Home » Meio Bit » Internet » Autor descobre esquemão safado de lavagem de dinheiro na Amazon

Autor descobre esquemão safado de lavagem de dinheiro na Amazon

Um escritor descobriu que havia vendido US$ 24 mil em livros na Amazon. A parte ruim é que alguém usou os dados dele para vender livros fraudulentos, e agora a única coisa que ele recebeu foi a conta do imposto de renda a pagar sobre o dinheiro que nunca chegou a ver. Isso foi a ponta do iceberg de um esquema de lavagem de dinheiro online.

33 semanas atrás

green-washing-greenwash-money-laundering

Patrick Reames escreve livros sobre negócios, e normalmente fatura algumas centenas de dólares por ano, nada demais, só um complemento no orçamento. Eis que ele foi surpreendido com uma declaração de rendimentos para o Imposto de Renda no valor de US$ 24 mil. Visto que ele nunca chegou nem perto disso em vendas, começou a fuçar na Amazon até que pesquisou pelo próprio nome, e achou um livro que não havia escrito.

lowerdaysahead

O tal livro tinha como texto um monte de parágrafos com palavras aleatórias, sem sentido nenhum apenas parecendo uma página de texto. Quase um Lorem Ipsum. Alguém havia roubado os dados de Patrick Reames, “escrito” livros em seu nome e disponibilizado para vender na Amazon.

Hoje em dia com as facilidades de self-publishing qualquer idiota publica livros, e as ferramentas da Amazon são especialmente fáceis e automatizadas. Ninguém verificou o tal livro, nem estranhou seu exorbitante preço de US$ 555,00.

Ele teria que ter vendido 43 cópias pelo menos, e ninguém em sã consciência compraria um livro assim. Para piorar a Amazon diz que não pode fazer nada, pois não tem como identificar que Patrick não recebeu o dinheiro. Ao mesmo tempo eles se recusam a dar a ele os dados da conta que não é dele mas pode ser dele. E também não vão emitir a declaração de rendimentos correta pois embora a situação pareça fraude eles não têm certeza.

Basicamente Patrick corre o risco de ter que pagar uma tonelada de impostos em cima de um dinheiro que não recebeu.

A suspeita aqui é que esse tipo de fraude envolva cartões de crédito roubados. Um picareta “publica” livros caros, seus cúmplices usam cartões roubados, o dinheiro é creditado na conta-corrente, e todos ficam felizes.

Pior: existem montes de livros sem-sentido na Amazon, nesse mesmo esquema. Há livros de até US$ 3 mil. Aparentemente esse esquema de lavagem de dinheiro vem acontecendo faz tempo. Isso é um passo além de macetear o sistema, como o pessoal que usa software para “escrever” livros. Um sujeito, só ele, tem mais de 700 MIL títulos publicados na Amazon, graças a um algoritmo que compila um livro novo em 20 minutos.

Fonte: Guardian.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários