito espaço de armazenamento interno: 128, 256 ou 512 GB;
  • a S-Pen recebeu um senhor upgrade, se tornando mais precisa e contando agora com conexão Bluetooth, além de suporte a softwares corporativos.

A ideia seria fornecer a versão do Galaxy Note9 com o chip Exynos para o mercado global e a com o Snapdragon 845 para países selecionados, no entanto não se sabe qual das duas e com quais combinações de RAM e espaço interno serão lançadas no Brasil.

De qualquer forma, todas as informações acerca do Galaxy Note9 são extraoficiais e devem ser consideradas com um pé atrás, como todo rumor; a Samsung revelará o dispositivo oficialmente no dia 09 de agosto, em um evento a ser realizado em Nova Iorque e só então, teremos todos os detalhes sobre o próximo topo de linha da companhia sul-coreana.

Com informações: Mobile Review (em russo), Forbes.

Relacionados: , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar