Windows Store continua sendo uma Terra de Ninguém, cheia de apps piratas

Todo mundo diz que a Apple é xiita ao extremo, controladora ao extremo que não deixa nada no seu Jardim Murado fugir de seu olhar, e o que não se adequa não acha lugar em seu ecossistema. OK, ela é tudo isso mas convenhamos, no que diz respeito à qualidade da App Store exercer controle com mão de ferro é essencial. Hoje o Google tenta corrigir o desleixo do passado, mas vive tendo que lidar com apps falsos ou que injetam malwares em dispositivos Android.

Já a Windows Store, a loja virtual da Microsoft que abastece o Windows 10 tanto no desktop quanto em dispositivos móveis e Xbox One é um caso à parte. Há anos ela é alvo de apps piratas dos mais variados formatos, desde games a versões de softwares que não possuem representação oficial na lojinha de Redmond, como o YouTube. O Instagram teve diversas versões de clientes até chegar oficialmente à plataforma, e uma delas inclusive deu problema.

Em 2014 a Microsoft ensaiou um expurgo desses apps picaretas, mas a verdade é que pouco foi feito para efetivamente evitar a entrada e/ou permanência desses softwares. Hoje há uma profusão de apps que realizam streaming de filmes, com alguns sendo inclusive recomendados pela plataforma (exatamente como ocorre com o YouTube) e embora tais soluções também estejam disponíveis na Google Play Store, o número é muito menor.

Em suma, a Windows Store é uma…

Não é preciso ser um gênio para entender por que a Microsoft permite tal coisa: a Windows Store carece de apps, uma das iniciativas mais recentes da companhia foi promover a distribuição de softwares Win32 pela lojinha. Pode parecer insano mas é possível que prefiram deixar que uma grande quantidade de apps falsos e que distribuem conteúdo com direitos autorais permaneça disponível a possuir um grande e vasto deserto. Ela só baniu emuladores quando foi forçada a fazê-lo, através de um óbvio processinho.

Não há uma solução simples para tal cenário. A Microsoft não consegue convencer desenvolvedores a lançarem seus apps para a Windows Store, e por isso mesmo não pode se dar ao trabalho de banir todos os softwares ilegais e ficar com uma loja vazia. No entanto, como esta é uma situação que infringe uma série de direitos autorais é possível que ela não se sustente, e a empresa acabe por ficar sem nada no futuro.

Fonte: The Verge.

Relacionados: , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples