Home » Microsoft » Sabe a ferramenta que portava apps do Android para o Windows 10? MÓR-REU!

Sabe a ferramenta que portava apps do Android para o Windows 10? MÓR-REU!

Projeto Astoria, ferramenta da Microsoft que permitia portar apps do Android para o Windows 10 é oficialmente descontinuada; ponte para o iOS é suficiente

4 anos atrás

windows-10-android

Quando o Windows 10 Mobile foi introduzido a Microsoft anunciou planos interessantes para resolver o problema mais crítico de sua plataforma móvel, a escassez de aplicativos. Como os desenvolvedores não se incomodam em escrever versões dedicadas de seus programas para o sistema, Redmond apresentou quatro soluções dedicadas a facilitar a portabilidade e reduzir o trabalho.

O Projeto Westminster é voltado para aplicações web, já o Centennial é dedicado a programas .NET e Win32, os tradicionais para desktops Windows. O Islanwood e o Astoria por sua vez miram nos sistemas móveis concorrentes, iOS e Android respectivamente.

A ideia é simples na concepção, as chamadas "pontes" se encarregariam de conduzir o dev nos caminhos necessários para converter seus aplicativos para o formato adequado ao do Windows 10. Só que houve um problema.

O Centennial e o Islanwood vêm evoluindo a passos largos, com forte engajamento da comunidade e compromisso da Microsoft, mas o Astoria empacou. O suporte silenciou em setembro, dúvidas nos fóruns não eram mais sanadas. Os devs também vinham reclamando bastante, que diferente do Islanwood ele importava muito código do Android, se fazendo necessário rodar uma sub-rotina do robozinho nos smartphones para que os apps funcionassem.

Em suma, era um emulador feito nas coxas que prejudicava a performance dos dispositivos como um todo. A forma como os apps eram portados também gerou muitas críticas ao limitar o desenvolvimento nativo.

Agora veio a confirmação do óbvio: como a ponte entre o iOS e o Windows 10 está funcionando bem não há necessidade de manter outra para o Android, e pelo visto os (poucos) apps exclusivos da plataforma não lhe interessam. Assim o Astoria foi oficialmente cancelado. Redmond incentiva todos a usarem a recém-adquirida plataforma Xamarin, que facilita e muito as coisas.

Com isso o foco de otimização dos apps do iOS será ainda mais fortalecido, o que resultará em ports de maior qualidade. E quantidade não é problema, tudo o que interessa à Microsoft os iGadgets já tem, basta apenas o interesse dos desenvolvedores (que é grande) em migrar suas criações. Do lado da comunidade a decisão foi comemorada, menos uma plataforma com a qual trabalhar.

Fonte: Microsoft.

relacionados


Comentários